Conselheiros pedem quebra do sigilo de Robério

Robério D’Oliveira

A quebra do sigilo bancário do conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil no Pará (OAB-PA), Robério D’Oliveira, que pagou R$ 301 mil pelo terreno da subseção da entidade em Altamira e conseguiu o dinheiro de volta depois que o atrapalhado negócio virou escândalo e foi desfeito, foi pedida à Polícia Federal (PF) por onze conselheiros licenciados e diretores. Segundo a denúncia, o cheque depositado na conta da OAB por Robério seria do próprio presidente da entidade, Jarbas Vasconcelos, ou do escritório do qual é sócio.

Para os denunciantes, isso deixa inequívoco que Vasconcelos não apenas “concorreu para o conluio sub-reptício, mas era seu beneficiário direto e financiador, com o fim de se apropriar do bem de entidade que é legalmente um serviço público federal de natureza especial”. E lembram que na sessão do Conselho Seccional, no dia 16 de agosto passado, a ex-presidente da OAB paraense e hoje conselheira federal, Angela Sales, exigiu, sob os olhares perplexos de dezenas de conselheiros, que Robério apresentasse seu extrato de conta corrente.

Angela sugeriu a Robério que poderia obter seu extrato ali mesmo – ele havia levado seu notebook para a sessão, pela Internet, para provar que o dinheiro depositado na conta da OAB não pertencia a Vasconcelos ou ao escritório de advocacia do qual o presidente é sócio. Vasconcelos a tudo assistia sem nada dizer.

Fonte: DOL

Um comentário em “Conselheiros pedem quebra do sigilo de Robério

  • 28 de setembro de 2011 em 18:01
    Permalink

    A OAB do Pará está desmoralizada com esse pessoal na como representante. Que classe! COnfiar em quem? Esse Jarbas pelo jeito é perigoso.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *