Polícia prende homem por posse ilegal de arma em Óbidos

José Adriano

Em cumprimento a um mandado judicial de busca domiciliar expedido pela Juíza Tarcila Maria Sousa de Campos, investigadores da Polícia Civil, sob comando do delgado Elinelson de Oliveira Silva, prenderam em flagrante delito no último final de semana, na cidade de Óbidos, Oeste do Pará, o elemento José Adriano Soares Guimarães, acusado de posse ilegal de arma de fogo.
Com ele foi apreendida uma pistola calibre 6.35 mm, de marca Taurus, além de um carregador e sete munições. Em depoimento na Delegacia de Óbidos, José Adriano alegou ser o dono da arma e, que possuía registro. Ele apresentou aos policiais um papel com a inscrição de Registro Provisório da arma, vencido no dia 30 de março do ano passado.
De acordo com o delegado Elinelson, no momento do cumprimento do mandado, os policiais foram recebidos pela esposa de José Adriano. Durante as buscas, na presença do indiciado, os policiais encontraram no interior da gaveta de uma cômoda, no quarto de Guimarães, a pistola e as munições
Adriano foi conduzido para a Delegacia de Óbidos, onde já está à disposição da Justiça daquela cidade, recolhido a uma das celas. Durante a execução do mandado de prisão, segundo os policiais civis, a irmã de José Adriano desacatou o delegado, dizendo que ele estava “doido”. Após a agressão verbal, ela foi submetida ao procedimento de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por desacato.
O delegado Elinelson explica que o mandado de busca foi solicitado em razão de Adriano ter sido acusado de participação de crime de furto em uma loja, em Óbidos, onde os bandidos roubaram diversas mercadorias, avaliadas em R$ 20 mil. Objetos sem nota-fiscal foram apreendidos na casa do acusado.

Por: Manoel Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *