Maria do Carmo diz que é vítima de perseguição política

MARIA DO CARMO

A prefeita de Santarém, Maria do Carmo Martins Lima, em entrevista coletiva na última sexta-feira (13), falou sobre a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que julgou procedente o recurso do Democratas (DEM) sobre propaganda antecipada, o que provocou a sua inelegibilidade por oito anos.

Na opinião de Maria do Carmo, ela não cometeu crime eleitoral e o que ocorre não passa de uma perseguição política, uma vez que todos os processos que ela responde não iniciaram pelo Ministério Público Eleitoral.

Segundo a Prefeita, os quatro processos que ela responde agora são os que ela já respondeu durante a campanha eleitoral e em que em nenhum momento foi pedida a sua cassação por conta disso. Ela informou, ainda, que pagou as multas como manda a Justiça Eleitoral. “Mas, terminando o processo eleitoral de 2008, o DEM, não aceitando o resultado das urnas, pegou as mesmas provas, os mesmos processos nos quais eu já havia sido julgada e entraram novamente no TRE para que eu pudesse, além de pagar multa, sofrer também um processo de cassação”, disse Maria do Carmo. E acrescentou: “Eu quero deixar bem claro que não se trata de processos e nem procedimentos por improbidade administrativa; são processos requentados”.

A Prefeita explicou que com relação à propaganda antecipada, que a ação se refere a uma homenagem que ela fez na televisão, desejando feliz dia das mães, mas que isso foi feito antes do processo eleitoral. Ela diz lamentar o TRE não ter acatado a sua defesa, mas tem certeza que vai reformar essa decisão do Tribunal Regional Eleitoral.

Enquanto isso, a prefeita Maria do Carmo continua no cargo. Ela garantiu que, no prazo, os advogados dela entrarão com recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), onde ela acredita que essa situação será reformada.

Fonte: RG 15/O Impacto e DOL

3 comentários em “Maria do Carmo diz que é vítima de perseguição política

  • 19 de julho de 2012 em 07:37
    Permalink

    Dra. Maria do Carmo, com todo o respeito que lhe tenho como Promotora Pública, não se engane com ideias de perseguição politica. Seu governo foi muito ruim por conta de todo o seu secretariado ser altamente incopetente e rancoroso para com todo o mundo. No geral, esqueceram-se de trabalhar para assim, a senhora ser bem sucedida como gestora. Preocuparam-se unicamente em perseguir seus desafetos, com isso, apagaram seu governo, criando então rejeição e animosidade geral contra a sua pessoa. O Povo está coberto de razão, pois a senhora teria que ter pulso, afastando tanta tranqueira que colocou a seu serviço.

    Resposta
  • 19 de julho de 2012 em 07:36
    Permalink

    Dra. Maria do Carmo, com todo o respeito que lhe tenho como Promotora Pública, não se engane com ideias de perseguição politica. Seu governo foi muito ruim por conta de todo o seu secretariado ser altamente incopetente e rancoroso para com todo o mundo. No geral, esqueceram-se de trabalhar para assim, a senhora ser bem sucedida como gestora. Preocuparam-se unicamente em perseguir seus desafetos, com isso, apagaram seu governo, criando então rejeição e animosidade geral contra a sua pessoa. O Povo está coberto de razão, pois a denhora teria que ter pulso, afastando tanta tranqueira que colocou a seu serviço.

    Resposta
  • 18 de julho de 2012 em 22:15
    Permalink

    DEPOIS QUE INVENTARAM ESSE TERMO \”PERSEGUIÇÃO POLITICA \” , NINGUÉM É MAIS LADRÃO, INCOMPETENTE, CORRUPTO,TODOS SÃO SANTINHOS…HONESTOS E BONZINHOS !!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *