Denúncia – Serraria instalada dentro de APA em Belterra

Vereador Betão faz a denúncia
Vereador Betão faz a denúncia

O vereador Betão (PMDB), um dos mais atuantes no município de Belterra, no Oeste do Pará, usou a tribuna da Câmara Municipal para denunciar a instalação de uma serraria em uma Área de Proteção Ambiental (APA ARAMANAI),sem que a Secretária de Meio Ambiente do Município nada fizesse para impedir este fato, que tudo indica ser contrário á Lei.

Betão também cobrou providências quanto à atuação da Secretaria do Meio Ambiente, comandada pelo PV, de Joãozinho do Mel. O vereador Betão denunciou que um importante plantador de soja despejou grande quantidade de agrotóxicos nas intermediações da BR-163, causando pânico nos moradores da área, inclusive que o próprio Vereador vem sendo prejudicado pela atitude do sojeiro. O Vereador disse que não sabe pra que serve a Secretaria de Meio Ambiente de Belterra. A população belterrense pede providências às autoridades competentes, “pois quem tem rabo preso, com certeza não pode legislar em favor do povo, somente em causas particulares”, declarou Betão.

O vereador Joãozinho do Mel defendeu seu irmão, quer é o Coordenador de Meio Ambiente de Belterra, e disse que o tempo que o seu partido está no comando da Secretaria de Meio Ambiente fez mais do que os oito anos anteriores, deixando a entender que os governos de Oti Santos e Geraldo Pastana nada fizeram em relação ao meio ambiente em Belterra.

O vereador Helivelton (PT) defendeu a instalação da serraria na APA ARAMANAI, às margens da comunidade de Pindobal,argumentando que o empreendimento vai gerar tributos para os cofres municipais e empregos para seus defensores. Esquecendo-se que a área onde a Serraria está se instalando é de preservação ambiental e protegida por lei.

Prefeita é criticada: A prefeita Dilma Serrão (PT) foi alvo de questionamentos de seus aliados e oposição, que pediram providências diante da calamidade constatada no trânsito e o perigo que o meio ambiente corre em Belterra, com a Secretaria de Meio Ambiente sem fazer nada em relação à instalação da Serraria em Área de Proteção Ambiental (APA) com risco para toda a comunidade de Pindobal e Iruçanga com possível contaminação do rio Tapajós.

O vereador Joãozinho do Mel (PV) desceu a ripa no governo de Dilma Serrão, cobrando providências quanto ao DEMUTRAN, comandado por Laércio Paz (PSB), que nas palavras do edil está devendo trabalho à sociedade de Belterra que está sofrendo com os constantes acidentes ocorrido no trânsito da cidade.

Joãozinho do Mel disse que sua atitude é em favor do povo, pois “se não cobrarmos agora, ainda teremos morte por mais quatro anos e isto eu não vou aceitar”.Curiosamente, enquanto o vereador discursava pedindo agilidade dos responsáveis pelo trânsito, a viatura que é ou era do Demutran estava estacionada do lado de fora da Câmara de Vereadores, sendo que o veículo já está descaracterizado e ao que parece não deve retornar ao Demutran de Belterra.

 

3 comentários em “Denúncia – Serraria instalada dentro de APA em Belterra

  • 15 de março de 2013 em 13:46
    Permalink

    Gerar renda e corrupção. Vergonha teu nome é uma serraria tirando madeira noite e dia de dentro da flona!

    Resposta
  • 14 de março de 2013 em 21:14
    Permalink

    A Serraria se instalou de forma irregular sim!
    A área onde esta instalada a SERRARIA é dentro da APA ARAMANAI, criada por Dr. Oti Santos, quando foi prefeito, através da Lei n.º 97/03.
    As comunidades que estão na APA ARAMANAI são: PINDOBAL, IRUÇANGA, PORTO NOVO,CAJUTUBA, ARAMANAÍ, SANTA CRUZ E PARTE DA COMUNIDADE DE SÃO DOMINGOS.

    Resposta
  • 14 de março de 2013 em 17:37
    Permalink

    Qualquer Industria Madeireira gera Riqueza social, tanto nos empregos quanto em arrecadação de impostos, Duvido que a empresa iria se instalar em local proibido, na verdade esse \”zé povinho\” é fofoqueiro e não tem capacidade de EMPREENDER NADA. É Contra tudo e quer viver de esmola federal até pra comer.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *