Prefeitura e SEMED apresentam projetos a serem executados

Prefeita Maria do Carmo e secretária Lucineide Pinheiro repassaram projetos

As ações desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Educação (SEMED), no segundo semestre de 2011 foram apresentadas em coletiva a imprensa ontem, sexta-feira, dia 14. A prefeita Maria do Carmo Martins e a secretária de educação Lucineide Pinheiro repassaram os projetos a serem executados e em atividades, respectivamente, como o transporte escolar, alimentação escolar, novo mobiliário para escolas da rede municipal, 67 escolas para serem inauguradas, construção de 2 quadras cobertas, 2 escolas municipais e 20 novas Unidades Municipais de Ensino Infantil (UMEI), Editais de mostra de Cantigas Pedagógicas e Congresso de Educação e o pagamento do Piso Salarial.

Maria do Carmo informou sobre o atendimento a categoria de ensino municipal ao pagamento do Piso Salarial. Para efetuar o valor exigido, alguns investimentos em andamento tiveram que ser reduzidos a favor do que determina a Lei. “A proposta do governo Federal é ajudar os municípios que não tivessem condição de pagar o Piso Salarial Nacional. Mas, até legalizar isso, o Município vai arcar com o pagamento, tudo  para atender a determinação da legislação”, informou a Prefeita, dizendo que já foram recebidas, via governo Dilma, verbas para a construção de quadras cobertas, quadras esportivas, novas escolas e construção de novas UMEI’S, bem como outras obras devem ser feitas, como a reforma da Escola Fluminense, na área central.

Lucineide Pinheiro foi questionada, na coletiva, quanto às denúncias veiculadas em uma emissora de televisão, que alunos estudavam embaixo de árvores. O fato ocorreu na Escola Municipal Jacamim, no planalto santareno, na rodovia PA 370 (Santarém Curuá-una). Ela explicou que tem conhecimento desse problema e alternativa já está sendo viabilizada para o caso. “Nós temos uma planejamento para essa comunidade, a construção de uma nova escola. Vamos localizar a diretora e perguntar por que os alunos ainda não foram deslocados do local”. A Secretária disse da proposta de cada vez mais melhorias na educação. Confirmou os desafios a serem enfrentados pela frente, e conta com a parceira dos gestores das escolas e da comunidade.

As novidades na grade curricular da rede municipal foram questionadas por nossa reportagem à Secretária de Educação. “A implementação no currículo não se faz de uma hora para outra, há necessidade de uma construção coletiva. A partir do ano que vem novas escolas de tempo integral devem existir em Santarém”. Ela informou também sobre atividades de extensão, como a Educação Fiscal e pode ser estudada a inclusão da Educação Patrimonial, em parceria com especialistas da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).

Por: Alciane Ayres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *