Filha de vereador morre em acidente

Marcelly morreu a caminho de Santarém. Polícia suspeita de assassinato

A filha do vereador Diomar Figueira (PPS), de Itaituba, Marcelly Ferreira, de 19 anos de idade, faleceu por volta das 2h00min de segunda-feira, dia 10, dentro de um avião a caminho da cidade de Santarém, decorrente de um acidente ocorrido por volta das 11h20min do mesmo dia, no Bairro da Floresta.

Segundo informações, Marcelly Ferreira estaria indo a um residencial localizado no Bairro da Floresta, próximo a uma pedreira. Na ocasião, Marcelly, estava pilotando uma moto e sem capacete e, informações dão conta que ela teria atendido um telefonema de um amigo com a moto em movimento, segurando o guidão apenas com uma mão, em um trecho de uma Rua escura teria passado por um quebra mola, perdido controle da moto, vindo a cair. Na queda fraturou o braço e bateu a cabeça, sofrendo um traumatismo craniano.

Após o acidente, Marcelly ficou caída ao chão por algum tempo. Vários minutos depois é que ela foi encontrada por uma pessoa que passava pelo local, que rapidamente acionou o Corpo de Bombeiros; foram realizados os primeiros socorros ainda no local. Em seguida a jovem foi levada ao Hospital Municipal de Itaituba, onde recebeu os atendimentos mais específicos, mas devido à gravidade do acidente rapidamente o jovem foi levada de avião para Santarém, mas faltando 05 minutos para chegar ao aeroporto Maestro Wilson Fonseca, Marcelly não resistiu à gravidade do acidente e faleceu.

O corpo de Marcelly Ferreira foi velado em uma Chácara de parentes, na 4ª Rua da Floresta. Em declaração à imprensa, o vereador Diomar Figueira, pai de Michelly, disse que está muito abalado pela perda de sua filha, mas fez um alerta aos jovens que fiquem mais atentos no trânsito de Itaituba. O sepultamento aconteceu na tarde de quarta-feira, em meio a uma grande comoção de parentes e amigos.

Polícia suspeita de assassinato: A morte repentina da jovem Marcelly Ferreira chocou os itaitubenses. A primeira informação divulgada foi que a jovem faleceu decorrente de um acidente de moto na noite de segunda feira, 10, no Bairro da Floresta. Mas na terça feira, 11, uma nova hipótese foi levantada sobre a morte de Marcelly, foi de que ela poderia ter sido assassinada. Investigadores da Polícia Civil de Itaituba estiveram no local do possível acidente em busca de indícios, para saber o que realmente aconteceu naquela noite. A informação inicial foi de ela atendeu um telefonema enquanto pilotava uma motocicleta e teria perdido o controle e caiu. Na queda fraturou um dos braços e batido a cabeça sofrendo traumatismo craniano. Mas depois foi levando a hipótese de que ela poderia ter sofrido uma pancada na cabeça não decorrente da queda. O caso está sendo presidido pelo delegado Antonio Carlos, que está apurando todas as informações para saber se as informações são verídicas. A moto foi aprendida para que possa ser feita uma pericia, o Delegado vai ouvir o homem que prestou socorro a jovem para saber como ele encontrou Marcelly. A família quer que a Polícia faça uma investigação minuciosa para apurar o que realmente aconteceu. Com informações e foto de Junior Ribeiro.

Por: Nazareno Santos

4 comentários em “Filha de vereador morre em acidente

  • 27 de janeiro de 2013 em 19:23
    Permalink

    Será mesmo qui foi um acidenti….???

    Resposta
  • 17 de setembro de 2012 em 17:35
    Permalink

    minhas pesames ao meu amigo e da minha familia!!!!!!!!! Dayane filha do trisca de Sorriso-mato grosso muita fe meu amigo e força para um momento tao delicado.

    Resposta
  • 15 de setembro de 2012 em 07:58
    Permalink

    …MEUS PÊSAMES A FAMÍLIA. …MAS ME AJUDA AÍI..PILOTAR UMA MOTO SEM CAPACETE E ATENDER TELEFONE COM O VEÍCULO EM MOVIMENTO ??? ISSO DEVE SER CONSIDERADO SUICÍDIO !

    Resposta
  • 14 de setembro de 2012 em 02:23
    Permalink

    Se houver duvidas deve ser apurada a causa da morte da jovem Marcelly, o Dr. Antonio Carlos conduzira essa investigação a fundo para descobrir o que houve realmente, e se houve culpado certamente será apresentado a familia e a sociedade.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *