Mulher assassinada com 109 facadas em Manaus

Merendeira foi morta na casa onde morava, na rua I, Jorge Teixeira 4

Familiares e vizinhos da merendeira Maria do Socorro Lima, 50, morta na madrugada do último sábado (23), com 109 facadas (informação confirmada pelo Instituto Médico Legal) serão ouvidos durante a semana pela titular da Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS). As primeiras notificações foram enviadas nesta segunda-feira (25), entre os intimados estão o genro e a filha da vítima.

De acordo com informação da polícia, também está sendo estudada a hipótese de Gisele Lima de Souza, 28, (filha da merendeira) ter participado do crime.

Gisele teria sido sequestrada junto com as filhas de 8 e 3 anos, que segundo ela, também estavam no local do crime.

Segundo informações de Gisele à polícia, ela e as filhas foram mantidas em cárcere privado por cerca de 20 horas em um cômodo fechado, cujo local ainda não foi revelado pela polícia. A vítima não quis dar detalhes do sequestro a reportagem, na manhã de ontem, quando foi levada ao 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Zona Leste. Ela apenas relatou que na manhã desta segunda (25) retornaria ao DIP.

“Estão sendo estudadas todas as hipóteses”, afirmou a fonte.

A mãe de Gisele foi morta com várias facadas pelo corpo, dentro do quarto da casa que morava, na rua I, no Jorge Teixeira 4, Zona Leste.

Segundo informações da polícia, o genro da vítima foi quem arrombou a janela da residência e encontrou o corpo da merendeira no chão. Ele não encontrou nem a esposa dele nem as filhas no local. A polícia chegou a fazer buscas sem sucesso.

Fonte: A Crítica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *