São Francisco perde para o Paysandu, no Colosso do Tapajós

Leão Azul santareno tem que ganhar com uma diferença de três gols1
Leão Azul santareno tem que ganhar com uma diferença de três gols1

Na primeira partida da semifinal do 1º turno do Campeonato Paraense, realizado no estádio Colosso do Tapajós, em Santarém, o Paysandu venceu o São Francisco por 2 a 0 e agora vai decidir a primeira vaga na final no próximo sábado, na Curuzu, com tranquilidade. O resultado deu uma larga vantagem aos bicolores, que agora têm ao seu favor uma série de resultados que garantem a ida à decisão da Taça Cidade de Belém. Apenas uma derrota por três gols de diferença a favor dos santarenos eliminaria o Papão.

Jogar em casa, diante de sua torcida, parece não ter motivado muito a equipe santarena, que sentiu dificuldade desde o início, quando se viu envolvida pelo toque de bola do meio-campo alviazul. Eduardo Ramos, novamente, se comportou como o maestro das jogadas, e por diversas vezes presenteou os companheiros com ótimas assistências, numa delas, aos 39 minutos, Djalma escorou a bola para João Neto girar e arriscar uma espécie de voleio, desviado pelo zagueiro, e enganando o goleiro, 1 a 0.

Enquanto o Papão aumentava o volume de jogo, o Leão Santareno insistia em cair pelas laterais, com Levy e Jakinha. Lecheva, por sua vez, segurava a marcação para o combate e aos poucos soltava para o contra-ataque. De forma inteligente, o Papão passou o primeiro tempo inteiro com domínio visível, só não marcando mais gols graças a interferência do goleiro Jader e os desperdícios de Rafael Oliveira, pelo menos quatro. Há de se lamentar apenas um dado: os bicolores perderam o volante Esdras, que recebeu o terceiro cartão amarelo.

Na segunda etapa, prevendo o desastre em casa, o São Francisco se lançou ao ataque, mas sem objetividade alguma. Aos oito minutos, Ricardinho tentou o primeiro e a bola ficou na zaga. Aos 12, foi a vez de Jakinha, também sem sucesso. A desordem custou caro aos santarenos, que perderam até o técnico, expulso pelo árbitro Dewson Freitas, um caso à parte. Seis cartões amarelos e um vermelho; um treinador e Vanderson expulsos, um pênalti contestado e muita reclamação dos dois lados. Por fim, Yago Pikachu converteu a penalidade e o placar premiou o melhor.

Fonte: Diário do Pará.

 

 

2 comentários em “São Francisco perde para o Paysandu, no Colosso do Tapajós

  • 18 de fevereiro de 2013 em 17:31
    Permalink

    Esses bandos de mercenários (diretores do SFFC), é que são os verdadeiros culpados desses vexames,pois não contratam jogadores e ficam sacrificando esses jovens jogadores da região e a vergonha é essa que está ai. pois eles só sabem divulgar a renda que nunca passa de 5 mil Reais e todo mundo sabe que a capacidade do Barbalhão é de 12.500 pessoas. Cadê o ministério publico,policia,vereadores e deputados. CADEIA NELES !

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2013 em 15:11
    Permalink

    mais um para disputar o torneio valendo um cacho de açaí e uma cuia de bacaba, lá no CAMPO DO OESTE ( área verde) vai ser um torneio e tanto, carapanã vai ser o árbitro do jogo RAIMUNDINHO X FRANCISQUINHO. aí seu TOTI vai faturar no seu bar, cachaça e farinha para todos jogadores comer e beber com açaí e bacaba. estarei lá presenciando

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *