Ex-servidor do Banpará poderá ser indenizado em R$ 500 mil pelo Estado‏

Absolvido pelo suposto envolvimento de um assalto a banco, em 1998, o ex-caixa do Banco do Estado do Pará (Banpará) Evandro Augusto Vieira Flexa, de 50 anos, exige indenização por danos materiais e morais sofridos ao longo dos anos, em decorrência da prisão e demissão na época. A última sentença judicial, entretanto, não conferiu o direito ao pedido de danos materiais, porém, acolheu o pedido de danos morais, que, mediante os reajustes e correções monetárias, pode chegar à quantia de R$ 500 mil.

O assalto ocorreu na manhã do dia 5 de outubro de 1998, no município de Maracanã, nordeste do Estado, quando cinco pessoas invadiram a agência bancária. Os acusados são Jorge Freitas Gomes, Edson Junior Gomes de Almeida, Francisco Paulino Pereira da Silva, também conhecido por “Chico Paulino”; Tobias Fonseca Botelho, também conhecido por “Maraca”; e José Siqueira de Santana, também conhecido por “Zequinha”.

O suposto envolvimento de Evandro surgiu quando, no decorrer das investigações, constatou-se que José Siqueira era cunhado do ex-servidor. Diante disso, a polícia se convenceu que Evandro era o informante da quadrilha, que roubou o equivalente a R$ 190 mil, e o prendeu.

Fonte: O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *