“Copa do Mundo derrubou Teixeira”, avalia Coronel Nunes

Antônio Carlos Nunes

Há mais de 23 anos à frente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira renunciou ontem (12) ao cargo de presidente da entidade máxima do futebol brasileiro e do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014. José Maria Marin, atual vice-presidente da CBF, vai assumir os dois cargos disponibilizados por Teixeira. O novo mandatário do futebol brasileiro já foi Governador de São Paulo e Presidente da Federação Paulista de Futebol.

Há quatro dias atrás Teixeira tinha saído de licença médica do comando da CBF. Justamente por isso, a renúncia da presidência da entidade causou surpresa para os presidentes das federações estaduais. “Nós (presidentes das federações estaduais) que elegemos o Ricardo (Teixeira), então ele deveria ter renunciado para a gente”, afirmou o Coronel Antônio Carlos Nunes, presidente da Federação Paraense de Futebol (FPF).

Para Nunes, os interesses ocasionados pela Copa de 2014 foram os responsáveis pela saída de Teixeira. “A Copa no Brasil foi mérito total dele, mas não souberam reconhecer isso. O mundial provoca briga e inveja, se não fosse realizado aqui, não teria questionamento algum a ele”, avaliou.

POUCAS MUDANÇAS

O mandatário da FPF acha que pouca coisa mudará no comando da CBF. “A diferença é que o Marin é mais aberto, conversa mais. O Teixeira era muito fechado”, disse. A constatação de Nunes tem a ver com o fato de Marim ser homem de confiança de Teixeira e membro da atual gestão.

O comandante do futebol paraense afirmou ainda que o Pará sempre foi respeitado e teve os mesmos direitos que as outras federações estaduais.

FPF

No quarto mandato – de quatro anos cada –, à frente da Federação Paraense de Futebol, Antônio Carlos Nunes não acha que as mudanças à nível nacional possam ameaçar o seu posto na FPF. “Não existe nenhum questionamento acerca da minha direção”, afirmou. O Pará tem uma das torcidas mais apaixonadas por futebol do país, mas não será sede da Copa de 2014, e está com seus clubes na terceira e quarta divisão do futebol nacional.

Fonte: RG 15/O Impacto e Felipe Melo/DOL

3 comentários em ““Copa do Mundo derrubou Teixeira”, avalia Coronel Nunes

  • 30 de março de 2012 em 17:31
    Permalink

    Os coronéis ja mandaram demais neste país,especialmente no Pará,vc Antonio Carlos devia tomar o mesmo caminho, será que não tem vergonha de querer ser dono da FPF. Vai pescar em Monte Alegre tua terra natal e fica por la mesmo!o Pará agradece!!!!!!!!

    Resposta
  • 14 de março de 2012 em 09:51
    Permalink

    É coronel, chega uma hora que os expedientes usados pelos mandatários das federações que querem se perpetuar no poder, ficam tão manjsdos, que já não da certo.
    aí, a saída para não ser preso ( isso acontece no brasil???) por corrupção e malvesação dos bens das federações, tem que recorrer a outra saída bem manjada, aquela de tratamento de saúde.
    o Futebol é dinâmico esta sempre correndo atrás de novas idéias.

    Resposta
  • 14 de março de 2012 em 08:32
    Permalink

    O mundo do futebol necessita de novos modelos de gestão. O Ricardo teixeira já devia ter saído há muito tempo, pois sua maior obra foi ter construído verdadeiros feudos no futebol brasileiro. O Antonio Carlos Nunes, também conhecido nos bastidores como \”cabo velho\”, deveria seguir o mesmo caminho e dar espaço para pessoas criativas e pujantes.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *