Plebiscito no Pará vai contar com tropas federais

Luiz Fernandes Rocha

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou ontem, dia 09, o envio de tropas federais para 14 cidades paraenses em dezembro, durante o Plebiscito que irá definir se o estado será dividido em três, com a criação do Tapajós e de Carajás. O pedido de reforço policial foi solicitado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA).

A provável data de votação é o dia 11 de dezembro, no horário entre as 8h e as 17h. Primeiro, os eleitores paraenses responderão se querem ou não a criação do Tapajós, e depois responderão o mesmo sobre Carajás.

Segundo a relatora do pedido, ministra Cármem Lúcia, a solicitação foi feita com base no relato do secretário de Segurança Pública do Estado, Luiz Fernandes Rocha. A ministra acentuou que a área é historicamente conflitante pelo intenso fluxo migratório, inclusive com atritos de natureza fundiária.

Os municípios que terão reforço na segurança são Altamira, Brasil Novo, Monte Alegre, Santarém, Alenquer, Óbidos, Juriti, Marabá, Oriximiná, Santana do Araguaia, São Félix do Xingu, Tucumã, Orilândia do Norte, Pacajá e Anapu. Além da segurança, as tropas federais vão dar apoio logístico para o evento, com o transporte de urnas para regiões afastadas com o auxílio de helicópteros e barcos.

Eleitor do Pará responderá se quer separação – Foi definido ontem, terça-feira (09) que a primeira pergunta que o eleitor paraense irá responder no Plebiscito sobre a divisão do Pará é se ele é a favor ou não da criação do estado do Tapajós. Em seguida, responderá se é a favor ou não da criação do estado de Carajás. O Plebiscito está marcado para o dia 11 de dezembro, e a participação é restrita aos paraenses.

O sorteio da ordem das perguntas foi feito na noite desta terça-feira, em sessão no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), e também definiu os números que deverão ser digitados na urna eletrônica para representar o sim ou o não. Quem for contra a divisão, deve digitar 55, e os favoráveis devem digitar 77. Os números precisarão ser digitados duas vezes para responder a cada uma das perguntas.

A terceira parte do sorteio decidiu sobre a utilização de cédulas de papel nos casos em que as urnas eletrônicas precisarem ser substituídas por alguma falha. Cédulas brancas serão usadas para decidir sobre a criação de Carajás, e cédulas amarelas sobre a criação de Tapajós.

Fonte: Agência Brasil

Um comentário em “Plebiscito no Pará vai contar com tropas federais

  • 10 de agosto de 2011 em 10:04
    Permalink

    ELEITORES TEM APENAS 1 MÊS PARA REGULARIZAR SEU TÍTULO

    DE ELEITOR, ATUALIZE A MUDANÇA DE ENDEREÇO.

    Eleitores devem tirar o título com urgência, até 11 de setembro, regularize sua

    situação na cidade em que vive. Não deixe para última hora. Quem for de outro

    estado deve transferir o título. Inclusive a população do MST também deve tirar o

    título para apoiar essa causa.

    Os jovens, acima de 16 anos também podem apoiar o movimento de emancipação

    votando pelo SIM, 77 .

    Lembre-se do James Bond 007 , o Tapajós é 77.

    Resposta
  • 10 de agosto de 2011 em 10:03
    Permalink

    Lembrem do filme James Bond, agente 007, o Estado do Tapajós é 77.

    ATENÇÃO ELEITOR, O “SIM” PARA O ESTADOS DO TAPAJÓS É 77.

    O Supremo Tribunal Eleitoral sorteio os número para o SIM e para o Não.

    SIM 77 e o NÃO o 55.

    AS CÉDULAS DO TAPAJÓS SERÁ AMARELA E O CARAJÁS BRANCO.

    VOTE 77 AMARELO PARA O ESTADO DO TAPAJÓS,

    VOTE 77 BRANCO PARA O ESTADO DO CARAJÁS.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *