Informe RC

ONG’S INTERNACIONAIS EM AÇÃO

Caso a população paraense fosse consultada, via plebiscito, se quer ou não a construção da Usina de Belo Monte no rio Xingu, para ser a 3ª do mundo e maior do País, de interesse nacional, 95% votariam favoráveis. Os 5% contrários, maioria manipulados por falsos ambientalistas do atraso e de Ong’s estrangeiras atuando na Amazônia contra o desenvolvimento da região, da mesma maneira que são contrários a pavimentação da BR 163 e Porto da Cargill, vão fazer durante a construção da Usina o mesmo feito a Mineradora Alcoa em Juruti, do começo ao fim de sua implantação. Recentemente, 3 mil trabalhadores rurais e “movimentos sociais” de 11 municípios interditaram por dias vários trechos da Transamazônica impedindo o tráfego de máquinas que trabalham na construção, com exigências absurdas, fazendo reféns na agência do Incra em Altamira funcionários do governo federal, autoridades e deputados. Exigem o que vai ser feito, mas não têm paciência de esperar. Assim vai ser o tempo todo como ainda ocorre com a de Tucurui. Querem é bagunçar.

SORTES DIFERENTES

Embora a confissão trazida a público pela mídia local tenha alguns pontos obscuros como o meio empregado pelo criminoso para obter e checar a senha do taxista José Maria Sampaio, covardemente assassinado numa vicinal da comunidade de Ponta de Pedras, pra ser roubado, e 8 dias após a prática do latrocínio, até ser preso no Barrudada, mostra o bom desempenho dos delegados da Superintendência Regional, que partindo do zero, colhendo provas sem prender suspeitos, foram diretos ao assassino, esclarecendo o crime. Nota dez. Esta sorte e desempenho não tiveram os familiares da senhora Clemilda de Lima Uchoa, morta a facadas (2) em sua residência no centro da cidade na noite de 30 de agosto do ano passado, com os mesmos requintes de crueldade praticados no taxista, também latrocínio, ainda não esclarecido. A equipe policial era a mesma, do 1º colheram pistas, da 2ª tinham demais e deixaram a boa Clemilda virar estatística.

UM DIA SAI

Acostumado ver ações direcionadas ao desenvolvimento de Santarém e da região, de iniciativa privada, serem colocadas pra escanteio pelo governo federal, estados que venham a ter interesses contrariados e Ong’s atuando contra, torna custoso acreditar, mas não difícil ocorrer do sonho se transformar em realidade, ou seja, a construção alternativa de uma ferrovia de Cuiabá-MT ao porto paraense para escoamento da grãos produzidos no Brasil central destinados a países da Ásia, há décadas feito através dos portos de Paranaguá e Santos, barateando o custo/tonelada a algumas dezenas de dólares. Início da semana passou por Itaituba e Santarém grupo de empresários chineses comandados pelo governador do Estado vizinho (via terrestre) com objetivo de estudarem a viabilidade do investimento para a construção financiada da ferrovia. Resta saber se combinaram com os russos “o aval da companheira Presidente”, das Ong’s, ambientalistas e dos governadores de São Paulo e Paraná, se não, o mesmo que nada, valeu o passeio, mas um dia sai.

TENDA DA MÃE TEINHA

Semana anterior, notícias na mídia local não foram boas ao governo do PT: posse na Câmara Municipal (local errado) ao novo superintendente regional do Incra indicado pelo PMDB, antes quase 10 anos ocupado por nomes da legenda; entrevista do Ouvidor Municipal declarando ser a Seminf, ocupada pelo prefeiturável Inácio Corrêa, o maior poço sem fundos de reclamações da população, superior a Celpa e Cosanpa e do Ministério Público ir investigar denúncias de cobranças indevidas de procuradores fiscais do Município. Entre tantas ruins uma boa: os secretários de Saúde e de Infra Estrutura escaparam “ferimentos leves e susto” de acidente com lancha no rio Arapiuns, ainda bem. Como desgraça só quer começo, bom o babalorixá da administração petista se agendar e consultar a tenda da vidente baiana, Mãe Teinha, evitar armações (estão armando) e tropeços futuros, para não acontecer como o ocorrido com o bondinho de Santa Tereza, no Rio de Janeiro, desencarrilhou, morreram 6 e deixou 50 feridos.

SAIRÉ POBRE

Na opinião da maioria dos “senadores” do “Senadinho” das laterais da Garapeira Ypiranga (Praça da Matriz), acostumados a assistirem comemorações faustosas no governo do PT com artistas de 1ª linha do cenário artístico nacional, as festividades do Sairé na Vila de Alter do Chão, na próxima semana, considerado o maior evento cultural do Oeste, onde são aguardados acima de 100 mil turistas “90% regionais”, fazendo a alegria financeira dos hotéis, pousadas, barracas da Ilha do Amor e catraieiros, pelo valor dos investimentos (470 mil reais) incluindo patrocínios, será a mais pobre dos últimos 15 anos, o que não faz jus a fama do balneário, apontado de possuir uma das praias mais bonitas do Brasil. Quem não deve estar comungando com esse atestado de pobreza dado pela Prefeitura são os dirigentes dos Botos Tucuxi e Cor de Rosa, acostumados a darem aos mamíferos uma ração financeira melhorada.

SÓ A POLÍCIA NÃO VÊ

Listado como vigarice, financeiramente rentável, existente na cidade, a exploração de falsas doenças continua a pleno vapor. Sábado (03) ao lado da Feira coberta do Mercadão 2000, em frente ao supermercado Coração de Mãe, veículo da frota, dotado de som em alto volume, bradava: conheça ser humano, cego, sem poder andar, que não conheceu a mãe, enfermo em estado terminal (aboletado no banco traseiro, coberto por um lençol) precisando de sua ajuda para se alimentar e comprar remédios pra não morrer, nascido com costa pra frente e barriga pra trás. No domingo (04), numa mesa de barraca na praia do Maracanã, onde a conversa entre participantes eram trazidos à tona maus feitos de alguns delegados de Polícia, um foi apontado de dar cobertura ao empresário dono da invenção. Está explicado, nesta, o bom superintendente da Polícia, Gilberto Aguiar, está passando batido. Muitos sabem da vigarice, mas a Polícia se faz de cega. Com razão.

NÃO TEM DADO SORTE

A Prefeitura de Santarém não tem dado sorte na aplicação dos recursos do PAC repassados ao Município, pouco foi concluído, maioria parados, como o Cais de Arrimo da Vila Arigó, Terminal Marítimo, obras do Mapiri e do Uruará. Das mais de 500 famílias residentes em área de risco, só 30 foram contempladas com moradia no bairro de Santo André. Recentemente, o governo federal (Ministério da Saúde) assinou convênio com a Prefeitura, destinando 35 milhões para construção de novo hospital municipal, anexo uma maternidade, segundo a excelência, promessa do Ministro, eleitor de Santarém. Vamos torcer para o dinheiro ser liberado, a obra concluída e inaugurada neste resto de mandato para compensar os esforços da Prefeita.

SITUAÇÕES IDÊNTICAS

Deviam existir leis mais duras para manterem presos e afastados do cargo prefeitos quando pegos desviando dinheiro, principalmente da Saúde e da Educação. Na segunda quinzena de agosto o de Vitória do Xingu, Liberalino Ribeiro Neto, foi preso pela Polícia Federal com uma trope de 10 auxiliares, acusados de desvios de milhões, constatado pela Controladoria Geral da União, dos cofres públicos, em licitações fraudulentas, num esquema montado por seu genitor, ex-prefeito em Município do interior de Alagoas, com verbas destinadas a Saúde, Educação e Assistência Social, num montante de 17 milhões. O pai ensinando o filho a errar. Em situação idêntica, envolvendo dezenas de gestores de Mato Grosso, se envolveu em julho, sem ser presa, a prefeita de Novo Progresso “única do Pará”, num volume de recursos maior. No fim fica como se nada tivesse acontecido.

PUNIÇÕES A VISTA

Como cada caso é um caso, embora o desfecho possa ser idêntico por terem cometido o mesmo crime, o Tribunal Regional Eleitoral deve julgar até fim do mês processos envolvendo deputados eleitos em 2010, que no entendimento dos autores das ações cometeram delito eleitoral, como o recém-cassado a unanimidade Chico da Pesca “PT”, segundo a Polícia e Ministério Público Federal, junto com seu parceiro na farra com dinheiro da viúva, Fernando Coimbra “PDT”, em pauta para ser julgado, os maiores fabricantes do Seguro Defeso no Pará, e o beneficiado dos votos do esquema fraudulento, o federal Mariquinho Batista “PT”. Corre risco de ser atropelado outro federal, Carlos Puty “PT”, acusado por abuso de poder político e trapacear com madeireiras na liberação de projetos de manejo. Pela lógica, Fernando e Mariquinho, pelo o acontecido com o Chico da Pesca, não têm como escaparem.

O PRIMO POBRE

Sobre o título “o mais pobre dos primos”, publicado como editorial navegando na internet no blog “Espalha Brasa”, no escrito mostra de nem tudo ser flores no PT no trato com aliados, atirando em legendas tratadas como grandes e na balança onde são pesadas, para formarem a governabilidade, algumas colocadas no prato, não correspondem ao peso (votos) e cita o PMDB, PR, PSB e o próprio PT como partidos privilegiados na administração municipal, em detrimento do PDT, parceiro 1º das horas ruins. A choradeira dos brizolistas, comandados pelo advogado Osmando Figueiredo, na visão do escriba, dobra esquina, ao contrário do PSB, PR e PMDB, nada a reclamarem, são alimentados a pão-de-ló e camarão rosa. Como as municipais estão próximas, o comando petista deve fazer nova pesagem.

SÓ VENDO

Poucos dias (04) depois do Procurador Geral da República pedir ao Supremo a condenação da deputada federal Jaqueline Roriz, pelo seu envolvimento no esquema do mensalão, conhecido como do Arruda ou dos Democratas “2009”, onde aparece em vídeo, exibido à exaustão ao País embolsando maços de dinheiro (50 mil),  correspondente a sua participação mensal, a Câmara Federal, por maioria de votos “secretos” absolveu a Deputada no processo de cassação de mandato por falta de decoro parlamentar, apesar das provas robustas de sua participação no crime de peculato. Justificativa: o crime foi praticado quando a acusada não era Deputada, tudo bem, o julgamento político, tipo brincadeirinha, foi apontado como péssimo exemplo a sociedade e incentivo a corrupção. Ainda tem gente que acredita na condenação pelo Supremo dos mensaleiros do mensalão do PT, previsto para o início de 2012, onde José Dirceu é apontado como chefe de quadrilha. Só vendo.

CONTINUAM ATIVOS

A ordem dada pela companheira Dilma no início do governo de acabar com a fraude do anzol, fabricando Seguro Defeso no País, onde um mínimo de 60% são falsos, num universo de quase 900 mil registrados no Ministério da Pesca, só 89 mil carteiras de pescador foram canceladas, 40% do Pará, mostrando da ordem da excelência estar distante de ser cumprida neste resto de ano, levando a crer das associações e colônias de pesca, que crescem como baiacus, tenham participação efetiva nas municipais de 2012, ajudando a eleger prefeitos e vereadores na quase totalidade de municípios ligados a tendências do PT. A sacanagem é grande, mas poucos são os punidos.

MISSÃO IMPOSSIVEL

Partidos de oposição na Câmara e Senado, com a absolvição de uma Deputada mensaleira, querem modificar o Regimento Interno das Casas e acabar com o voto secreto, passando a ser aberto nos julgamentos de cassações de mandatos quando as excelências pisarem na bola, como ocorre constantemente. Missão impossível, não vão ter sucesso, mais fácil urubu virar beija-flor. O povo, bom, ordeiro e pacato, vai continuar vendo caras, não o coração, a não ser de bem poucos.

Por: Ronaldo Campos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *