Prefeita de Itaituba teria descumprido ordem judicial

Eliene Nunes disse que ordenou que Secretária de Educação devolvesse prédio à Igreja de Deus
Eliene Nunes disse que ordenou que Secretária de Educação devolvesse prédio à Igreja de Deus

A prefeita de Itaituba, Eliene Nunes, em entrevista no Programa Focalizando do SBT, TV Tapajoara, do dia 8 último, disse categoricamente que mandou a Secretária de Educação, professora Ana Paula, devolver o prédio em que funcionava a escola A Mão Cooperadora, para a Igreja de Deus, parte da instituição Mão Cooperadora.

Afirmou que mandou a Secretaria de Educação remanejar todos os alunos para outras escolas municipais localizadas nas proximidades do prédio supra mencionado. Eliene disse, ainda, que o prédio é da instituição Mão Cooperadora, que desde o ano passado vem pedindo para o Município, a devolução dele. Acontece que o terreno era do Município e foi doado para a instituição, que obteria a propriedade desde que as obras ali construídas, não visassem fim lucrativo, e onde fossem executadas atividades sociais para atender as crianças do bairro, desfavorecidas economicamente.

Ressalte-se que a Mão Cooperadora tem, também, uma Lei de incentivo fiscal, ou seja, de utilidade pública, como entidade sem FINS LUCRATIVOS, como agora quer ter lucros? Hoje, a entidade Mão Cooperadora quer o prédio para fazer funcionar ali, uma escola particular, tendo, inclusive, estabelecido R$ 50,00 pela matrícula e a mensalidade de R$ 110,00. Com esta mudança, perde-se a finalidade para qual foi feita a doação e o terreno  deve ser devolvido para o Município, segundo a Lei Municipal.

Além disso, a Prefeita parece que não está participando da administração municipal, e parece não contar com uma assessoria jurídica que lhe deixe claro, que liminar assinada por autoridade judicial, não foi feita pra ser contrariada, mas para ser cumprida! E se a liminar assinada pela Juíza, Dra. Cintia Beltrão, determinou o funcionamento normal da Escola Mão Cooperadora, sua ordem deve ser executada, até que se tenha segunda decisão!

Entretanto, como a prefeita Eliene Nunes é poderosa, soberana e autoritária, ela não está preocupada com LIMINAR, e para defender a Igreja Mão Cooperadora está desobedecendo a decisão judicial e mandando fechar a escola, distribuir as crianças para outras escolas e entregar o prédio para a entidade Mão Cooperadora.

 

PREFEITA DEFENDE FECHAMENTO DE ESCOLA NA JUSTIÇA

A administração municipal da atual prefeita, Eliene Nunes, é vergonhosa!  Primeiro ela não moveu uma palha em defesa do ensino público, defendendo, em várias entrevistas, o fechamento da Escola Mão Cooperadora. Disse várias vezes para os pais dos alunos, que não podia contrariar os interesses da Igreja de Deus, da qual ela é “cria”.

Estou surpreso com a postura da Prefeita, que está deixando de defender o interesse público. Veja o absurdo: Foi o Município que entrou com Agravo de Instrumento contra a Decisão da Juíza de Itaituba, Dra. Cintia Beltrão, que determinou o funcionamento normal da Escola Mão Cooperadora.

Para defender os interesses da Igreja de Deus, que é parte constituinte da instituição A Mão Cooperadora, a prefeita Eliene Nunes contratou os serviços do renomado advogado Mauro Santos, em Belém, para recorrer da Liminar concedida pela Juíza de Itaituba. O agravo entrou em Belém no último dia 4, objetivando fechar de qualquer maneira a escola Mão Cooperadora para devolver o prédio ao Pastor Orestes. O relator do agravo é o Desembargador Constantino Augusto Guerreiro.

 

Fonte: RG 15/O Impacto e Junior Ribeiro

7 comentários em “Prefeita de Itaituba teria descumprido ordem judicial

  • 8 de maio de 2013 em 16:16
    Permalink

    Itaituba deve muito a Igreja de Deus, já conheci os trabalhos oferecendo cursos, casais de outros países que ajudam na alimentação da criança que a Instituição indica, não defendo político nenhum mais acho que tudo isso é dor de cutuvelo, porque político que perde o cargo para outro é porque não estava trabalhando…fica a dica a nova prefeita trabalha se não na próxima você pode perde também…

    Resposta
  • 11 de fevereiro de 2013 em 16:39
    Permalink

    Repostagem mal formulada…

    Resposta
  • 11 de fevereiro de 2013 em 16:00
    Permalink

    ISSO É UMA VERGONHA!!! ESSES PASTORES SÓ QUEREM SABER DE PODER, DE DINHEIRO, INVENTÃO UMA IGREJA SÓ PARA TER LUCROS E GOSOS DE UMA VIDA \”MANSA\” ISSO É UM GARIMPO SEM MALÁRIA! PASTOR E PREFEITA SÃO INSANOS1
    _ SÓ UMA PERGUNTA, DO QUAL PARTIDO ESSA AÍ É? SE ALGUÉM SOUBER, DIVUGUÉM!

    Resposta
  • 11 de fevereiro de 2013 em 11:52
    Permalink

    Admiro muito o trabalho da Igreja de Deus e Mão Cooperadora, vamos analisar por partes, eu conheço um pouco as atividades da Mão Cooperadora e pergunto: \”O que será feito desse predio?\” Creio que o Pr Orestes dará uma solução pra esse impasse Prefeitura X Mão Cooperadora, eu não vejo motivos para que a escola continuasse nesse local, ja que o predio esta adequado para uma escola, e porque não continuar com a escola, se o problema é contrato que seja feito novo contrato, na minha otica é que há tanto esquema, umtal de jeitinho brasileiro pra tantas outras coisas, e porque não se faz pra esse caso aprefeita Eliene ela como prefeita tem a obrigação de concertar esse impasse especialmente ela como evangelica deveria intervir junto ao Pr Orestes, eu lamento porque são crianças que ficarão em situação dificeis pelo descaso desse ou do outro governo, e isso é lamentável,

    Resposta
    • 17 de fevereiro de 2013 em 00:37
      Permalink

      Se estão sendo remanejadas como descaso…

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *