Reitor da UFOPA recepciona expedição de biodiversidade e cultura

José Seixas Lourenço

O reitor da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), Prof. José Seixas Lourenço, recepcionou, neste domingo, 16, a expedição “Revisitando cultura e biodiversidade entre o rio e a floresta: do Guamá ao Tapajós”, que saiu de Belém no catamarã Rondônia, rumo a Santarém, no último dia 13. O reitor apresentou aos expedicionários a UFOPA, que completa dois anos de criação no próximo dia 5 de novembro e já conta com 222 professores e seis mil alunos, matriculados em cursos de graduação e pós-graduação. “Pensamos até em desistir, mas agora vejo a importância da nossa participação na expedição, que se deu graças à experiência da Profa. Socorro Simões (UFPA) e do esforço da Profa. Dóris Faria (CFI/UFOPA), que se empenharam para tornar realidade a nossa participação nesta expedição. Temos aqui a presença de representantes de várias instituições públicas, como por exemplo do Canadá, USP, UNICAMP, que possibilitam ações para aproximar nossas instituições para celebrarmos uma efetiva integração amazônica”, disse o Prof. Seixas Lourenço.

UFOPA na Expedição – Esta é a primeira vez que a Expedição IFNOPAP conta com a participação da UFOPA. Uma visita à Escola da Floresta, em Alter do Chão, e a realização de mesas-redondas marcam a participação da UFOPA na Expedição. Na tarde desta segunda-feira, 17, será realizado, no auditório do catamarã Rondônia (atracado no trapiche de Santarém), às 16h, o painel “O século XXI, a educação e a ciência e tecnologia no Pará”, coordenado pelo reitor José Seixas Lourenço. Em seguida, ocorrerá a sessão Biodiversidade e Cultura, com o painel “Recursos hídricos e minerais, clima, biodiversidade e diversidade cultural na região Oeste do Pará: interação essencial”, coordenado pela Profa. Dóris Faria (CFI/UFOPA).

A expedição também vai realizar incursões científicas e culturais em Óbidos, Alenquer, Oriximiná e Monte Alegre. Essas atividades estão sendo realizadas em conjunto pela Universidade Federal do Pará (UFPA), por meio do programa integrado “Imaginário nas Narrativas Orais Populares da Amazônia Pa­raense” (IFNOPAP) e programa “Campus Flutuante”, pela Universidade Estadual do Pará (UEPA) e programa Expedições do Centro de Formação Interdisciplinar (CFI) da UFOPA. 

O projeto integrado “Imaginário nas Narrativas Orais Populares da Amazônia Pa­raense” (IFNOPAP) está na 15ª edição e já é considerado uma das mais importantes ações educacionais, culturais e ambientais do estado do Pará. Em 2011, o Encontro Internacional IFNOPAP/Campus Flutuante conta com a participação de estudantes, professores, pesquisadores, profissionais do Pará, de outros estados e também de outros países.

Fonte: RG 15/O Impacto e Ascom/UFOPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *