Sede do Flamengo é assaltada

Sede do Flamengo

O inferno astral do Flamengo parece não ter fim. Nesta sexta-feira, dois homens armados assaltaram a tesouraria da Gávea, de onde levaram R$ 14,4 mil. Os problemas gerados pelos erros da diretoria já serviam como prova de que, no Rubro-Negro, o inimigo está dentro de casa. Para piorar, a delegada que investiga o caso, Flávia Monteiro de Barros, da 14ª DP (Leblon), suspeita que funcionários do clube estejam envolvidos no roubo.

Segundo a delegada, o assalto aconteceu por volta das 17h20. Dois homens, um mulato e outro branco, entraram na sede pela porta da Lagoa, onde não é preciso se identificar, já que dá acesso à loja Fla Concept. Um deles usava uma camisa pólo do Flamengo. A polícia acredita que as armas utilizadas pelos bandidos eram pistolas ponto 40. Três funcionários do clube já prestaram depoimento.

“A porta da tesouraria é eletrônica, não é qualquer um que pode entrar. Eles esperaram alguém sair e renderam essa pessoa. Um deles chamou o funcionário Beda pelo nome e até apontou a gaveta onde estava o dinheiro. Eles sabiam também que era dia de pagamento para funcionários terceirizados”, disse Flávia.

A delegada recebeu ainda nesta sexta imagens do circuito interno do clube, mas não há câmeras na tesouraria. Ela mostrará o vídeo aos funcionários que viram os rostos dos criminosos para ver se é possível identificá-los. Ela também quer a lista de quem sabia que era dia de pagamento e onde estava o dinheiro. Foram colhidas digitais dos locais onde os ladrões colocaram a mão, como a porta eletrônica e a gaveta.

Os assaltantes sabiam inclusive que havia dinheiro em espécie no local, segundo o chefe da segurança do clube, José Pinheiro: “Normalmente ali circulam mais cheques. Eu acho que deve ter ficado um terceiro elemento lá fora, dando cobertura. Eles não seriam tão machos assim”.

Fonte: O Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *