Garota desaparece e família suspeita de ex-padrasto

Garota está desaparecida

Uma adolescente de 12 anos está desaparecida desde às 15 horas de terça-feira (9). Segundo a família, a menina terá saído para amarrar uma égua em uma cerca próximo da casa, o que fazia todos os dias e depois disso, não voltou mais.
“Eu falei: ‘Mamãe, a Helena está demorando muito. ‘Bora’ procurar ela, que ela nunca tinha feito isso’. Aí nós viemos no local, só ‘encontremo’ a égua que ela amarrou. E nem tava bem amarrada. Tava mal amarrada. Aí eu falei: ‘Mamãe a Helena não tá lá mamãe, borá procurar’. Nós começamos a se desesperar, procuremos, procuremos e não ‘achemo’ ela mais. Dormiu fora de casa. Não pareceu!”, conta a irmã da garota, Daiane Corrêa.

A família suspeita do ex-padrasto de Helena, com quem a mãe conviveu durante 9 meses e por ciúmes pôs fim ao relacionamento.
No mesmo dia em que a adolescente sumiu, o suspeito viajou. Segundo informações repassadas pela família dele à mãe da menina.
A mãe de Helena, Andréa Corrêa, inconformada afirma: “Eu nunca pensei que uma pessoa ia chegar num ponto desse, de pegar minha filha, tirar de perto de mim, porque eu suspeito dele e pra mim é ele que está com minha filha”.
Uma carta supostamente deixada pela menina foi encontrada no caderno de aula dela. Ela dizia que estava indo embora e que não era para a mãe ficar preocupada ou ir atrás dela, além de dizer que amava todos.
No dia do desaparecimento, Helena foi vista conversando com um homem no portão da escola onde estuda.
O suspeito de estar envolvido no desaparecimento tem entre 20 e 22 anos e segundo a família, teria levado a menina para o município de Óbidos.
O caso foi registrado na Seccional de Polícia civil e também no Conselho Tutelar

Fonte: RG 15/O Impacto e notapajos.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *