Briga de família termina em morte e casas incendiadas em Oriximiná

Casa destruída pelo fogo

Pânico e muita correria. Era por volta das 20h de quinta-feira, 18, quando o incêndio começou. Vizinhos das residências atingidas corriam para tentar salvar suas casas e objetos de valor.

Por ser uma área baixa da cidade, todas as casas são de madeira, o que facilitou a propagação rápida do fogo. As chamas chegaram a 30 metros de altura e podiam ser vistas de longe. A tragédia só não foi maior porque as famílias conseguiram sair a tempo e ninguém ficou ferido. Por outro lado, todo o material foi perdido nas chamas. O resultado foram três casas totalmente destruídas.

Bombeiros e populares uniram forças contra as labaredas. Dezenas de baldes com água foram utilizadas, mas não venceram as chamas que se alastraram rapidamente. Todos, assustados, corriam de um lado para o outro para ajudar.

As famílias que tiveram suas casas atingidas entraram em desespero ao ver na frente dos olhos o que foi conquistado em anos de trabalho sendo destruído em poucos minutos.

O Departamento Municipal de Trânsito – Demutran e a Policia Militar estiveram no local tentando controlar a aglomeração de pessoas que se formou na área da tragédia.

CRIMINOSO
O incêndio teria sido criminoso e causado por vingança de duas famílias em pé de guerra. No último final de semana, Valdilene dos Santos foi morta com um tiro disparado pelo cunhado da vítima.

Segundo a Polícia, o acusado pelo crime contra Valdilene é Otequinã Vieira, que está foragido. A família de Valdilene buscou apoio da Justiça na caçada ao criminoso. Valdilene não resistiu ao ferimento da bala e morreu na quarta-feira. Ignorando a dor da família, parentes do acusado teriam visitado a família de Valdilene durante o velório, ainda na quinta-feira, fazendo ameaças. Foi então que um irmão de Valdilene resolveu atear fogo na casa de Otequinã.

Durante a confusão, o pai de Otequinã acabou sendo detido, acusado de ter esfaqueado a prima de Vadilene minutos antes do início do incêndio.

A vítima está internada no hospital São Rafael, mas não corre perigo de morte. O idoso estava com a perna machucada, sangrando. Depois de quase uma hora de muito trabalho e tumulto, finalmente as chamas foram controladas. Sem ter onde morar, as famílias que perderam as casas contaram com o apoio de amigos e parentes. A Polícia já abriu inquérito para investigar o caso. 

Fonte: RG 15/O Impacto e DOL

Um comentário em “Briga de família termina em morte e casas incendiadas em Oriximiná

  • 15 de setembro de 2012 em 03:19
    Permalink

    parentes e amigos de alguem que foi morto uma semana atraz, destruiram a marretadas a casa do suposto assacino nas casas populares aqui em oriximina…….. isso depois de um ano do epzodio desses imcendios…logo se tem a impressão de que esta cidade esta a beira do caos…culpa dessa administração desastroza desse prefeito que ai está….a população se encontra no verdadeiro abandon..; temos que tomar uma atitude, “ta na hora de mudar” essa realidade fatidica que assola a nossa população…vai ser o fim dessa cidade se ele vir a se reeleger….

    Resposta
  • 31 de agosto de 2011 em 15:40
    Permalink

    O que esta acontencendo com essas pessoas? paresse que é o começo do fim do mundo!!!!!!!!!!

    Resposta
  • 28 de agosto de 2011 em 02:25
    Permalink

    corrigindo o nome Hospital Municipal de Oriximiná (HMO)

    Resposta
  • 22 de agosto de 2011 em 09:04
    Permalink

    que bosta que ta virando esse mundo.tem um hospital com nome de sao rafael em oriximina?nao sabia.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *