Carnes processadas aumentam risco de morte, diz estudo

Carne
Carne

Salsicha, presunto, bacon e demais carnes processadas aumentam o risco de morte causada por câncer e doenças cardiovasculares, sugere estudo publicado no jornal BMC Medicine, que acompanhou durante 13 anos cerca de meio milhão de europeus.

De acordo com os cientistas, aqueles que consumiam mais de 160g de carnes processadas por dia registraram 44% mais chances de morrer durante o período do estudo do que os que consumiam cerca de 20g. Ao todo, quase 10 mil participantes morreram de câncer e 5,5 mil de problemas cardíacos,

Pesquisa desenvolvida pelo IBGE — Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) em 2008 e 2009 — indica alta frequência de consumo destes produtos no Brasil, em especial na população mais jovem e nas pessoas urbanas que fazem suas refeições fora de casa.

— Alimentos processados a base de carne possuem maior teor de gordura saturada em relação à carne natural. Esse tipo de gordura estimula o aumento dos níveis de colesterol e o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Os embutidos também contêm excesso de sódio, que pode provocar pressão alta, e conservantes, como nitritos e nitratos, que no nosso organismo são convertidos em substâncias potencialmente cancerígenas — ressalta a nutricionista do Centro de Recuperação e Estudo da Obesidade (CREEO), Raquel Eccel.

FONTE: ZERO HORA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *