Licenciamento em atraso é a principal causa de multas aplicadas pelo Detran‏

Quem decidir pegar a estrada neste final de semana, o último de julho, não pode se esquecer de verificar se a documentação do seu veículo e a Carteira Nacional de Habilitação estão regulares. Levantamento feito pelo Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran/PA) mostrou que no período entre 21 a 25 de julho a maior causa de autos de infração (multas) lavrados por agentes do órgão foi a condução não licenciada de veículos (Artigo 230, V, do Código de Trânsito Brasileiro), que resultou na aplicação de 84 multas.

Em segundo lugar ficou a condução de motocicleta sem capacete (Art. 244, I), com 60 autos de infração; a direção sem cinto de segurança (Art. 167), com 46 autos; a condução de veículo automotor sem a CNH, infração especificada no  Art. 162, I do CTB, com 29 autos de infração lavrados, e a circulação com lotação excessiva (Artigo 231,VII), com 18 autos.

No final de semana passado, os agentes do Detran que atuaram na Operação Verão efetuaram um total de 437 autos infracionais, removeram 67 veículos e recolheram 36 documentos de motoristas. Foram lavrados três Termos de Constatação de Alcoolemia (quando o motorista se recusa a passar pelo etilômetro) e aplicados dois testes de etilômetro (bafômetro). Também foi registrado um acidente com vítimas no domingo, 24, e outros cinco sem vítimas, entre a quinta-feira, 21, e o domingo, 24.

Nas barreiras montadas nos municípios de Santa Bárbara (a caminho de Mosqueiro) e Salinópolis, o Detran, em parceria com a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), flagrou 207 veículos com licenciamento atrasado, sendo 40 em Mosqueiro e 167 em Salinópolis. Deste total, 197 motoristas fizeram a regularização imediata, efetuando o pagamento do licenciamento atrasado, graças à utilização de equipamentos que permitem verificar, a partir da imagem da placa do carro em movimento, a situação legal do veículo e a quitação do débito in loco. Com a ajuda dessa tecnologia, somente 35 veículos ficaram retidos nessas duas barreiras durante as fiscalizações efetuadas ao longo do mês, até o momento.

O Detran trabalha com mais de 300 agentes na Operação Verão, que o Governo do Estado desenvolve em todo o Pará, com ações  integradas dos organismos de segurança pública. As ações de fiscalização acontecem nas estradas de acesso aos principais balneários paraenses, onde o fluxo de veículos aumenta consideravelmente neste período.

No alvo da Operação Verão do Detran/PA estão 24 municípios ou balneários do Estado, entre eles Salinópolis, Mosqueiro, Abaetetuba (no nordeste paraense), Santarém e Alter do Chão (no oeste), Tucuruí (no sudeste) e Conceição do Araguaia (no sul). O trabalho acontece em parceira com as polícias Rodoviária Estadual (PRE) e Federal (PRF) e os departamentos de trânsito desses municípios.

Fonte: Ascom/Detran

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *