NEWS – ATUALIDADES

ISSO É PURA VERDADE… REALIDADE CRUA E NUA!. (recebido da INTERNET!)

“Tá” reclamando do Serra? Do Arrruda? Do Sarney? Do Collor? Do Renan? Do Palocci? Do Delúbio? Da Roseanne Sarney? Dos políticos distritais de Brasília? Do Jucá? Dos picaretas que existem no Congresso Brasileiro, afinal, reclama de quê? – As pessoas na maioria,…são assim: 1. – Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas. 2. – Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas  proibitivas. 3. – Suborna, ou tenta subornar, quando é pego cometendo infração. 4. – Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, dentadura.. 5. – Fala no celular enquanto dirige. 6. -Trafega pela direita, nos acostamentos, num congestionamento,  sempre pensando tirar vantagem dos outros. 7. – Para em filas duplas, triplas, em frente às escolas. 8. – Viola a lei do silêncio. 9. – Dirige após consumir bebida alcoólica. 10. – Fura filas nos bancos (e em outros locais), utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas. 11. – Espalha  mesas, cadeiras e churrasqueira nas calçadas. 12. – Pega  atestados médicos, sem estar doente, só para faltar ao trabalho. 13. – Faz  “gato” de luz, de água e de tv a cabo. 14. – Registra imóveis no cartório, num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos. 15. – Compra recibo, para abater na declaração do imposto de renda, só  para pagar menos imposto. 16. – Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas. 17. – Quando viaja a serviço, pela empresa, se o almoço custou 10, pede nota fiscal de 20. 18. – Comercializa objetos doados nas campanhas de catástrofes. 19. – Estaciona em vagas exclusivas para deficientes e idosos. 20. – Adultera o velocímetro do carro para, depois, vendê-lo como se fosse pouco rodado. 21. – Compra  produtos piratas, com a plena consciência de que são piratas. 22. – Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca. 23. – Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem. 24. – Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA. 25. – Freqüenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo do bicho. 26. – Leva, das empresas onde trabalha, pequenos objetos como clipes, envelopes, canetas, lápis…. como se isso não fosse roubo.  27. – Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha. 28. – Falsifica tudo, tudo mesmo… só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado. 29. – Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem. 30. – Quando encontra  algum objeto perdido, na maioria das vezes, não devolve. – E, depois,  quer que os políticos sejam honestos… Escandaliza-se com a farra das passagens aéreas, com políticos embolsando dinheiro alheio,… Etc., etc., etc. … Gente, esses políticos que aí estão, não  se  esqueçam,  saíram do meio desse mesmo povo, lembra?  Ou não? Brasileiro  reclama de quê, afinal? E é a mais pura verdade, isso é que é o pior! Então, sugiro adotarmos uma mudança de comportamento, começando por nós mesmos, onde for necessário! Vamos dar o bom exemplo!  Espalhe essa idéia! – PS: – Não sei quem postou,…nos envergonha bastante, mas realmente é necessário avaliarmos nossas escolas, reeducarmos a maioria de nosso povo, aqueles do levar vantagem em tudoi!!! – Vai precisar muito para nos tornarmos como os orientais,,educados,..com seu milenar respeito e sabedoria!!!

———————————————-

PROJETO EM VOTAÇÃO NA CCJ FACILITA QUESTIONAMENTO DE MULTAS DE TRÂNSITO.

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) deve votar na quarta-feira (21.10), projeto do Senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) que altera a lei sobre os Juizados Especiais Cíveis e Criminais (Lei nº 9.099/95) para permitir que as questões administrativas decorrentes de multas de trânsito sejam processadas e julgadas nos Juizados Cíveis. Na justificação do projeto (PLS nº 148/04), Valadares argumenta que, diante de uma “furiosa multiplicação das multas de trânsito, impostas mediante utilização de aparelhos eletrônicos, cujo produto é rateado em elevados percentuais com as empresas cedentes da referida aparelhagem”, é necessário que o Estado facilite o acesso dos cidadãos ao Poder Judiciário, possibilitando uma revisão justa e imparcial de uma decisão administrativa. Valadares deixa claro que não é contra a aplicação de multa aos motoristas imprudentes, mas sim “à denominada indústria da multa”. O relator da matéria na CCJ, Senador Gilvam Borges (PMDB-AP), apresentou voto favorável à matéria, com emendas de técnica legislativa. Para o relator, “é inegável que o cidadão tem dificuldade de acesso à prestação jurisdicional efetiva e justa ao utilizar-se dos meios ordinários para impugnar as autuações por infrações administrativas de trânsito, parecendo-nos pertinente e adequada a utilização do rito sumaríssimo dos Juizados Especiais para facilitar o acesso à Justiça nesses casos”. O projeto será examinado em isão terminativa na CCJ. Radares móveis Outro projeto que espera votação na CCJ é o PLC nº 48/09, que estabelece a competência da Polícia Militar (PM) para acompanhar operações de fiscalização com radares móveis. De autoria do Deputado Lincoln Portela (PR-MG), o projeto acrescenta inciso ao art. 23 do Código de Trânsito Brasileiro instituindo uma nova competência das Polícias Militares dos Estados e do Distrito Federal: a de designar, sempre que houver a solicitação, agentes para acompanharem, nas cidades ou nas rodovias, as operações de fiscalização que utilizem radares móveis. O deputado argumenta que o objetivo da proposta é minimizar graves acontecimentos em todo o território nacional, registrados sempre que há operações dos órgãos de trânsito com radares móveis, como agressões aos agentes de trânsito, vandalismo e fuga de motoristas autuados. O relator na CCJ, Senador Aloizio Mercadante (PT-SP), apresentou voto favorável à matéria. Na análise do projeto, Mercadante afirma que, em geral, os órgãos de trânsito têm agentes próprios, aos quais cabe fiscalizar o trânsito. Acrescenta que, como esses agentes não são policiais, ficam vulneráveis a agressões de condutores insatisfeitos. Esse projeto também receberá decisão terminativa na CCJ.A reunião da CCJ tem início às 10h, na sala 3 da Ala Alexandre Costa, no Anexo 2 do Senado Federal.Fonte: Agência Senado.

——————————————–

MULHERES EM ESTADO DE CHOQUE!!!

1 – “Certo”: – Esta é a palavra que as mulheres usam para encerrar uma discussão quando elas estão certas e você deve se calar. 2 – “Cinco minutos”: – Se ela está se arrumando, “cinco minutos” significa meia hora, uma hora, ou talvez mais! “Cinco minutos” só são cinco minutos se esse for o prazo que ela te deu para ver o futebol, antes de ajudar nas tarefas domésticas. 3 – “Nada”: – Esta é a calmaria antes da tempestade. Significa que ”ALGO” está acontecendo,…e que você deve ficar atento. Discussões que começam com “Nada” normalmente terminam em “Certo”. 4 – “Você que sabe”: – Essa expressão é um desafio, não uma permissão. Ela está te desafiando e, nessa hora, você tem que saber o que ela quer… e não diga que também não sabe! 5 – “Suspiro ALTO”: – O suspiro não é realmente uma palavra, mas é uma expressão. É uma declaração não-verbal que freqüentemente confunde os homens. Um suspiro alto significa que ela pensa que você é um completo idiota e, em silêncio, fica imaginando por que ela está perdendo tempo com você, parada ali, discutindo sobre “Nada”. 6 – “Tudo bem”: – Essa é uma das mais perigosas expressões ditas por uma mulher. “Tudo bem” significa que ela quer pensar muito bem antes de decidir como e quando você vai pagar (muito caro) pela sua mancada. 7 – “Obrigada”: – Quando uma mulher diz “Obrigada” quase sempre está, de fato, agradecendo. Portanto, não questione, nem desmaie. Apenas sorria e diga “por nada”. (Uma colocação pessoal: o agradecimento é sincero, a menos que ela diga “MUITO obrigada”. Nesse caso, ela não está agradecendo por coisa nenhuma, mas sim, está sendo SARCÁSTICA. Nesse caso, NÃO DIGA “por nada”. Aliás, cale-se por, no mínimo 2 horas, pois se você disser “por nada” isso provocará o “Esquece”). 8 – “Esquece” : Essa expressão significa “FODA-SE!!” e se você sabe rezar, essa é uma boa hora para começar! 9 – “Deixa pra lá, EU resolvo”: – Outra expressão perigosa! Significa que a mulher já perdeu a paciência com você. É muito usada quando a mulher já lhe pediu (várias e várias vezes) para fazer uma determinada coisa e você não fez. Significa que ela percebeu que não precisa mais de você e que ela mesma pode fazer o que era para você fazer. Normalmente o “Deixa pra lá, EU resolvo” resulta no homem perguntando “o que aconteceu?”. Para a resposta da mulher, consulte o item 3. 10 – “Precisamos conversar!”: –  Fooooddddeeeeuuuuu! Saiba que você está a 30 segundos de levar um pé na bunda… 11 – “Sabe, eu estive pensando…”: – Essa é a mais perigosa das expressões! Parece inofensiva!! Mas tome muito cuidado, porque quase sempre essa expressão precede os Quatro Cavaleiros do Apocalipse…

Por: Sérgio Sant’anna

Um comentário em “NEWS – ATUALIDADES

  • 15 de setembro de 2011 em 11:28
    Permalink

    Mto boa essa das mulheres, é tudo verdade mesmo, enviei até p meu namorado,p ele me entender melhor.Agora só falta a dos Homens.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *