Polícia prende assassinos de taxista

Edvaldo de Paula Silva, Isaac José Serrão e Alan Diego de Sousa, foram presos no município de Uruará
Edvaldo de Paula Silva, Isaac José Serrão e Alan Diego de Sousa, foram presos no município de Uruará

Através de um minucioso trabalho realizado pela Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar, sob o comando do superintendente Gilberto Aguiar e do diretor da Seccional, delegado Nelson Silva, com apoio dos delegados Jardel Guimarães, Djalma Pereira e Jamil Casseb, a Polícia Civil prendeu na segunda-feira, dia 11, três pessoas envolvidas no assassinato do taxista Antonio Vicente Filho, no município de Uruará. Junto com eles a Polícia apreendeu o veículo em que o taxista estava dirigindo quando foi assassinado, um Fiat Pálio de cor vermelha. Também duas pessoas (Marciano e Nego Bala) foram presas em Santarém, na segunda-feira, envolvidas na morte do taxista. No bairro Jaderlância, foi preso Marciano Konrad Rodrigues e, no bairro da Floresta, foi preso Leidivaldo Parente de Sá (Nego Bala). O delegado Jamil Casseb, juntamente com uma equipe de policiais civis, se deslocaram até o município de Uruará, onde ouviram os acusados e irão recambiar os mesmos para Santarém.

 

Corpo de Antonio foi encontrado perto de uma plantação de soja
Corpo de Antonio foi encontrado perto de uma plantação de soja

Presos: O carro da vítima foi encontrado em uma oficina. O dono havia comprado o veículo. Os três suspeitos presos quando estavam em um quarto alugado de uma pousada localizada na Avenida Pará, naquele Município. Foram presos: Edivaldo de Paulo da Silva (mineiro), 48 anos; Alan Diego de Souza, 22 anos; e Isaac José Serra da Silva, 22 anos. Os três foram presos pelo investigador Silvio Alex e escrivão Marcelo, sob o comando do delegado Godofredo Martins Borges.

A Polícia chegou até os três acusados após apreender o veículo do taxista que estava circulando na Avenida Pará, o carro estava em posse de terceiros que já haviam comprado dos acusados. Alan Diego confessou que matou o taxista com quatro facadas, a mando de Nego Bala, pois segundo ele, se não matasse o taxista, seria executado por Nego Bala juntamente com o taxista. Os três acusados presos em Uruará haviam chegado à cidade no sábado, por volta das 23 horas, no carro pálio vermelho, que está apreendido no pátio da Delegacia de Polícia de Uruará. Leidivaldo (Nego Bala) e Marciano foram transferidos na segunda-feira para a Penitenciária de Cucurunã.

O Crime: Um crime, com característica de assalto seguido de morte, vitimou o taxista Antonio Vicente Filho, 58 anos de idade, que residia no bairro da Conquista, na Grande Área do Santarenzinho, na periferia de Santarém, Oeste do Pará. O crime pode ter ocorrido na noite de quarta-feira, dia 6, ou na madrugada de quinta-feira, dia 7, segundo o delegado de Policia da cidade de Mojui dos Campos, Djalma Pereira, que apura o caso juntamente com o delegado Jardel Guimarães, da Seccional de Polícia Civil de Santarém, onde o crime foi registrado.

No final da manhã de sexta-feira o corpo de Antonio Vicente foi encontrado por um agricultor ao lado de um plantio de soja, em um terreno que pertence ao empresário Toni Filder, na comunidade Palhal, entre a BR 163 (rodovia Santarém- Cuiabá) e a cidade de Mojuí dos Campos. O corpo do taxista foi encontrado com várias perfurações de faca. O agricultor comunicou o caso à Polícia de Mojui dos Campos, que entrou em contato com a Polícia de Santarém.

Os familiares do taxista foram levados ao local e reconheceram o corpo do taxista que fazia ponto em frente o Terminal Rodoviário de Santarém ou no ponto do cruzamento da Avenida Cuiabá com a Rua Tancredo Neves. Informações de Luís Vicente Lima, funcionário do 8º BEC e irmão da vítima, dão conta que o taxista saiu de sua residência na 4ª feira à tarde para fazer uma corrida até a cidade de Belterra, que fica à margem da rodovia Santarém-Cuiabá. Por volta de uma hora da madrugada de quinta-feira a família resolveu ligar para o celular de Antonio e não conseguiu mais contato.

Na manhã de sexta-feira, a esposa e uma das filhas de Antonio Vicente foram até a Seccional de Polícia Civil, para registrar um BO sobre seu desaparecimento. Antonio foi motorista de ônibus na empresa Alter do Chão antes de entrar no serviço de taxista.

Enterro marcado por dor e revolta: O corpo do taxista foi levado na tarde de sexta-feira, dia 08, para o IML de Santarém e o sepultamento aconteceu no sábado. O enterro foi no cemitério São João Batista. Colegas de profissão e amigos homenagearam o taxista durante o cortejo que saiu do bairro Elcione Barbalho, na grande área do Santarenzinho, até o cemitério. O cortejo parou em frente à Seccional de Polícia Civil para pedir justiça e agilidade nas investigações para descobrir os autores e os motivos do crime. A emoção e o sentimento de dor tomaram conta das pessoas presentes. O Sindicato dos Taxistas de Santarém pediu ao delegado Nelson Silva, diretor da Seccional de Polícia Civil de Santarém, todo o empenho da Polícia para que o caso seja esclarecido e os culpados presos.

Leidivaldo de Sá e Marciano Rodrigues foram presos em Santarém
Leidivaldo de Sá e Marciano Rodrigues foram presos em Santarém

13 comentários em “Polícia prende assassinos de taxista

  • 17 de março de 2013 em 12:31
    Permalink

    Santare tem policia e isso e muito importante, que os bandidos pensem nisso antes do crime

    Resposta
  • 16 de março de 2013 em 23:10
    Permalink

    a policia esta de parabens de stm

    Resposta
  • 15 de março de 2013 em 11:57
    Permalink

    Todos os servidores públicos estão de parabéns, não deixem a peteca cair, não deixem Santarém virá Marabá ou Belém em criminalidade.

    Resposta
  • 13 de março de 2013 em 14:58
    Permalink

    Não se esqueçam dos Inestigadoes, estes sim, estão de paabéns, allém dos Delegados.

    Resposta
  • 13 de março de 2013 em 08:48
    Permalink

    Quero parabenizar mais uma vês esses guerreiros Policiais Civis e Militares,mais principalmente para o melhor operacional que eu já vi que é o Del Jamil,estou .Deus abençoe

    Resposta
  • 13 de março de 2013 em 01:14
    Permalink

    a policia esta de parabens pelo exelentre trabalho que esta fazendo em santarem,esses criminosos tem que pagar por esse crime barbaro que fizeram,eles mataram um homem trabalhador que estava lutando para ganhar o pao de cada dia dele e de sua familia!!..e esses bando de vagabundos que nao tem coragem de trabalhar vao roubar e matar um pessoa seria e por cima de tudo um ser humano que estava trabalhando para sobreviver!!…e nesses casos que a lei do nosso pais deveria ser bem mas rigorosas para esses vagabundos,para esses tipos depessoa que era pra ter no minimo uma prisao perpetua para eles,mas infelismente a leis do nosso pais e muito fraca e ainda faz e proteger esse tipo de pessoa,isso e que e revoltante no nosso brasil,um pai de familia se foi e daqui a alguns tempos esses vagabundos vao esta na rua para aterrorizarem ou que DEUS defenda ate tirarem a vida de um outro pai de familia!!!!!!

    Resposta
  • 12 de março de 2013 em 13:13
    Permalink

    A POLICIA CIVIL,SUPERINTENDENTE GILBERTO AGUIAR, DELEGADO NELSON SILVA ESTÃO DE PARABENS PELO SERVIÇO MARAVILHOSO, QUE TEM FEITO EM SANTARÉM, VOCES SÃO MUITO COMPETENTES, QUE DEUS CONTINUE ABENÇOANDO E PROTEJENDO VCS NO SEU TRABALHO. BOA TARDE

    Resposta
  • 12 de março de 2013 em 11:07
    Permalink

    Isso é importante para a população, que esses bandidos apodreçam na cadeia. parabéns policiais santarenos. vocês são geniais.

    Resposta
  • 12 de março de 2013 em 11:01
    Permalink

    Realmente a polícia de Santarém está de parabéns, quando se faz um bom trabalho;tem que ser elogiado! Agora, esses tipos de indivíduos formado em forma de gente tem que ser banidos da face da terra… pois o governo, gasta milhões e milhões de reais com auxílio reclusão para esses bamdidos sustentados pelas vítimas \”nós\”. No entanto, um trabalhador(a) trabalha todo dia até pelos domingos e feriados por debaixo de sol e chuva para ganhar um mízero salário mínimo, enquanto um FDP bandido ganha R$ 950,00 por filho enquanto fica preso.
    _ SÓ NO BRASIL MESMO!!! QUANTA DESIGUALDADE!!!!

    Resposta
  • 12 de março de 2013 em 11:00
    Permalink

    É o trabalho em conjunto que faz a diferença, toda a polícia junta, isso é solução. Parabéns Delegados Nelson Silva e Gilberto Aguiar que comandam a Polícia Civil em Santarém.

    Resposta
  • 12 de março de 2013 em 10:55
    Permalink

    Parabéns Delegado Nelson pelas conquistas em seu trabaho na PC, o senhor é um homem honesto e temente a Deus, e isso tem sido a diferença.

    Resposta
  • 12 de março de 2013 em 09:48
    Permalink

    Apesar dos crimes estarem ocorrendo, vejo que a Polícia Civil de Santarém está realizando um excelente trabalho de investigação, estou aqui a 1 ano e meio e vejo que os crimes de homicídio estão sendo todos desvendados.
    Parabéns a todos os Investigadores e Delegados.

    Resposta
  • 12 de março de 2013 em 08:56
    Permalink

    A polícia de Santarém, esta mais uma vez de parabens, pelo empenho de ver mais um caso de grande repercussão solucionado, a todos os policiais civis o nosso muito obrigado.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *