Artista plástico realiza exposição no museu de Óbidos

Deodoro Oliveira (Deó) expõe 17 telas no estilo barroco

Uma Exposição de quadros que começou no dia 18, segunda-feira, está em destaque no Museu Integrado de Óbidos, com o tema “Óbidos pela janela”.

São 17 obras expostas em telas em algodão pintadas com resina sintética estilo Barroco. No trabalho o artista Deodoro Oliveira destaca pontos pitorescos e prédios dos séculos XIX e XX, segundo Deodoro, olhados através de uma janela de um prédio da época que tem suas paredes bem grossas e bem destacadas nas pinturas.

Entre as dezessete telas expostas, chamam a atenção: O mercado Municipal, o antigo quartel e a Cabeça do Padre, Casa Canto e outros casarios, cartões postais da cidade. Também uma passagem pelo Curumu e a lenda do boto em seu lado erótico.

Deó e suas obras que estão expostas no Museu Integrado de Óbidos

Deó, como é conhecido, está feliz com o seu trabalho muito visitado, mas aproveitou para solicitar mais apoio dos órgãos competentes para a cultura obidense.

“O Projeto foi criado porque estava ocioso, no qual procuro mostrar Óbidos por uma Janela construída no Século XVIII, que a espessura dessas janelas eram grossas, pois não tinham ferro para sustentá-las, como hoje em dia. Pela janela vejo prédios de Óbidos construídos do Século 19 e 20, como o Mercado Municipal, Quartel, Casa Canto, Cabeça do Padre, Casa do José Canto, Primeiro Poço de Captação de Água. Tem também paisagens como a do Curumu, a lenda do boto em seu lado erótico e outras”, disse.

Deodoro disse estar desestimulado com a cultura do Município. “Concentra-se basicamente no Carnaval. Temos que descobrir a nossa cultura, como o artesanato, o folclore, a poesia, a arte, e o que ainda existe e o que é realmente de Óbidos”, informou.

O artista Plástico está convidando o povo obidense para prestigiar a Exposição e ver o trabalho artístico de um obidense, para que a arte tenha uma maior dimensão. “Óbidos tem muitos artistas que precisam de incentivo. A Bolsa Talento seria uma forma de dar oportunidade para essas pessoas carentes que precisão mostrar seus trabalhos”, finalizou Deodoro Oliveira.

Jornal O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *