Empresa serve refeição contaminada aos trabalhadores

José Santana mostra marmitex com comida estragada
José Santana mostra marmitex com comida estragada

Uma denúncia muito séria envolve a empresa de construção civil Carmona Cabrera Engenharia e Consultoria, vinda de Ananindeua, município localizado na região nordeste do Pará e que atua em Santarém, na construção de casas do PAC, no bairro Diamantino, com escritório localizado na Avenida Moaçara, sem número.
Segundo denúncias, a empresa construtora estaria servindo refeição estragada aos seus funcionários, no canteiro de Obras. Além de estragadas, os marmitex servidos aos operários quase sempre estão com a comida recheada com besouros, moscas e até tapurús. Um descaso extremo com a saúde dos trabalhadores da construção civil que trabalham no local.
Assim que a denúncia bomba chegou ao conhecimento de nossa equipe de reportagem, procuramos o Sindicato da Construção Civil de Santarém. Para nossa surpresa, o presidente do Sindicato, José Santana, nos informou que diversas denúncias envolvendo a empresa Carmona Cabrera, Engenharia e Consultoria já chegaram ao conhecimento do Sindicato: “Esta já é a terceira denúncia que os operários dessa empresa fazem, mas como não tínhamos nenhuma prova palpável, fomos obrigados a nos omitir”, esclareceu José Santana.
O cenário favorável aos funcionários e contra a empresa Carmona Cabrera, Engenharia e Consultoria mudou, segundo o líder sindical, quando os funcionários da Construtora procuraram o encarregado da obra para fazer a denúncia e logo depois a direção do Sindicato. “Por sua vez o Sindicato, sempre está de portas abertas, tanto para a empresa quanto para o trabalhador, sendo nosso foco maior o trabalhador que deve ser tratado com mais respeito. Acima de tudo, é um ser humano”, enfatizou José Santana.
Mesmo chateado diante das denúncias que foram comprovadas contra a empresa construtora que maltrata seus funcionários, José Santana afasta qualquer tentativa de confronto direto com a empresa, apostando no bom entendimento: “Nós estamos de portas abertas para o diálogo com a empresa Carmona, Cabrera, Engenharia e Consultoria”, disse Santana.
Provas concretas: Depois das fotos que chegaram ao conhecimento do titular da construção civil em Santarém, medidas mais rígidas serão tomadas por parte do Sindicato: “Com as provas em mãos, vamos acionar o Ministério Público, a gerência do Ministério do Trabalho em Santarém e também vamos até a obra, perguntar se esta denúncia é realidade”, disse José Santana. “Na obra, vamos procurar falar com os operários sobre higiene e segurança no trabalho, e também com os dirigentes da empresa. Lá deve funcionar uma CIPA (Comissão de Prevenção)”, disse ele.
“Para mim isso não passa de uma afronta”, disse o sindicalista, lembrando que conforme denúncias chegadas ao Sindicato, já foram encontradas nas refeições servidas, tanto besouros quanto tapurús. “Isso quando a comida servida não está estragada”, enfatizou José Santana. Agora com as fotos fica mais fácil formalizar as queixas junto às autoridades competentes. “Vamos tomar as devidas providências, cabíveis e necessárias”, avisou o líder sindicalista.

Por: Carlos Cruz

3 comentários em “Empresa serve refeição contaminada aos trabalhadores

  • 19 de janeiro de 2013 em 21:16
    Permalink

    Comida estragada é crime e os superiores devem ser punidos com multa e acredito ser caso de polícia.

    Resposta
  • 19 de janeiro de 2013 em 15:40
    Permalink

    O jornal O Impacto, esta exercendo seu papel, porem, antes da publicação dessa matéria, deveria procurar a empresa para saber se essas denuncias chegaram, realmente até a diretoria, pois trata-se de uma questão muito grave.

    Resposta
  • 19 de janeiro de 2013 em 08:23
    Permalink

    Efeito Impacto; na sexta-feira, dia 18, assim que a edição impresa do jornal O Impacto foi ás ruas, de imediato houve uma reunião com a diretoria da empresa construtora Carmona, Cabrera, Engenharia e Consultoria e o presidente do Sindicato da construção civil, José Santana. Na reunião que aconteceu na sede do Sindicato, na manhã de sexta-feira, os dirigentes da construtura prometeram tomar as devidas providências para resolver o problema da refeição servida aos operários, que estaria com qualidade duvidosa. Efeito Impacto!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *