Estudo do Ministério da Justiça coloca Santarém entre as cidades mais violentas

Violência
Violência

O crescente índice de criminalidade preocupa autoridades e a população de Santarém, no Oeste do Pará. Assaltos, homicídios, roubos e furtos são registrados diariamente pelas autoridades de segurança do Município. Em um estudo divulgado pelo Ministério da Justiça, Santarém aparece entre as cidades mais violentas do Brasil.

O estudo foi realizado, em 2010, pelo Ministério da Justiça e Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em 283 cidades brasileiras que possuem mais de 100 mil habitantes, segundo o Censo 2010. Além de Marabá e Belém, também fazem parte desta lista Marituba, que aparece como a 15ª cidade mais violenta para jovens; seguida de Ananindeua, como a 28ª – na Região Metropolitana de Belém. Na sequência aparecem Parauapebas (29ª), Abaetetuba (31ª), Castanhal (50ª), Bragança (87ª), Santarém (107ª) e Cametá (116ª).

Nos dez municípios paraenses com população acima de 100 mil habitantes considerados violentos para o público jovem, crianças e adolescentes além de expostos à criminalidade, também estão à evasão escolar e a má distribuição de renda.

Para fazer o levantamento, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública levou em consideração os números de homicídios e de acidentes de trânsito que envolveram os jovens. Em relação à educação foram observadas a frequência e a evasão escolar, bem como a presença de adolescentes no mercado de trabalho. A geração e distribuição de renda, dos municípios, também foram alguns aspectos analisados.

As cidades consideradas violentas para os jovens brasileiros, segundo o IVJ-Violência, foram aquelas que obtiveram resultados de vulnerabilidade entre “alta” e “médio-baixa”. Das 283 cidades pesquisadas, 120 ficaram nestas médias – entre este total, aparecem os dez municípios paraenses.

 

Fonte: RG 15/O Impacto

7 comentários em “Estudo do Ministério da Justiça coloca Santarém entre as cidades mais violentas

  • 24 de fevereiro de 2013 em 13:08
    Permalink

    A violência cresce no Brasil, no Pará e também em Santarém e vamos ser justos culpar servidores pelo aumento da violência parece mais alguem com dor de cotovelo, querendo seu cargo de volta, vamos falar sério, o crescimento da violência tem que ser tratado como problema nacional, mudanças em nossas legislações urgente, sou um leigo mas não aguento mais a saidas temporárias de presos, fico com muito medo, e fecho meu mercadinho antes da hora, pois sei o que fazem quando saem nessas saidas.

    Resposta
  • 24 de fevereiro de 2013 em 12:34
    Permalink

    Segurança pública é muito mais além, não é só problena de polícia, seja civil ou militar, polícia é apenas a ponta e é claro de suma importância, mas temos que analisar em seu aspecto amplo, aqui no Brasil as leis são velhas e ineficazes, o governo federal que tem o congresso ao seus pés não toma pra si e muda nossa legislação, outra coisa importante é que não temos policiais suficientes pra fazer tantas prisões e as nossas leis velhimhas, fazem com a justiça liberem os criminosos constantementes. Então diante disso percebemos que culpar os servidores sejam policiais, MP, Judiciário é a forma mais rápida de culpar alguém. Pense nisso!!

    Resposta
  • 22 de fevereiro de 2013 em 06:26
    Permalink

    \’\’\’Antigamente todo mundo tinha uma arma em casa e o vagabundo pensava duas vezes antes de arrombar uma residencia pois sabia que ia se dar mal…hoje o ladrao rouba pois tem ceteza que o cidadao está desarmado….a culpa é nossa , pois fomos votar pelo desarmamento….e a violencia continua…e aí??/

    Resposta
  • 21 de fevereiro de 2013 em 01:18
    Permalink

    A imprensa deveria cobrar dos nossos Deputados, urgentemente mudanças na cúpula da policias aqui da nossa cidade, ninguém aguenta tanta violencia, a cidade não era assim, era uma cidade tranquila, onde tínhamos orgulho de viver, e agora passando por este tormento que é a falta de SEGURANÇA PÚBLICA.

    Resposta
    • 24 de fevereiro de 2013 em 13:00
      Permalink

      é muito fácil culpar os chefes das políciais, é muito fácil, mas com certeza a violência que esta chegando tende a aumentar, independente de quem é o chefe local, pois faltam leis severas pra colocar na cadeia delinquentes e não deixa-los sair, mas temos que perceber é que Santarém cresce e quem tem que fazer alguma coisa é nossos governantes, pois junto com crescimento vem a violência.

      Resposta
  • 21 de fevereiro de 2013 em 01:15
    Permalink

    Tá na hora de trocar os comandos da Policia Civil e Militar aki em Santarém, será que ninguém tá vendo . Depois que eles assumiram os respectivos comandos a Segurança Pública de Santarém foi de mal a pior, a violencia cresceu assustadoramente. Então GOVERNADOR, se não ta dando certo ta na hora de mudar. Mudança já

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2013 em 21:55
    Permalink

    MAJOR VALÉRIO FERREIRA VIU OU LEU AS PESQUISAS!
    POLÍCIA MILITAR FAZENDO SEGURANÇA DA YAMADA.
    O SENHOR TEM QUE VIR A PUBLICO SE DEFENDER!

    ESTOU LHE AGUARDANDO! COMANDANTE EM BELÉM JÁ ESTA SABENDO DO SEU TRABALHO!
    VOLTAREI

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *