Saúde pública em Santarém vira situação de emergência

Alexandre Von
Alexandre Von

Os inúmeros atropelos que vêem ocorrendo em Santarém, no Oeste do Pará, relacionados à saúde pública, fizeram com que o prefeito Alexandre Von, durante reunião com seus secretários na tarde de quarta-feira, declarasse situação de emergência na área de saúde do Município de Santarém, conforme Decreto 237/2013, de 18 de fevereiro de 2013.

SANTARÉM CONFIRMARÁ ADESÃO AO PROGRAMA MUNICÍPIOS VERDES 

No dia 05 de março, a Prefeitura de Santarém formalizará oficialmente sua adesão ao Programa Municípios Verdes  (PMV). A adesão do Município será realizada durante a 8ª Reunião do Comitê Gestor, que será realizada em Santarém. O Comitê zela pelo cumprimento dos objetivos do PMV, que tem como objetivos principais alcançar o desmatamento zero no Estado do Pará, a partir de um pacto contra o desmatamento e o fortalecimento dos órgãos municipais de meio ambiente.

DEFINIDOS PAINÉIS DO SEMINÁRIO ENTRE O PARÁ E O MATO GROSSO 

O prefeito Alexandre Von participou de reunião na Associação Comercial e Empresarial de Santarém onde ficaram definidos os painéis do Seminário entre o Pará e o Mato Grosso – que deve se chamar Seminário de Integração do Corredor da BR-163 – marcado inicialmente para os dias 4, 5 e 6 julho. Veja:

Painel de abertura: Plano BR-163 Sustentável;

  • Painel: Infraestrutura e logística;
  • Painel: Investimentos e Negócios Sustentáveis;
  • Painel: Políticas de Integração e Desenvolvimento Interestadual.

TEATRO DE IMPROVISO NA CASA DE CULTURA 

No apoio aos grupos teatrais, a Casa da Cultura, administrada pela Secretaria Municipal de Cultura (Semc), será palco do espetáculo:  Os Bem Intencionados. Em cena jogos de improviso: o público sugere os temas e os atores criam as cenas. Interação total entre platéia e elenco. A estréia será no domingo, 24, às 20h.

Os ingressos podem ser adquiridos na própria Casa de Cultura, antecipadamente ao preço de R$ 5,00 nesta quinta-feira, 21 entre 20h e 22h. Na sexta, 22 os preços variam: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (estudantes).

PAA REALIZA MAIS UMA ENTREGA DE ALIMENTOS NOS BAIRROS 

O Programa de Aquisição de Alimentos – PAA beneficiou nesta quarta-feira, 20, famílias carentes dos bairros São Cristóvão, Interventoria e São José Operário. A secretária adjunta de Trabalho e Assistência, Ivone Aguiar, acompanhou a entrega. Ao todo foram 30 toneladas de alimentos que vão beneficiar 1400 famílias. O PAA fortalece a agricultura familiar ao mesmo tempo em que atende a famílias em situação de vulnerabilidade alimentar. Os alimentos são adquiridos diretamente do produtor rural a preço de mercado, eliminando a figura do atravessador. Os alimentos são distribuídos a entidades soco assistenciais, que atendem às famílias. Em Santarém 45 instituições são cadastradas ao Programa.

PARFOR SERÁ DISCUTIDO EM BELÉM 

A titular da pasta de Educação, professora Irene Escher, participa nesta quinta, 21, e sexta-feira, 22, de um encontro em Belém, promovido pela Secretaria de Estado de Educação (SEDUC), cujo objetivo é discutir assuntos relacionados ao Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica – PARFOR.

O Plano Nacional de Formação de Professores – PARFOR busca capacitar 40 mil docentes do estado do Pará, cuja formação não atende as exigências da Lei Nº 9.394/96 (Lei de Diretrizes e Bases). O Plano também prevê formação continuada de professores da educação básica, incluindo pós-graduação (lato e stricto sensu).

AÇÃO EMERGENCIAL NO BAIRRO NOVA REPÚBLICA

Uma equipe da SEMINFRA está na Rua Tancredo Neves, no cruzamento com a Rua Rouxinol, no bairro Nova República, executando uma ação emergencial. O serviço é realizado devido à chegada do período chuvoso, quando a área fica vulnerável a alagamentos. O trabalho compreende a abertura de uma vala para que a água escorra e deságue no sistema de esgoto próximo dali, na Avenida Tancredo Neves, onde, inclusive, uma frente de serviço da concessionária Clean Service realiza serviços gerais de limpeza.

SEMAP INICIA A REVITALIZAÇÃO DA PRAÇA BARÃO DE SANTARÉM

Na Praça Barão de Santarém estão sendo realizados podagens corretivas e de levantamento em árvores, inserção de novas ornamentações, pinturas de vasos em forma de cariátides e gargalos, limpeza geral e o planejamento das atividades futuras. A expectativa é que o trabalho seja concluído dentro de 15 dias.

EQUIPE DA SEMJEL PARTICIPA DE REUNIÃO NO EIXO FORTE 

O secretário municipal da Juventude Esporte e Lazer, Erasmo Maia, acompanhado da equipe técnica da pasta – Ney Bendelack, Odonaldo Cardoso, Cléo Colares, Marcelo Lima e Weida Almeida – reuniu-se com lideranças comunitárias de Alter do Chão e região do Eixo Forte para apresentar a nova pasta da administração municipal e ouvir as demandas da comunidade. Entre as prioridades destacam-se: a revitalização da iluminação do campo de futebol da vila, construção de uma quadra de esportes, cobertura para a quadra da escola, implantação de uma academia pública e aporte financeiro para desenvolver os projetos já existentes: Garoto Bom de Bola, Aluno Nota 10 e Projeto Navegar. Lideranças de comunidades do eixo forte também pediram apoio na realização do Campeonato de futebol da região.

O titular da SEMJEL ressaltou que encaminhará as demandas para discussões internas dentro da pasta e na “medida do possível começaria a implementar alguma delas”.  Ao final da reunião ficou acertado que a SEMJEL participará do encerramento do campeonato de Alter do Chão, no dia 02 de março. E no dia 06, data em que a vila faz aniversário, a Secretaria desenvolverá atividades esportivas e de lazer. Na oportunidade, a seleção de futebol de Parintins estará jogando contra o selecionado local. 

Fonte: RG 15/O Impacto  e CCOM/PMS

 

3 comentários em “Saúde pública em Santarém vira situação de emergência

  • 22 de fevereiro de 2013 em 21:13
    Permalink

    se el
    e não aguenta a rudilha porque segurou o pote?

    Resposta
  • 22 de fevereiro de 2013 em 07:01
    Permalink

    aí vereador MATHIAS JUNIOR vc vai pegar r$ 400.000 para investir na informalidade do empreendedorismo em SANTARÉM. Amigo vereador faça uma nucleo para dar atendimento este povo. tenho certeza que ele precisou de transporte para levar sua filha e a senhora sua mãe para o hospital, e outros irão precisar,e outros estão já precisando de transporte e outro atendimento para fazer uma consulta, esta é a hora de entrar o vereador com seu trabalho para no bairro para o seu povo que o elegeu. só vereador vc não esta nem aí para o povo que o elegeu, o bom é manter o SÃO FRANCISCO NA ELITE DO CAMPEONATO PARAENSE. Vamos acompanhar para onde vai este r$ 400.000. ESTOU DE OLHO NO SENHOR!

    Resposta
  • 21 de fevereiro de 2013 em 14:33
    Permalink

    Quanto a Saúde Pública em Santarém mais especificamente no Pronto Socorro Municipal.
    Quando ocorre uma emergência com alguêm da nossa familia e somos obrigados a nos digirirmos ao PRONTO SOCORRO é que nos inteiramos da real situação vivida pelas pessoas que ali vão:
    Minha filha teve fratura exposta gravíssima passou mais de 12 (doze) horas para ser operada das quais a maioria ficou sentada em uma cadeira perdendo sangue, simplesmente porque não havia uma maca ou leito para que ela ao menos deitasse enquanto esperavamos o médico. Enquanto isto claro teve o atendimento básico feito por um abençoado Técnico de Enfermagem, que Deus o abençõe foi o único a se preocupar com o estado precario em que minha filha encontrava-se, e olha que passei a noite pedindo SOCORRO e só depois das 08:00 horas do dia seguinte o médico do novo plantão atendeu-a levando-a imediatamente para sala de cirurgia. Nos 03 (três) dias seguintes da operação ficou internada e eu pude observar a miséria e o sofrimento dos pacientes e a falta de responsabilidade, respeito e de humanidade dos nossos administradores. NÃO TINHA NADA NAQUELE HOSPITAL HÁ NÃO SER MUITO SOFRIMENTO E DESCASO, DESCASO não dos profissionais mas SIM de nossos governantes. 02 (dois) anos depois minha mãe enfartou e foi levada as pressas para o mesmo PRONTO SOCORRO e novamente presenciei DESCASO ainda maior. Minha mãe teve atendimento precario,não por falta de profissionais mas novamente por falta de uma maca ou um leito ou até mesmo uma sala (uma sala adequada)que fosse reservada para os pacientes que estivessem sentindo-se mal (era o caso da minha mãe, ela estava enfartando), que pudessem ficar em observação para que os profissionais acompanhassem a evolução do caso. Liberaram minha mãe que só não morreu graças ao nosso bom Deus e aos profissionais de súde que têm em minha familia que a atenderam em casa mesmo até chegar a segunda feira (era domingo)e a levarmos a uma Clínica particular. É UM VERDADEIRO CAOS A SAÚDE PÚBLICA EM NOSSA CIDADE.Por favor prefeito faça o que o senhor e a sua equipe têm a obrigação de fazer nos Cargos e Funções em que ocupam, vocês possuem o poder de acabar ou ao menos amenizar o sofrimento das pessoas, usem as verbas para o fim a que são destinadas NÃO FAÇAM DE CONTA QUE ESTÁ TUDO BEM, PORQUE NÃO ESTÁ, NA VERDADE ESTÁ TUDO MUITO MAL, NÃO SOMENTE NA ÁREA DA SAÚDE. Trabalhem em prol do povo em todas as vertentes.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *