Alberto Oliveira: “Região oeste é penalizada pela Lei Kandir”

Alberto Batista: “Governo não tem sinalizado positivamente à região”

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Santarém, ACES, Alberto Batista de Oliveira, destacou que a criação urgente do estado do Tapajós, a partir da aprovação do Plebiscito em 11 de dezembro deste ano, vai fazer com que a região Oeste fique independente, deixe de ser penalizada pelo Governo do Pará, que toma tudo e quase nada deixa em troca: “Nós precisamos ter estradas asfaltadas para que se possa ter uma integração maior na própria região; precisamos da BR 254, da BR 255, da PA 370 que liga ao Pólo Xingú. Precisamos dar trafegabilidade para essas estradas e isso o governo do Estado não tem sinalizado positivamente”, destacou Alberto Batista. “Isso faz com que a gente queira gerir nosso próprio destino, trabalhando nossa própria infra-estrutura”, afirmou.

Sobre os impostos – O empresário analisou que: “A questão é que o Estado do Pará, da forma como foi feito o planejamento tributário no País, por ser exportador abre mão de muitos benefícios que poderiam gerar recursos e rendas para nossa população. De imediato tem que se revisto esse conceito”. Sobre a região Oeste, o empresário santareno disse que “a região é penalizada no sentido de que não se pode gerar riquezas; o motivo é que nós temos o entrave de duas zonas Francas, uma em Manaus outra em Macapá, que impede que se possa gerar desenvolvimento no comércio,pois não temos condições de competir com essas duas regiões, que recebem incentivo fiscal e outra é que as grandes empresas precisam se instalar aqui para que se possa gerar riquezas”, falou.

O empresário Alberto Bastos afiançou que: “Precisamos de um Porto com boa infra-estrutura para que se possa exportar; precisamos também concluir a BR 163, que vai dar um incremento muito grande à economia da região, tanto trazendo produtos para cá, quanto fazendo exportação de produtos da Zona Franca de Manaus, que vai poder usar nosso Porto, nossa infra-estrutura, trazendo crescimento econômico”, falou o líder empresarial santareno.

Pró-Tapajós – No último final de semana, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Santarém, Alberto Batista, iniciou uma viagem de conscientização pelo SIM ao Plebiscito de criação do Novo Estado do Tapajós, por diversos municípios da região Oeste do Pará. A viagem que começou na quinta-feira pelo município de Almeirim, se estendeu aos municípios de Prainha, Alenquer, Óbidos, Juruti, Terra Santa, Faro e Oriximiná. Dessa caravana em favor da criação do Novo Estado participaram, além do presidente da Associação Comercial, também a prefeita Maria do Carmo Martins e o deputado federal Joaquim de Lira Maia. “O objetivo dessas viagens é trabalhar junto com prefeitos e vereadores, entidades de classe e sociedade civil, no sentido de mobilização”, disse Alberto Batista. No entender do presidente da ACES, é preciso que esse tipo de trabalho seja intenso, por isso a próxima visita será feira a regiões da Transamazônica. “Nos dias 24 e 25, vamos estar nos municípios de Medicilândia, Brasil Novo, Altamira, Vitória do Xingú, com a proposta de mobilizar toda a população da região para que ao final, no plebiscito, tenha 100% de votação a favor do SIM”, destacou Alberto Oliveira.

Por: Carlos Cruz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *