Informe RC

DEDOS DE SILICONE

Caso 10% do dinheiro desviado no governo da companheira Dilma “exposto na mídia” pela corrupção fosse destinado a acabar com a pobreza no País, seria mais fácil do que através de decretos com finalidade eleitoreira. Vamos ao que interessa: domingo, em São Paulo, no município de Ferraz Vasconcelos “região metropolitana”, a Polícia prendeu médica de 29 anos (ré confessa) lotada no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência “SAMU” que usava dedos de silicone com digitais de médicos e enfermeiros, com os quais marcava ponto dos colegas que faziam 5 plantões/mês reduzidos pelo esquema a um, com cada beneficiado pagando uma cota/mês ao diretor do órgão que alega inocência. Pelo acontecido na cidade paulista se pode deduzir o volume de desvios ocorrendo no território nacional na grana do SUS. A médica foi liberada horas depois, passando a responder pelo crime em “eterna” liberdade. Puta, pobre, preto ou ladrão de galinha, num rolo como esse, passariam anos presos para serem julgados. Ainda insistem em dizer sermos todos iguais diante das leis. Só debiloide acredita.

REVELAÇÃO GRAVE

Dados fornecidos pelo Sindicato dos Servidores do Detran e divulgados na mídia mostra da frota de veículos que circula no Estado, estimada em 1.2 milhão, 47% está com licenciamento anual vencido, inadimplente, transitando ilegalmente e debitado a falta de fiscalização do órgão que possui no Pará, pouco mais de 300 fiscais e quase 200 lotados em Belém, deixando 2/3 do Município do interior enfrentando situações graves pela falta de pessoal e da autarquia se encontrar sucateada e salários defasados de funcionários devido a má administrações e despesas superfaturadas propiciadas por uma arrecadação superior a 250 milhões de reais anuais. Se amanhã alguém perder a vida, ocasionada por acidente com o veículo irregular, as seguradoras estão isentas de pagar mixaria a familiares das vítimas, e a responsabilidade passa a ser do Estado, onde o preço de cada vida pode chegar a milhões. A denúncia é grave.

MUDANÇA DE FERIADOS

É grande a pressão dos sindicatos para reduzir a jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais- privilégio de poucos países tidos como desenvolvidos o que, com certeza, não ocorre com o Brasil, visto como subdesenvolvido (atrasado). Em recente pesquisa bancada pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro -analisando todos os estados- mostrou das indústrias paraenses terem perda de R$1.3 bilhão com feriados (12 nacionais e 1 estadual neste ano de 2013), havendo movimento para deslocar estas folgas coletivas para sexta ou segunda feira, o que deu certo com resultados econômicos favoráveis em vários países como China e Portugal. Neste sentido, desde 2011 tramita no Congresso Nacional projeto de lei federal n°2257 que, caso aprovado, dará a indústria brasileira poder de competição dos produtos nacionais com os importados. A mentalidade do assalariado brasileiro é bem diferente, pra feriar não precisa de número vermelho no calendário.

SE VERDADE, NÃO É BOM

Gente esclarecida, eleitores nas municipais de 2012 do atual Prefeito, numa rodada de amigos, onde se jogam palavras ao vento, afirmavam começar a ficar arrependidos do voto dado ao gestor por estar recrutando pessoas estranhas (de fora) para comporem sua administração ocupando cargos de chefia, como se não existissem no Município elementos habilitados a serem aproveitados, já que próximo a 10 escolas de nível superior estão estabelecidas em Santarém formando milhares/ano, inclusive médicos e engenheiros civis. Caso verdade, o Alexandre cai no mesmo erro de governos petistas, “que aproveitam companheiros filiados a legenda” e deve estar enganado quanto à inteligência local ou das faculdades estarem ministrando cursos com aprendizado abaixo do desejado pelo prefeito.

ÁREA EM PERIGO

Denunciado mais de ano por esta coluna e tido como dos bens mais pesados da herança recebida pelo prefeito Alexandre Von de administrações passadas, o cais de arrimo “trechos” em frente à cidade ameaçado de desabar, deve merecer cuidados especiais não um simples trabalho de recuperação a espera do momento adequado como afirmam “técnicos em estruturas” lotados na Seminfra. Qualquer leigo em régua, cálculo e compasso vai verificar de parte da primorosa “obra de engenharia” da famosa empreiteira Mello de Azevedo, campeã em superfaturamento, está se deteriorando, com solo cedendo e água infiltrando. O bem intencionado Prefeito devia solicitar ao Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil do Estado um diagnóstico da área em perigo e se a mesma suporta servir de trapiche a centenas de embarcações atracando e desatracando diariamente neste inverno.

PODE HAVER SURPRESAS

Posições políticas, nuvens e birutas de aeroporto, mudam de acordo com o vento. Nas eleições majoritárias para o governo do Estado (10/2014) no quadro atual o governador Simão Jatene “PSDB” é pule de 10, imbatível. Mas o jogo pode mudar caso o atual ministro da Saúde, Alexandre Padilha, eleitor em Santarém, não dispute em São Paulo, e concorra no Pará, o que ascende sinal de alerta no arraial tucano. Para petistas no Estado já transmitido a cúpula nacional, Padilha é o único nome competitivo a enfrentar com chances Jatene, por congregar maioria das legendas ligadas a presidente (candidata a reeleição) no plano federal, com exceção do DEM, PPS. E o PSB, se não tiver candidato, embarca na canoa.

DECLARAÇÃO INFELIZ

Ocupante da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transporte de Santarém, dote político da Igreja da Paz e do soldado PM da reserva, vereador Reginaldo Campos, está tornando este setor da administração bastante polêmico, ocupando espaço na mídia local não pelos feitos de sua pasta e sim pelo volume de reclamações do povão “usuários” contra proprietários de veículos de transporte coletivo. Coisas do cotidiano, como dizia a teatrólogo e jornalista Nelson Rodrigues. ASsecretária foi infeliz ao declarar ser a população responsável pela proliferação de mototaxistas clandestinos, por darem preferência a quem vive a margem da lei, onde existem assaltantes e servidores de traficantes usados na entrega de drogas pedidas pelos viciados, fora vítimas fatais e deficientes físicos causados pelo transito desordenado. Não vemos como culpar a população por esta parte podre da sociedade, existente em todo o Brasil. Por enquanto a pastora não pode ser apontada culpada dessa bagunça geral, mas se não extirpar, embora respeite seu ponto de vista, enquanto é tempo, vai.

DEDO NO SUSPIRO

O pedido do vereador Paulo Gasolina “DEM” na Câmara Municipal, da criação duma CPI para apurar o que de real existe e os critérios adotados para oficializarem áreas de reservas florestais indígenas e quilombolas no Município, é um trabalho que deve ser apoiado pelo Executivo, Legislativo e todas as camadas bem intencionadas da população para acabar de vez com esta farsa e chamar a atenção dos governos contra os danos causados a Santarém por ONGs do atraso usando “laranjas”, desavisados e bem remunerados (com instrução primária), querendo engessar o progresso da região. Transformar a vila de Alter do Chão em território indígena Borarí e o bairro do Maicá em área quilombola, sem terem por que, se constitui uma agressão a nossa história.

ROUBOS TÉCNICOS

Como assalto a Bancos e destruição de caixas eletrônicos no País está se tornando banalidade, os marginais do ramo começam a se aprimorar neste tipo de roubo aliciando para as quadrilhas técnicos em informática especializados na engenhoca eletrônica bancária. Parte dos caixas, em alguns estados, não está mais sendo destruída com uso de dinamites e sim por meio de aprimoramentos modernos que permitem programar os caixas para fazerem saques ilegais mais simples, com uso do papel laminado e guarda chuva permitindo a retirada por inteiro da peça onde o dinheiro fica armazenado sem disparar sinal de alarme, como ocorria anteriormente. A técnica em uso pela bandidagem não ocasiona perda de dinheiro, destruição de paredes e nem de vidas. Só falta a Polícia se adaptar as novas regras.

A ESPERA DE MILAGRE

O ex-prefeito de Monte Alegre, o “educado” Jardel Vasconcelos “PMDB”, tem assegurado a correligionários a esperança de retomar a Prefeitura, depois de ser enquadrado pelo TRE do Pará, na lei da Ficha Limpa, como dono de contas sujas e maquiadas, asseguradas por técnicos do TCU em dinheiro canalizado a Prefeitura pelo Ministério da Saúde quando de sua primeira administração. O recurso do Jardel contra a decisão do eleitoral estadual, cassando seu mandato e aplicando inelegibilidade por 8 anos, desde sexta anterior (8) começou dormitar no Supremo Tribunal Federal sem ano e data para ser apreciado. Tempo suficiente para o médico Sérgio Monteiro PT terminar o segundo mandato se disputar (2016) a reeleição.

SEDE AO POTE

A coluna foi das primeiras a advertir do perigo de prefeitos que receberam prefeituras de adversários, vencedores na última municipal de 2012, declararem estado de calamidade pública sem base jurídica, e nada que justifique, a não ser desqualificar o antecessor e pressa de alguns em usar recursos públicos sem licitações nos primeiros meses da administração. Não deu outra. Dos mais de 20 no Estado que trilharam este caminho o TCM e Ministérios Públicos federal e estadual devem fiscalizar 3, e 1 se situa no Oeste paraense. Prefeitura dez vezes menor, em 2 meses gastou combustível superior a de Santarém. Vão saber se o Prefeito está em pleno uso das faculdades mentais, mal assessorado ou se o município foi vítima de assalto. Aí passa a ser caso de Polícia.

ROUBO DEVOLVIDO

Adepto do “socialismo bolivariano” sonhado pelo mestre desaparecido, quase dono da Venezuela, Hugo Chavez, Evo Morales, condutor da Bolívia, começa a devolver a conta-gotas os veículos, motos caminhões e caminhonetes roubados no Brasil que circulavam livremente no país, regularizados por programa de anistia “2011” mediante pagamento duma taxa estipulada pelo governo boliviano. Calculam que cerca de 70 mil pungados de nações vizinhas tenham aderido ao programa, mas só 400 dos milhares apreendidos levados do Brasil estão sendo devolvidos na cidade de Porto Quijarro, próxima a fronteira, aos donos ou asseguradoras, assim mesmo se forem apanhar.  Na quarta 27/02 foram oficialmente liberados 10, o restante, 390, nas próximas semanas, afirmou a presidente da Alfândega Nacional, não adiantou mês e ano. Com a morte do chefe venezuelano do socialismo “venha a nós o que é do alheio” bem capaz da coisa cair no esquecimento.

VOTAM E MATAM

Diante de tantos assaltos seguidos de morte e da violência existente em todos os recantos do País, ante a impunidade e descrença na ação da Justiça, principalmente com menores de 18 onde a participação da meninada atinge níveis alarmantes, a paciência do brasileiro começa a se esgotar e iniciam a punição pelas próprias mãos. Semana passada em vários estados, ladrões pegos em flagrante foram espancados, amarrados em poste, mas salvos da morte pela ação de policiais. Em Natal no Rio Grande do Norte a reação contra menores infratores “inocentes” que votam e matam, protegidos por Conselhos Tutelares e entidades defensora dos Direitos Humanos, está sendo pior, mais de 100 entre 350 foram, do ano passado para cá, exterminados com características de execução. O Ministério Público do estado e a Polícia “investigam” a existência de grupos de extermínio. Toda a gurizada desaparecida, de 13 a 17, foi condenada, por assalto e homicídio, colocados em liberdade pela Justiça, por causa da super lotação nos Centros Sócioeducativos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *