Nova prefeita de Faro visita MRN

Reunião em Faro
Reunião em Faro

O presidente da Mineração Rio do Norte, Júlio Sanna, recebeu na manhã de sexta-feira, 15 de fevereiro, uma comitiva do município de Faro. A reunião foi realizada no Escritório Central da empresa, em Porto Trombetas, com a presença de secretários municipais e vereadores.

Este foi o primeiro contato da nova gestão municipal de Faro com a empresa. “O encontro foi bom porque esclareceu dúvidas. Deste primeiro contato vamos sair com esperança de parceria. As prioridades de Faro são muitas, mas posso citar entre as mais urgentes a rede de escolas para atender a demanda, que é grande, e a reforma do hospital. A capacitação da mão de obra do município é uma outra necessidade. O próximo passo será levar ao conhecimento da população o que foi discutido aqui e fazer com que o povo tome conhecimento do que a Mineração pode ou não pode fazer por nós”, declarou a prefeita Marinete Machado.

Durante o encontro, a comitiva expressou a ansiedade pelo início das atividades de mineração no município. Mas o presidente da MRN sinalizou que a extração de bauxita em Faro ainda não tem data para começar. “O nosso mapa com as reservas de depósitos de bauxita, sinaliza que parte das reservas está em Faro. Mas, seguramente, essa atividade não ocorrerá antes de 2020, porque o processo demanda investimentos, construção e a empresa ainda avalia como realizar a operação no município com melhor aproveitamento do recurso mineral”, adiantou Júlio Sanna.

O presidente da MRN também fez uma avaliação positiva da reunião e se disse disposto a avaliar, através do Departamento de Relações Comunitárias, possíveis demandas do município que se enquadrem nos pilares trabalhados nos projetos de responsabilidade socioambiental da companhia.

Atualmente, Faro recebe investimentos sociais, entre eles, os projetos desenvolvidos no Fundo da Infância e da Adolescência (FIA) com apoio da MRN.

MRN divulga principais ações de 2012

A Mineração Rio do Norte publicou na sexta-feira, 15 de fevereiro, no Diário Oficial do Estado, o Relatório de Administração da empresa com as principais realizações de 2012. Entre os destaques da mineradora está a produção de 17,1 milhões de toneladas de bauxita, 1,8% acima dos 16,8 milhões de toneladas do ano anterior. As vendas somaram 16,9 milhões de toneladas, representando um decréscimo de 0,5% comparadas com o volume de 17,0 milhões de toneladas vendidas em 2011.

Do total de vendas, 59% foram destinadas ao mercado interno, suprindo as refinarias da Alunorte e da Alumar e 41% foram destinadas ao mercado externo, sendo: 18% para os Estados Unidos, 11% para o Canadá, 10% para a Europa e 2% para a China.

Em 2012, a MRN deu continuidade às obras de instalação da mina Monte Branco, prevista para entrar em operação este ano, que irá se juntar às duas outras minas em operação atualmente – Bela Cruz e Sacará.

Ainda no campo operacional, a empresa destacou em seu balanço anual o projeto de melhoria na planta de beneficiamento. Hoje em fase de construção civil, com o projeto a empresa deverá aumentar o valor agregado do produto da bauxita, reduzindo a umidade dos produtos na planta e ainda trazendo ganho ambiental com a redução de consumo de combustível na etapa de secagem do minério. O projeto deve ser concluído até o início do segundo semestre de 2013.

Fonte: RG 15/O Impacto e Ascom/MRN 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *