MPE e MPF realizam vistorias nos hospitais conveniados ao SUS

MPE requisitou à Vigilância Sanitária que interdite estabelecimentos irregulares

Na busca de esclarecer as denúncias dos desmandos no serviço de saúde no município de Santarém, a reportagem do O IMPACTO continua a informar a população, através dos posicionamentos e atividades das partes envolvidas no caso. O reflexo da investida da reportagem provocou o Ministério Público Federal (MPF) a participar da ação de fiscalização do Ministério Público Estadual (MPE), juntamente com o Serviço de Vigilância Sanitária, a ANVISA.

A equipe realiza em conjunto, vistorias na rede hospitalar do Município, sendo a primeira fase direcionada aos hospitais conveniados ao SUS. Já foram inspecionados quatro estabelecimentos pelo MP e dois pela Vigilância Sanitária, por requisição do órgão ministerial.  O trabalho deve continuar com os da rede pública. Os laudos das inspeções são emitidos pela Vigilância Sanitária municipal, órgão responsável pela renovação da licença sanitária de toda a rede hospitalar.

A realização de força-tarefa foi definida depois que vistorias feitas pelo MPE, em setembro, identificaram uma série de irregularidades, principalmente relacionados a problemas na infraestrutura dos prédios, como rachaduras e ferrugem na estrutura dos hospitais. Também foram encontrados indícios de utilização de medicamentos vencidos. 

Nas inspeções, as equipes do MPE e MPF contam com o suporte técnico da divisão municipal de Vigilância Sanitária, cujo coordenador é Paulo Pimentel. Nas vistorias realizadas em setembro, o trabalho foi acompanhado pela então coordenadora da Vigilância Sanitária, Dra. Nástia Santos.

As inspeções sanitárias devem ocorrer anualmente para renovação da licença sanitária nos hospitais públicos ou particulares. Caso seja detectado que o hospital não possui  condições de funcionamento, a licença não pode ser renovada. A responsabilidade de interdição dos estabelecimentos é da Vigilância Sanitária e cabe ao MPE fiscalizar o cumprimento dessa obrigação e agir em caso de omissão do poder municipal.

 O MPE de Santarém  já requisitou ao Município para que providencie os autos de infração necessários à Vigilância Sanitária para que faça a interdição dos estabelecimentos já visitados e que cujos laudos apontem risco de vida aos usuários. Todos os laudos estão sendo encaminhados pelo MPE à Secretaria Municipal de Saúde para que tome as providências necessárias.

O mutirão de inspeções não tem data para encerramento. Comprovadas as irregularidades na prestação do serviço público, o MPE e o MPF promoverão as medidas judiciais e extrajudiciais pertinentes.

Por: Alciane Ayres

7 comentários em “MPE e MPF realizam vistorias nos hospitais conveniados ao SUS

  • 14 de outubro de 2011 em 14:34
    Permalink

    È bom que seja apurado essa sacanagem nos hospitais é falta de respeito com o povo. Esses politicos que precisam do povo e fazem isso com ele. Maria do Carmo, prefeita de Santarém, esse seu segundo mandato, está sendo uma porcaria.

    Resposta
  • 14 de outubro de 2011 em 11:32
    Permalink

    Essas irregularidades tem acabar precisamos de uma saude melhor e o povo ser tratado com diginidade e respeito.

    Resposta
  • 13 de outubro de 2011 em 20:54
    Permalink

    Os dois orgaos juntos o negocio vai pegar. Agora o vice nao tem nada a fazer nem poder tem para livrar seu titio. As autoridades sao serias nao aceitam pedido.

    Resposta
  • 13 de outubro de 2011 em 20:51
    Permalink

    Agora o bicho vai pegar os dois Ministerios sao serios e nao vao deixar ficar impune. Esse Rogerio vai pagar. Esta rico a custa do governo

    Resposta
  • 13 de outubro de 2011 em 20:48
    Permalink

    Parabens aos ministerios apliquem a lei estamos sendo usados por esse rogerio. Dizem que nao pega nada com ele. Ele tem muito dinheiro. Confiamos em voces, nao deixem esse rogerio ficar impune

    Resposta
  • 13 de outubro de 2011 em 11:18
    Permalink

    Parabéns MPE e MPF,pelo começo de trabalho que concerteza vai ser arduo.Não se esqueçam desse marginal que alguns infelizes dizem ser ético,Rogério Cunha.A podridão desse canalha vai vir a tona.Comentasse na cidade que não vai dar em nada as vistorias na clinica desse marginal,porque o mesmo é tio do vice governador,porem só para lembrar a esse marginal que MPE e MPF não são Pau mandado de ninguém.Alô PF Podem preparar suas algemas vai ter muito mandado de prisão para cumprir em pouco tempo.

    Resposta
  • 13 de outubro de 2011 em 10:59
    Permalink

    É isso ai. o MP tem que fazer o seu papel, ficalizar e garantir o direito ao cidadão de santarem.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *