Descaso – Município de Itaituba mergulhado no buraco

Buracos e lixo estão proliferando nas ruas de Itaituba. O descaso com o povo é total
Buracos e lixo estão proliferando nas ruas de Itaituba. O descaso com o povo é total

A população de Itaituba, no Oeste do Pará, não agüenta mais viver a situação de calamidade pública com tanto buraco espalhados nas ruas da cidade. Quando assumiu o governo municipal, a prefeita Eliene Nunes tentou tapar os primeiros buracos com brita e areia e não deu certo. Devido não ter de imediato realizado a operação tapa buraco com asfalto, os buracos tomaram conta das ruas. Cada dia que passa aumenta mais, se transformando em crateras.

Na Rodovia Transamazônica, trecho urbano, é a pior via pública, como também é a principal via de escoamento da cidade. Ali não são apenas buracos, mas enormes crateras, que quando os veículos passam mergulham parecendo dentro de um rio. Os milhares de buracos existentes na Rodovia Transamazônica diariamente provocam acidentes no trânsito, inclusive inúmeros com vitimas fatais.  Diariamente os canais de televisão estão anunciando acidentes nas ruas de Itaituba, causados pela buraqueira. Cada vez que se ouve a sirene das ambulâncias tocar, é sinal de mais uma vítima dos buracos na cidade. Isto ocorre 24 horas.

O ex-vereador Peninha lamenta o que está acontecendo em Itaituba. Disse que mora em Itaituba há 30 anos e nunca viu o Município viver um momento tão crítico como hoje. O que mais revolta o ex-parlamentar é que a Câmara de vereadores é omissa, pois nenhum Vereador se pronunciou principalmente sobre a buraqueira que toma conta da cidade. As entidades estão caladas, sindicatos, associações e etc, e ninguém defende a população, ressaltou Peninha. Outro fato que vem revoltando a população acrescentou Peninha, é que até agora a prefeita Eliene Nunes não disse nada sobre esta situação. Só vive viajando e pedindo paciência para a população, que diariamente só vê as coisas piorarem.

Em entrevista à imprensa na quarta-feira, dia 13, a Prefeita prometeu que na segunda-feira, dia 18, começa a operação tapa buraco, pois já comprou asfalto e criticou os ex-prefeitos, culpando os mesmo de serem responsável pelos buracos nas ruas da cidade, porque o asfalto é de má qualidade. Se comprometeu e fazer asfalto de boa qualidade, mas agora só vai tapar buraco. “Espero que pelo menos sejam tapados os buracos e que a Prefeita pare de culpar os outros pelos problemas. Eles existem e ela tem que resolver, pois para isso foi eleita”, concluiu Peninha.

O ex-edil que foi eleito, mas não pode assumir o mandato, lembra que na semana passada também denunciou a este Jornal, a situação da saúde em Itaituba e aproveitou para reforçar sua denúncia dizendo que enquanto falava da crise da saúde de Itaituba, morria em Santarém uma criança com menos de um ano, provavelmente teve seu estômago perfurado no Hospital Municipal de Itaituba e sofreu hemorragia. Esta acusação foi feita ao ex-Vereador pelos familiares da criança, que foram informados pelos médicos de Santarém que a atenderam. Outro caso foi de um jovem de 15 anos, que ficou quase uma manhã sem atendimento no Hospital e veio a falecer. Os familiares disseram a Peninha, que enquanto era preenchido o TFD do jovem para ser transferido para Santarém, seus familiares já estavam chorando sua morte na pedra no próprio Hospital de Itaituba. Este exemplo, a família deu ao ex-Edil para mostrar tamanho é o descaso com a saúde em Itaituba.

Outro morador revoltado com a situação de abandono de Itaituba é Carlos Santos. Ele disse que nasceu e vive em Itaituba durante seus 26 anos e nunca viu a cidade ficar abandonada por um Prefeito, pois até o pior prefeito que Itaituba já teve, disse que foi Benigno Olazar Reges, mas que os buracos eram pelo menos tapados. O agricultor Reginaldo Ferreira, da comunidade do Degredo, disse que cada vez que vem a cidade fica assombrado de ver as ruas esburacadas. “Quando chove, aí é que os buracos aumentam. Até mesmo quem anda de bicicleta enfrenta problemas com os buracos nas ruas. São todas as ruas da cidade que estão cheias de buracos”, disse Reginaldo.

“O que estamos vendo hoje é uma Prefeita apática, sem rumo e direção e não sabe como resolver nossos problemas”, assim expressou Antonio Ferreira, morador do São Luiz do Tapajós. “Quando venho na cidade tenho vergonha de ver tal situação e a reclamação é geral. Até os eleitores de Eliene estão arrependidos de elegerem ela Prefeita. Na campanha dizia que sabia como fazer e agora não consegue fazer nada”, finalizou Antonio. A funcionária concursada do município, Lindomar Moraes, em seu Faacebok diz que estava feliz porque sua cidade natal melhorou muito, pois de vários buracos, agora virou só um buraco. Criticou a administração de não estar resolvendo os problemas do dia a dia da população, principalmente os buracos, que estão deixando a cidade a maior vergonha de sua historia.

Fonte: RG 15/O Impacto e Nazareno Santos

2 comentários em “Descaso – Município de Itaituba mergulhado no buraco

  • 28 de março de 2013 em 21:14
    Permalink

    Vergonha é o escambal tu é cega ou não enchega direito puxa saco que o peninha nunca fez nada todo mundo sabe mais uma coisa e verdade tudo o que ele falou vergonha sim tenho vergonha de morar em uma cidade toda esburacada fui recentimente em Santarem e não da nem pra comparar vc dirige até com as janelas do carro abertas fazer isso aqui é comer poeira e como se não fosse pouco a desgraça buraco pra todo lado já vão 3 meses ou mais e nada de fazer porra nehuma !

    Resposta
  • 8 de março de 2013 em 17:12
    Permalink

    Esse ex-parlamentar fracassado devia ter vergonha na cara e parar com esses ataques à atual Prefeita. Esses imbecil ha bastante tempo atrás, por conta de sua vida medíocre, vivia falando mal do maior homem Publico que Itaituba ja teve : Wirlande Freire. O Povo cansou desse tipinho politico. Você devia sim, quando Parlamentar, ter trabalhado, mas preferiu pautar seus mandatos a tentar denegrir a imagem de todos os que lhe negavam apoio para maracutaias.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *