Deputado cobra investimentos na segurança e pede investigação nas denúncias de tortura

Hilton Aguiar reuniu com o delegado geral Rilmar Firmino e secretário de segurança pública Luiz Fernandes Rocha
Hilton Aguiar reuniu com o delegado geral Rilmar Firmino e secretário de segurança pública Luiz Fernandes Rocha

O deputado Hilton Aguiar assim que soube da fuga de presos da Casa Penal de Itaituba, procurou o Secretário de Segurança Pública do Estado, Luiz Fernandes Rocha, e o Delegado Geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino, ocasião em que cobrou melhoria na segurança da casa penal do município de Itaituba, como também investigação sobre as acusações de torturas dos detentos durante a ocupação do presídio.

Na sexta-feira (01), estiveram em Itaituba os deputados da comissão de Direitos Humanos da AL que ouviram os presos e a direção do presídio local, além de realizar audiência pública à tarde na Câmara Municipal, onde ouviram os depoimentos dos familiares dos presos, além de representantes de entidades locais. O deputado Hilton Aguiar, que é o representante do Município na Assembléia Legislativa do Estado, não pode comparecer a audiência por problemas de saúde, pois está com suspeita de dengue.

O Deputado afirmou, também, que sempre tem lutado para melhorar a segurança pública de Itaituba e região, com aquisição de veículos para as polícias Civil e Militar, além de incentivar apoio aos detentos, com vistas a desenvolver o conhecimento de atividades profissionais a serem realizadas após cumprirem suas sentenças.

Hilton denuncia péssimas condições de rodovias na região Oeste: O deputado Hilton Aguiar (PSC) visitou o município de Oriximiná, mas antes de chegar até o Município, ele conheceu de perto a precariedade em que se encontra a PA-254, que está quase intrafegável. A rodovia tem 288 km e é o principal eixo rodoviário da região Oeste do Pará. O leito da estrada é todo em piçarra. No primeiro governo Almir Gabriel, foi implantado o trecho Prainha/Almeirim, via Monte Dourado. Também foi implantado o Ramal do Flexal, integrando o recém-criado município de Curuá e a localidade de Flexal, em Óbidos, ao eixo da PA-254.

Outro problema sério nesta rodovia são as péssimas condições das pontes, em sua maioria caindo aos pedaços, causando risco para os motoristas que necessitam desta importante rodovia.

O Deputado registrou, com fotos e vídeos, as condições em que se encontra a rodovia e irá levar ao conhecimento do governo do Estado, para que possa ser destinados investimentos para recuperação imediata da mesma, já que a rodovia é o principal de ligação entre 10 municípios da região Oeste do Estado. Além da PA 254, Hilton Aguiar também cobrará a recuperação das PAs 437 e 249.

Chegando na cidade de Oriximiná, o deputado Hilton Aguiar se reuniu com lideranças do PSC local, com empresário Fernando Andrade e com lideranças evangélicas e políticas, no Templo em construção da Assembléia de Deus, sob a Coordenação do Pr. Nildison Siqueira Farias. O Deputado assumiu compromisso de ajudar com R$ 60.000,00 na cobertura do templo, que será repassado ao Pastor Nildison, em março ou abril.

Deputado Hilton Aguiar ouvindo as reivindicações da direção da Santa Casa de Óbidos e de médicos
Deputado Hilton Aguiar ouvindo as reivindicações da direção da Santa Casa de Óbidos e de médicos

Reforma da Santa Casa de Óbidos: Na visita que fez ao município de Óbidos, o deputado Hilton Aguiar visitou a Santa Casa, onde verificou de perto a situação das instalações deste importante hospital para os moradores do Município. O Deputado conversou com médicos e a diretora da Santa Casa, na ocasião em que todos pediram ao Deputado que interviesse junto ao governo do Estado, para que seja feita a reforma da Santa Casa. Hilton Aguiar se comprometeu em buscar recursos para reforma da instituição de saúde, informando que o hospital necessita de reforma urgente, pois é um referencial para população que necessita de um atendimento médico de qualidade.

Fonte: RG 15/O Impacto

 

Um comentário em “Deputado cobra investimentos na segurança e pede investigação nas denúncias de tortura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *