Acusado de agenciar morte de fazendeiro em Anapu é preso pela Polícia Civil

A Polícia Civil deflagrou, na terça-feira (14), a terceira fase da Operação Insídia, em continuidade às investigações sobre o homicídio do fazendeiro Luciano Albano Fernandes em Anapu, sudoeste paraense. Foi preso, em cumprimento de mandado de prisão preventiva, Josiel Ferreira de Almeida, de apelido “Gato de Botas”, apontado nas investigações como agenciador da morte de Luciano Fernandes, crime ocorrido em 19 de maio deste ano.

No momento em que foi preso, Josiel estava de posse de um revólver calibre 38 municiado e com numeração raspada. Por isso, ele foi autuado em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Segundo o delegado Walison Damasceno, titular da Superintendência, nesta terça-feira, a Justiça em Anapu converteu a prisão temporária para prisão preventiva do empresário Tarcísio Oliveira Pereira, após solicitação da Policia Civil de Anapu. Ele está preso desde 14 de junho deste ano, acusado de ser o mandante do crime.

Na época em que Tarcísio foi preso, a Justiça havia decretado mandado de prisão temporária de 30 dias. O empresário foi preso em João Pessoa, no Estado da Paraíba, por polícias civis do Núcleo de Inteligência Policial de Altamira. Em 18 de junho deste ano, policiais civis da Superintendência Regional do Xingu, sediada em Altamira, cumpriram mandados de busca e apreensão. Durante a operação policial, foi preso em flagrante Cláudio Peixoto Aragão, por receptação de veículo roubado e que permanece preso.

Segundo o delegado, após mais uma fase da operação Insídia, a Polícia Civil vai realizar outras diligências e apurações para concluir as investigações e prender os demais envolvidos na morte de Luciano Albano Fernandes. Pelo menos, outras três pessoas estão envolvidas no crime e ainda sob investigação. O motivo do crime teria sido interesse na madeira das terras da vítima. A prisão de Josiel foi realizada em Anapu por policiais civis da Superintendência Regional de Altamira, da Delegacia de Homicídios de Altamira, da Delegacia de Conflitos Agrários (DECA) e da Delegacia de Anapu.

RG 15 / O Impacto com informações da PC

Um comentário em “Acusado de agenciar morte de fazendeiro em Anapu é preso pela Polícia Civil

  • 16 de agosto de 2018 em 21:40
    Permalink

    Esses vagabundos mal acostumados em fazerem suas próprias leis, deveriam levar 50 chicotadas todos os dias, e depois terem salmoura jogada no lombo !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *