Acusações a Eliene Nunes são desmentidas pelo MEC

Eliene Nunes

A ex-secretária de Educação e pré-candidata a prefeita Eliene Nunes (PSD), em entrevista coletiva à imprensa itaitubense, esta semana, apresentou vários documentos encaminhados pelo Ministério da Educação e Cultura – MEC, informando o período em que a ex-Secretária e Jonilson Oliveira tiveram acesso ao SIMEC, classificando como ridícula a denúncia feita pela atual secretária de educação Lizete Rodrigues.

Os documentos enviados pelo Ministério da Educação comprovam que Eliene Nunes(PSD) não acessou o SIMEC. O documento encaminhado diz que o acesso da ex-Secretária foi bloqueado no dia 09 de junho de 2010 e o de Jonilson foi bloqueado em 22 de outubro de 2009, desmentindo as acusações proferidas pela atual Secretária.

“Eu solicitei ao MEC estes relatórios para comprovar que se trata de uma calúnia contra minha pessoa, na tentativa de denegrir minha imagem diante da sociedade. Eu fiquei surpresa com tais acusações, pois só quem não tem conhecimento do funcionamento desse sistema poderia falar o que foi divulgado e a Secretária deve ter esse conhecimento”, disse Eliene Nunes, afirmando que já acionou um advogado em Santarém para entrar com uma denúncia junto ao Ministério Público Federal para que haja investigação do ocorrido, considerando que seu nome pode ter sido usado como uma manobra para desgastá-la junto a opinião pública.

“Nós estamos entrando com uma representação judicial contra a atual Secretária de Educação, por danos morais, baseada nas gravações que solicitamos das emissoras que divulgaram tais calúnias oriundas da Secretária”, informou Eliene Nunes.

De acordo com o documento do MEC, Eliene Nunes teve o primeiro acesso ao sistema no dia 21 de janeiro de 2008, permanecendo até o final daquele ano, voltando ser reativado no período de 07 de abril de 2009 a 08 de junho de 2010, sendo bloqueado no dia 09 de junho de 2010, sendo que a partir desta data Eliene Nunes não teve mais acesso ao sistema. No caso de Jonilson Oliveira, o bloqueio ao sistema aconteceu ainda mais cedo, desde o dia 22 de outubro de 2009, o que desmascara as mentiras da secretária Lizete Rodrigues, visando macular o nome de Eliene Nunes.

Fonte: RG 15/O Impacto e Francisco Amaral

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *