Santarém sedia 10º Encontro dos Bispos da Amazônia

10º Encontro dos Bispos da Amazônia

“Cristo que aponta para a Amazônia”, este o tema central do 10º Encontro dos Bispos da Amazônia que iniciou na segunda-feira (2), no Seminário São Pio X e prossegue até o dia 06.

O ponto central é a reflexão da ação evangelizadora da igreja na Amazônia nos últimos 40 anos que tem como base o documento elaborado em 1972, em Santarém durante o 4º encontro dos Bispos. Na oportunidade, serão elaboradas sugestões para uma Evangelização Encarnada, Missionária e Profética na Amazônia para os próximos cinco anos. Será ainda elaborada uma carta aos governantes da Amazônia, e outra ao Papa Bento XVI com o resultado do evento.

No primeiro dia do encontro os bispos realizaram uma retrospectiva histórica sobre o documento da igreja na Amazônia de 1972 até hoje. Eles refletiram sobre as mudanças, avanços e recuos e fizeram uma análise da conjuntura atual da Amazônia e as linhas prioritárias para a atuação da Igreja na Amazônia. O bispo de Cruzeiro do Sul, Acre Dom Mozé João Pontela destacou a importância do encontro.

“Esse encontro é uma comemoração. São 40 anos que aconteceu um em 72 e marcou a história da região Norte do Brasil. Houve decisões importantes na área pastoral que determinaram a caminhada da igreja e hoje a gente quer então comemorar e quem sabe atualizar de acordo com os documentos atuais do Papa sobre a palavra de Deus, as novas diretrizes dos bispos do ano passado e documento de Aparecida”, relata.

O evento reúne cerca de 40 bispos dos Estados do Pará, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Acre, Mato Grosso, Maranhão, Rio Grande do Norte, além dos Coordenadores de pastoral, leigos e religiosas das Dioceses e das prelazias desses Estados. O secretário geral da CNBB e arcebispo Auxiliar da Arquidiocese de Brasília, Dom Leonardo Steiner, e o presidente da Comissão Episcopal para a Amazônia e arcebispo Emérito de São Paulo, Dom Claudio Hummes também estão presentes no encontro.

Fonte: RG 15/O Impacto e notapajos.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *