Oficiais de Justiça se acorrentam no Fórum de Itaituba

Mário e Antônio alegam acumulo de trabalho

Dois oficiais de Justiça lotados na Comarca de Itaituba no Oeste do Pará se acorrentaram na manhã desta segunda-feira, 19, em frente ao Fórum da Cidade.

Mário Antônio está há 18 anos como oficial de Justiça na Comarca de Itaituba e Antônio Viana há 09 anos também como oficial na referida Comarca, se acorrentaram com a finalidade de chamar atenção dos responsáveis para a nomeação de novos oficiais, tendo em vista acúmulo de trabalho na Comarca. Segundo eles, aumentou o número de Juízes, mas não aumentou o número de oficiais, pelo contrário, foi demitido.

Hoje a Comarca de Itaituba conta com apenas dois oficiais de Justiça. Segundo os oficiais acorrentados, em 1994 a Comarca contava com 05 oficias e hoje são apenas dois para atender três juízes lotados na Comarca de Itaituba.

Eles alegam que não estão mais agüentando a jornada de trabalho das três Comarcas, faça chuva ou sol eles têm que trabalhar para entregar as documentações para que as audiências sejam marcadas e posteriormente realizadas.

Há três anos foi realizado um concurso para Oficial de Justiça, mas até o momento ninguém foi chamado. Eles citaram como exemplo o município de Oriximiná que tem um Juiz e três oficiais de Justiça e Itaituba tem três Juízes e três oficiais.

Um representante do Conselho Nacional de Justiça esteve no Fórum e conversou com os oficiais acorrentados, dizendo que uma documentação será enviada ao órgão competente. Enquanto não for dada nenhuma resposta concreta, eles afirmaram que irão permanecer em frente ao Fórum de Itaituba.

Fonte: RG 15/O Impacto e Júnior Ribeiro

10 comentários em “Oficiais de Justiça se acorrentam no Fórum de Itaituba

  • 24 de maio de 2012 em 21:38
    Permalink

    Essa é a realidade da nossa comarca. Certamente, diversos pedidos já foram feitos à Secretaria de Gestão de pessoas do TJEPa, mas nada resolvido até agora. OAB, advogados, é hora de reinvindicar!!!!!!!

    Resposta
  • 22 de março de 2012 em 10:24
    Permalink

    É lamentável! Ainda bem que o CNJ está tomando providências. É incrível como alguns magistrados só pensam em si, em suas metas (às vezes só um amontoado de números que não correspondem a uma verdadeira prestação jurisdicional) e em seus subsídios. Aqui no Ceará se estuda a promulgação de uma lei estadual contra o assédio moral no serviço público. Valerá para todos os poderes. No judiciário, a iniciativa deverá salvaguardar os servidores de situações humilhantes perpetradas por alguns Juízes, principalmente no interior do Estado.

    Resposta
  • 20 de março de 2012 em 18:41
    Permalink

    Os Juízes brasileiros não tem compet~encia para serem gestores (administradores ou diretores de foros) e aí dá nisso. Só querem saber o quanto $$$$vai entra nos seus gordos subsídios. É uma vergonha a magistratura brasileira, com o aval do MP.

    Resposta
  • 20 de março de 2012 em 17:16
    Permalink

    Afinal,será realizado novo concurso ou não?
    Alguma coisa mais concreta precisa ser feita,é um absurdo que servidores publicos com tamanha responsabilidade sejam submetidos a escravidão em pleno século XXI.Só em Itaituba mesmo, SERVIDOR PÚBLICO dando um duro desses,rsrs

    Resposta
  • 20 de março de 2012 em 15:29
    Permalink

    O quê???? Itaituba conta apenas com dois meirinhos? Que absurdo!!! Neste caso podemos dizer que a justiça é capenga mesmo, pois a nomeção daqueles aprovados em concurso não depende dos nossos legisladores.
    Sou servidor do judiciário catarinense é um desrespeito para aqueles que buscam no judiciário paraense, mais precisamente na comarca de Itaituba, a resolução de conflitos que, muitas vezes depende da atuação dos meirinhos para que uma audiência seja concretizada.

    Resposta
  • 20 de março de 2012 em 13:52
    Permalink

    Juiz não \”manda\” servidores para lá ou para cá. Depende do Setor competente do TJ. Esperamos nomeações para Itaituba neste ano.

    Resposta
  • 20 de março de 2012 em 13:51
    Permalink

    Quantas vezes os advogados se mobilizaram para solicitar ao TJ o envio de mais servidores?

    Resposta
  • 20 de março de 2012 em 13:33
    Permalink

    parabenizo os colegas pela coragem de demonstrar que não somos burros de carga da justiça e muito menos de alguns juizes. tomara que um dia os prazos judiciais sejam tambem contados para juizes e membros do ministério público e não só para serventuários.; valeu colegas……

    Resposta
  • 19 de março de 2012 em 21:10
    Permalink

    Juiz não liga para isso, eles só querem atingir metas proprias e se mandarem para Comarcas proximas a Capital.Na verdade, na epoca que a sociopata da Dr. Valdeise era a diretora desse Fórum, eles poderiam até ser presos pelo que fizeram hoje.

    Resposta
  • 19 de março de 2012 em 18:58
    Permalink

    Afinal , os srs. juizes que ali trabalham não vêem esta situação?Ou são do tipo que procuram fazer a sua parte e o orgão que aguente as necessidades..

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *