Bandidos invadem hospital Ophir Loyola e roubam mais de R$ 600 mil

Criminosos invadiram o hospital Ophir Loyola, localizado na avenida Governador Magalhães Barata, no bairro de São Brás, em Belém, por volta das 10h desta terça-feira (30) e, segundo a Polícia Militar, roubaram mais de R$ 600 mil de uma agência bancária que fica no interior da unidade de saúde.

De acordo com informações do 2º Batalhão da Polícia Militar (BPM), três homens armados entraram na agência após renderem os vigilantes e o gerente do banco. Os assaltantes foram até o cofre da agência e de lá levaram mais de R$ 600 mil. Os dois assaltantes teriam recebido o apoio de outros criminosos, que os aguardavam em frente ao hospital. De três a quatro motocicletas foram utilizadas na cobertura à ação dentro da agência.

Segundo informações preliminares o dinheiro roubado seria do pagamento dos funcionários do hospital. No entanto, a informação não foi confirmada pela polícia.

Em nota, o Banpará informou que os assaltantes seguiram pela travessa 14 de Abril, sentido bairro Fátima. Policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos (DRRB) foram para a agência do Banpará, dentro do hospital, para desenvolver o trabalho de investigação.

Ainda de acordo com o Banpará, policiais militares do 2º BPM e integrantes do Batalhão de Polícia Tática (BPOT) mantêm buscas em alguns bairros da capital, em especial no bairro Fátima, para localizar e prender os criminosos.

Em um vídeo que circula em grupo de mensagens mostra o exato momento em que os criminosos invadem a sala onde fica localizado o cofre. Dois suspeitos aparecem nas imagens, enquanto a gerente abre o cofre. A dupla coloca o dinheiro dentro de uma mochila e foge.

A Polícia Civil informou apenas que a equipe da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) está no local apurando os fatos.

ATENDIMENTO SUSPENSO

O Banpará informou ainda, que o atendimento ao público no posto localizado no Hospital Ophir Loyola deve ser normalizado nesta quarta-feira (31). O Banco esclarece que não houve nenhum dano na estrutura do posto e que os funcionários recebem apoio dos assistentes sociais do Banpará.

Fonte: DOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *