Adepará afirma que não há risco de faltar carne em Santarém

Equipes da ADEPARÁ se preparam para 2ª etapa de vacinação

Para quem deseja vacinar o rebanho ainda no segundo semestre deste ano, a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) anunciou na semana passada, que já está em fase de preparação para a segunda etapa da campanha de vacinação contra a Febre Aftosa 2012.

Na primeira etapa, foi confirmada a inadimplência de cadastro.

A segunda fase, que deve acontecer a partir de novembro, mesmo com a mudança da primeira, já é uma pauta da Agência em todo o Estado.

As etapas de vacinação contra aftosa acontecem anualmente nos meses de maio e novembro.

Neste ano, a primeira fase foi adiada para junho por decisão interna da ADEPARÁ, no entanto, a segunda etapa continua no mês de novembro normalmente.

O escritório da ADEPARÁ está localizado na Avenida Curuá-Una, entre a Álvaro Adolfo e Borges Leal, no bairro Santíssimo.

Desde o mês de junho último, após a greve dos servidores da Adepará, o abastecimento de carne, por meio dos frigoríficos, está normal em todo o Município de Santarém. De acordo com os servidores da Adepará, não há risco de faltar carne na cidade.

A primeira campanha de vacinação contra a febre aftosa está marcada iniciou no dia 1º de junho deste ano.

ATIVIDADES: A Adepará mantém em ritmo acelerado as atividades da campanha de vacinação para o combate à febre aftosa no Baixo Amazonas. A meta da agência é manter ou superar o índice de vacinação da última etapa da campanha, realizada em junho último.

De acordo com gerência regional, somente em Santarém mais de 120 mil animais entre bovinos e bubalinos devem ser imunizados. O pecuarista José Pires cria gado há 25 anos e reconhece a importância da vacinação. “Só com o trabalho de vacinação é possível manter a sanidade dos meus animais e garantir a comercialização com segurança. Nossa região avançou muito, os criadores tem consciência da responsabilidade de vacinar o rebanho, agora sonhamos com a mudança de status para expandir os negócios”, informou.

ETAPAS: A vacinação contra febre aftosa no Baixo Amazonas é realizada em duas etapas, nos meses de maio e novembro. Na primeira etapa os criadores tiveram até o dia 31 de junho para vacinar os rebanhos. A comprovação da vacina é obrigatória, e deve ser realizada em novembro nas Unidades Locais de Sanidade Animal dos municípios, onde a propriedade rural é cadastrada.

Por: Carlos Cruz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *