Informe RC

QUEM NUNCA PECOU?

Não constitui segredo a existência do homossexualismo e abusos sexuais (pedofilia) na Igreja Católica, onde dirigentes “papas”, através de séculos, alguns foram apontados como adeptos destas práticas. O último, Bento XVI, até a escolha de seu sucessor, há poucos anos com humildade pediu perdão ao mundo pelos crimes praticados por pastores de seu vasto rebanho, extensivo as vítimas e familiares, as quais bilhões de dólares dos cofres do Vaticano foram direcionados a título de indenizações impostas pela Justiça de dezenas de países. Mas não é só a Católica vítima dessas chagas, outras igrejas também foram atingidas, sem nenhuma poder afirmar estar isenta desta contaminação. Nesta segunda 25/02, o chefe da Católica na Escócia, Cardeal Keith O’Brien pediu demissão (aceita) como arcebispo da diocese de St. Andrews e Edimburgo, acusado de atos atentatórios ao pudor, há 33 anos passados, por um jornal britânico. Outros ainda devem renunciar ou desistir de votar alegando idade avançada, pressionados pelas mesmas acusações feitas ao escocês. A bola da vez de alguns setores da imprensa internacional desligados de religião são os cardeais até a eleição do novo Papa. Certo estava Cristo quando disse a uma turba que apedrejava uma mulher (Maria Madalena), segundo a Bíblia: quem nunca pecou atire a primeira pedra. Ninguém atirou. Assim é o universo, uma mistura do puro com o pecador.

CONFISSÃO DUVIDOSA

A confissão duvidosa de um menor de 17, membro da torcida organizada do Corinthians, depois de 4 dias do ocorrido, ter atirado um sinalizador de navegação num estádio na Bolívia cortando a vida  de jovem estudante boliviano de 14, durante uma partida de futebol com o clube paulista, em nada deve mudar a situação dos 12 maiores presos pela Polícia local, acusados do crime, passíveis a 20 anos de prisão de acordo com as leis do país. Poucos acreditam nesta complicada e demorada versão do adolescente. Matar fora e dentro dos estádios no Brasil tornou-se banalidade, assim como menor delinqüente assumir a culpabilidade de crimes hediondos praticados por maiores. Para o Ministério Público paulista as brigas de torcidas dentro e fora dos campos de futebol são obras de marginais, muitos condenados a prisão pela Justiça. O lado triste desta tragédia atingindo o esporte nacional é do governo brasileiro através da Embaixada do Brasil no país vizinho, assumir oficialmente a defesa dos delinquentes pagando advogados, abrindo um precedente perigoso a situações futuras. Como a Bolívia trocou as terras do hoje estado do Acre com o Brasil, segundo alguns historiadores, por um cavalo, e existe entre os dois Tratado de Extradição, pode ser que no futuro os marmanjos da bola sejam trocados por sucatas de avião.

TROCA DE OFENSAS NO PRESÍDIO

Como a insegurança da população em Santarém não bastasse, não deve ser bom tomar conhecimento que a situação vivida pela administração da Penitenciária Agrícola do Cucurunã, acusada de contribuir com a bandidagem é pior. A listagem de maus feitos no interior da casa penal levada a OAB local é longa: mal trato a apenados, detentos que fogem para roubar, rebeliões, desrespeito a advogados, prostituição, entrada de celulares com conivência de agentes penais, abusos sexuais, uso e tráfico de drogas e outras tantas irregularidades ocorrendo no sistema carcerário do Município. Mês passado, na quinta-feira 21/02, numa visita-vistoria da direção da OAB local para constatar as denúncias não atingiu seu objetivo, se transformando num tremendo qüiproquó de ofensas e acusações cabeludas entre a direção da penitenciária e advogados que fariam corar de vergonha as meninas de “fino trato” da casa de saliências da Mariazinha no trevo do aeroporto. Enquanto as partes não se entendiam, negando verdades, nova tentativa de fuga dos presos era abortada. Se perdurar esta situação o povo está entregue às baratas.

ESCONDEM A VERDADE

Os donos da vida do proprietário da Venezuela e das instituições do País, não mais conseguem enganar a população do estado terminal do ditador Hugo Chavez, com sua chegada, em segredo, a Caracas vindo de Havana e conduzido a um Hospital Militar desenganado por médicos cubanos após sua 4ª operação para debelar um câncer. Serviçais do governo com acesso ao outrora todo poderoso informam de Chavez estar se apegando a Cristo “com saúde era ateu” para sobreviver, recebendo energia cósmica de orações feitas por índios Maias e seu estado de saúde ser grave, piorando a cada dia, acometido de insuficiência respiratória, respirando por aparelhos. Entre seus seguidores do “socialismo bolivariano”, como Evo Morales, não teve acesso ao doente, nem para ver de longe, o que afugentou as visitas de mandatários de países aliados. Preparar a população para anunciar o desenlace é custoso, menos que falar a verdade, para quando chegar não ser novidade.

NA CASA DO SEM JEITO

Cultores do direito apontam a morosidade do Judiciário como irmã da corrupção e da impunidade, pior quando a Justiça contribui para isso. Lembram do caso ocorrido no Rio de Janeiro quando filho do homem mais rico do Brasil “Eike Batista” defendido por  criminalista famoso “Marcio Thomaz Bastos, ex ministro da Justiça”, pilotando possante Ferrari de 3 milhões de reais com excesso de velocidade (135km/h) atropelou e matou em março de 2012 um operário que voltava do trabalho para casa, pedalando uma bicicleta? Pois bem, em menos de ano as coisas mudaram, vamos lá: o laudo da perícia a época atestou do motorista ter abusado da potência do veículo e praticado homicídio doloso, apreendendo a Carteira de Habilitação. Seis meses depois sua habilitação foi devolvida e na quinta feira (21/02) a 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Guanabara por 2 a 1 decidiu abolir do processo  o antigo laudo que indicava alta velocidade, por um recente com nova perícia, e do crime passar a ser culposo. O próximo passo deve inocentar o atropelador e condenar o ciclista. Quem tem dinheiro, nome e prestígio faz o que quer. No trânsito não tem Lei Seca do Álcool Zero que resista.  Mata quem pode, morre quem quiser.

FÁBRICA DE MOSQUITOS

Na sessão de 3ª feira no “senadinho” das laterais da Garapeira Ipiranga na Praça da Matriz, “senador” comentava ter visto domingo (17/02) pela manhã adulto passando repelex pelo corpo antes de visitar familiar residente no Cemitério N. S. dos Mártires. Perguntado por que, respondeu: vou enfrentar matagal, entrar num ninho de carapanãs e meruins numa das maiores fábricas do inseto transmissor da dengue na cidade. Pior só no terreno do antigo estádio, pertencente a empresa Y. Yamada, onde ninguém tem acesso, nem mata mosquitos. Quanto ao cemitério ainda vá lá, respondeu outro “senador”: o prefeito sessenta dias no cargo do jeito que encontrou a cidade não pode fazer milagres, mas na área de propriedade da rica Y. Yamada, abandonada há anos, fabricar mosquitos não faz sentido, até os muros correm risco de desabar ocasionando vítimas. E a secretária de Saúde onde fica nessa história de desamor da Yamada pelo povo de Santarém?

FOGOS NA CHEGADA

Organizações criminosas atuando sob orientação dos líderes cumprindo penas nas penitenciarias (federal ou estaduais) de segurança máxima estão sendo mostrados pela imprensa nacional como mais organizados que o Ministério da Justiça, das Polícias  e das Forças de Segurança Nacional encarregadas de oferecer tranqüilidade a famílias amedrontadas pela violência  e  uso exagerado de drogas (cocaína e crack), dos quais somos o maior consumidor do planeta, graças ao despoliciamento das fronteiras com países produtores, fazendo do Brasil corredor de distribuição aos mercados consumidores. Como a violência não para, os Fernandinhos Beira-Mar e Marcolas são os donos da bola, os presos “4” enviados de Santa Catarina semana passada em avião da FAB para Penitenciaria Federal de Segurança em Rondônia foram recebidos com fogos pelos colegas locais, 6 veículos com intervalos de 2 horas foram incendiados na capital Porto Velho, o mesmo ocorrendo na cidade de Mossoró no Rio Grande do Norte onde 37 desembarcaram. O uso de aparelhos celulares com ligações criminosas são apontados como portadores dos avisos. O Pará, por não dispor de alojamentos “seguros” deve estar livre desses tipos comemorações.

SEM NOVIDADES

Há setores no governo municipal onde o titular não precisa de tempo para mostrar trabalhos, como o dos Transportes hoje Mobilidade e Trânsito. Entendeu do riscado, como o professor Clauriberto Levy “expert” na matéria, é vapt-vupt, o que não ocorreu nesses dois meses. O trânsito na cidade apontado como crítico, avacalhado e desorganizado até o último dia da administração passada, ocasionando acidentes com perdas de vida, continua o mesmo. Novidade, o que não é, são as reclamações graves dos moradores e visitantes do balneário da Vila de Alter do Chão feitas contra a empresa de ônibus  Viação Borges e da existência de mototaxistas clandestinos mancomunados com ladrões assaltando pelas ruas, como ocorreu na orla da cidade em frente ao rio com o vereador Silvio Neto, pungado de seus pertences.

PARTIU TUCANO

Reconciliado com Deus e em paz com amigos dos quais se afastou nos últimos 8 anos de vida, o médico Almir Gabriel falecido aos 80 anos deixa um vazio na política do Pará. Sua brilhante trajetória com mandatos pela terra “prefeito de Belém, governador duas vezes, senador da República”, candidato a vice presidência “1990” e um dos fundadores do PSDB, mostra quanto foi operoso, competente e estimado. Algumas de suas realizações espalhadas pelo estado vão perpetuar seu nome na memória de gerações, principalmente em municípios do Oeste Paraense aos quais trouxe energia de Tucurui, como em Santarém, Itaituba e muitos outros. No fundo partiu voando como tucano.

DEIXEM O NICOLAU EM PAZ

Não conheço pessoalmente o vereador Francivaldo Ferreira Gomes “PP”, conhecido como Nicolau do Povo, mas sei tratar-se de cidadão que quando funcionário público no governo da ex-Prefeita, cumpria suas obrigações. Eleito Vereador, começa sentir da inveja ser maior que a floresta, como afirmava no início dos anos 50, o ex-Deputado socialista de verdade, Cléo Bernardo (falecido), nascido e não eleito por Santarém. Seus “companheiros” querem tomar seu mandato na marra, acusado de não cumprir compromisso assumido numa reunião registrado em ata com assinaturas dos participantes de votar no candidato apoiado pela legenda a presidência da Câmara no qual o apontado perdeu “12 a 9” em votação secreta. Ganhou fama de traidor e processo interno do partido na Comissão de Ética a ser apreciado pela Regional. Vai dar em nada, não tem como provar, o voto foi secreto. Que seja expulso do PP, o que também não pode, ainda vá lá, mas cassar o mandato do Nicolau a distância é grande. Tem colegas que praticam traição de maneira pior, sem usar voto secreto.

POLÍCIA SEM CULPA

Causa preocupação em Santarém a onda de violência, assaltos e roubos em residências, casas comerciais e nas ruas, ocorrendo hora a hora tomando conta da cidade, sem a Polícia ser apontada como culpada dessa proliferação de gangues, usuários de drogas e de bocas de fumo nas periferias alimentando viciados (milhares). A Superintendência da Polícia Civil local tem feito o que pode para combater, mas tem sido em vão por não dispor de material humano, equipamentos, veículos e combustível para policiar acima de 50 bairros e possuir uma única Seccional a serviço de mais de 200 mil habitantes fora ocorrências dos municípios vizinhos que fazem parte de sua jurisdição, o que torna Santarém no momento refém da marginalidade. O governador Jatene está vindo à cidade anunciar obras, bom seria incluir a Polícia neste pacote de bondades, que por governos tem sido esquecida, o que não ocorre com a de Belém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *