Noticías de Curuá Ed. 850

Prefeito Reis, vice Benedito Duarte e secretários na abertura da Semana da Pátria

No dia 1º de setembro, às 18:00 horas, o corpo docente, discentes e o povo em geral, se reuniram na Praça dos Três Poderes, em frete a PMC, para participar das solenidades oficiais de abertura da Semana da Pátria. Daí, portanto, até o dia 7 de setembro, foram procedidas várias programações cívicas, através das escolas municipal, estadual e outros segmentos sociais.

Por ocasião da abertura oficial, o professor e historiador Aluísio Piranha, usou da palavra para fazer uma síntese do processo de emancipação do Brasil do Reino Portugal. Lembrou o mestre que, no dia 7 de setembro de 1822, nossa liberdade deu-se através do Grito da Independência, às margens do Riacho Ipiranga, onde o Príncipe Regente D. Pedro bradou o grito de Independência ou Morte.

Professor Aluísio Piranha e alunos curuaenses na abertura da Semana da Pátria

No ato continuo, o vice-prefeito Benedito Duarte fez um breve relato da importância da juventude para o Brasil. Já o prefeito Raimundo Reis foi incisivo na sua fala, quando se reportou com relação da importância da liberdade, da emancipação política e da independência de nosso território (Oeste do Pará).

“É momento de nos unirmos em favor da criação do Novo Estado. Há exemplo de Curuá, só teremos progresso quando nossa região tiver sua independência. Ou seja, quando nossas riquezas não forem desviadas e sim, aplicadas em prol do desenvolvimento do novo futuro Estado”, salientou o Prefeito.

Em suma, durante a Semana da Pátria foram dignificantes todas as comemorações e apresentações garbosas das escolas, com suas respectivas bandas marciais. Por outro lado, a população não poupou críticas ao Poder Legislativo, já que no dia 1º de setembro, apenas um Vereador estava no palanque das autoridades, no momento da execução do Hino Nacional.

Jornal O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *