Escolas Estaduais são arrombadas em Juruti

As mesas da escola ficaram de pernas para o ar

Na madrugada de sábado para domingo, 30, vândalos invadiram as duas escolas estaduais de ensino médio de Juruti, Raimundo de Sousa Coelho e Emanuel Salgado Vieira, onde arrombaram portas de várias dependências, como secretaria, diretoria, cozinha, xerox, etc, e espalharam documentos e alimentos pelo chão.

O fato foi comunicado na Delegacia de Polícia Civil pela diretora da Escola Raimundo de Sousa Coelho, Alice Maria Pereira da Silva, que informou ao delegado Jonivaldo que os ladrões não levaram nenhum objeto de valor, como computadores, caixas amplificadas, microsistem, dvd e outros; fizeram apenas vandalismo e destruíram várias portas e espalharam documentos pelo chão.

As portas foram arrombadas pelos marginais

A diretora pediu providências para a Polícia, uma vez que tanto a escola Raimundo Coelho, como a escola Emanuel Salgado não tem vigilantes pela parte da noite, o que facilita a ação dos vagabundos que se aproveitam da fragilidade para praticar arrombamentos, roubos e assaltos.

A direção da escola já comunicou o fato à direção da escola sede em Juruti, bem como à direção da 7ª URE em Óbidos, órgão responsável pelas escolas estaduais de Juruti, pedindo providências, já que é competência do Estado colocar segurança nas escolas, principalmente pela parte da noite, mas isso não vem ocorrendo em Juruti, onde as escolas ficam abandonadas e os bandidos se aproveitam dessa situação para praticar seus crimes.

Documentos ficaram espalhados pelo chão

A Polícia Civil iniciou as investigações, uma vez que já existem alguns suspeitos, pois pessoas que passavam por perto que não querem se identificar, viram os marginais pulando o muro da escola. Por conta disso, não deve ser difícil para a Polícia colocar os marginais atrás das grades para que eles nunca mais invadam prédios públicos para praticar crimes contra a população, uma vez que a escola pública é do povo.

Fonte: RG 15/O Impacto e Portal Juruti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *