SP: deslizamento de terra provoca morte

Deslizamento atingiu 24 veículos na Imigrantes
Deslizamento atingiu 24 veículos na Imigrantes

A pista sentido capital da Rodovia dos Imigrantes segue totalmente bloqueada, entre os km 62 e 40, na madrugada deste sábado (23), informou a Ecovias, concessionária que administra a estrada, uma das principais de ligação com a Baixada Santista. Naquele trecho, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou que uma pessoa morreu no deslizamento de terra de sexta-feira (22), que ainda atingiu 24 veículos.

Por conta do bloqueio, a Ecovias recomenda aos motorista evitem viajar para São Paulo nas primeiras horas da manhã.

Segundo a concessionária, os veículos já foram retirados da pista, mas há trabalho de limpeza a ser realizado na região e não há estimativa de tempo para a liberação do corredor.

A pista sentido litoral da Imigrantes não tinha lentidão por volta de 5h.

A Ecovias informou ainda que chove em alguns pontos do sistema Anchieta/Imigrantes, e o motorista deve ter cautela na estrada.

A Rodovia Anchieta tem trânsito livre no sentido da capital, e é a única opção para subir a serra. Mas a pista no sentido litoral tinha 12 km de congestionamento, entre os km 35 e 47.

Na Cônego Domênico Rancôni, há congestionamento do km 255 ao km 270.

Queda de barreira

A pista sentido Praia Grande da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega foi bloqueada no km 271, devido a uma queda de barreira por volta de 4h45 deste sábado. Esse incidente não atingiu veículos. O motorista usa um desvio que o leva à Anchieta para seguir viagem.

Morte

De acordo com a PRF, o deslizamento de terra de sexta matou uma mulher de aproximadamente 30 anos. O corpo foi encontrado por volta das 22h30. A PRF não sabe se a vítima era motorista ou passageiro de algum veículo. A polícia não descarta a hipótese de a mulher ter saído do veículo assustada com o deslizamento. O corpo seria encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Santos.

A Ecovias informou que 23 veículos de passeio e uma carreta foram atingidos pelo material que deslizou da encosta.

Equipes da área de tráfego e engenharia foram para o local com 12 caminhões basculantes, quatro escavadeiras hidráulicas, uma pá carregadeira e uma escavadeira sobre esteira para retirar o material.

Do G1, em São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *