Assassino de empresário é condenado a 36 anos de prisão

Assassino condenado
Assassino condenado

Na época, o crime chocou a sociedade obidense e da região da Calha Norte, no Oeste do Pará, quando o empresário José Augusto Aquino (Zezinho Aquino), de 64 anos, foi brutalmente assassinado, no dia 08 de abril de 2008, durante um assalto.

A Polícia prendeu dois suspeitos Francisco Teixeira de Farias e Raimundo Cezar Silva da Silva.

Os dois acusados foram levados a Júri Popular, no município de Óbidos, que começou na quarta-feira e só terminou na quinta-feira.

Francisco Teixeira de Farias foi condenado a 36 anos 3 meses e 16 dias de prisão, em regime fechado, a ser cumprido na casa penal de Itaituba e também a pagar aos familiares da vítima a quantia de R$ 32 mil reais por indenização e R$ 20 mil a Gracinei Aquino pela violência sofrida.
O julgamento aconteceu na Casa de Cultura por dois dias. No primeiro dia foram ouvidos oitos testemunhas e os dois acusados. No segundo dia, quinta-feira, aconteceram os debates e finalizando com a votação dos jurados.
Francisco Teixeira foi condenado por homicídio qualificado contra J.A de Aquino e por tentativa de homicídio a Gracinei que impossibilitou a defesa das vítimas.
O outro acusado, Raimundo Cezar Silva da Silva, foi absolvido pelo conselho de sentença.
O júri foi presidido pela Dra. Tarcila Maria Souza de Campos, Juíza de Direito.

Zezinho Aquino
Zezinho Aquino foi assassinado em 2008

O crime: O empresário José Augusto Aquino, mais conhecido como Zezinho Aquino, 64 anos, foi brutalmente assassinado na garagem de sua residência, quando chegava por volta de 3:00hs, da madrugada de domingo (06/04/2008), vindo de uma festa acompanhado de sua namorada. Segundo a namorada do empresário, ambos desciam do veículo quando um homem encapuzado desferiu o primeiro tiro contra ela. Nesse momento Zezinho Aquino foi para cima do atirador, que desferiu 3 tiros à queima-roupa acertando cabeça, abdômen e estômago, do empresário.  José Augusto Aquino, o Zezinho Aquino, era considerado o empresário mais rico de Óbidos, com negócios nos setores de construção, navegação, cervejaria, supermercados e casas noturnas.

Fonte: RG 15/O Impacto e Folha de Óbidos

 

3 comentários em “Assassino de empresário é condenado a 36 anos de prisão

  • 16 de março de 2013 em 12:48
    Permalink

    PARABENS AO TRABALHO INVESTIGATIVO A EPOCA DO CRIME REALIZADO PELA EQUIPE DO DELEGADO JARDEL, COMPOSTA PELOS INVESTIGADORES: GENNARO, JARDSON, MAGALHAES, ENTRE OUTROS QUE PARTICIPARAM. ESSE E O RESULTADO DE UM BELISSIMO TRBABALHO DE INVESTIGAÇAO, CULMINANDO COM A CONDENAÇAO DOS ENVOLVIDOS NESSE CRIME QUE ABALOU A SOCIEDADE PAUXIS, DOS SEIS ACUSADOS CINCO FORAM CONDENADOS E APENAS UM ABSOLVIDO, QUE A POLICIA CONCLUIU A SUA NAO PARTICIPAÇAO. PARABENS QUEM GANHA COM ISSO E A SOCIEDADE.

    Resposta
    • 17 de março de 2013 em 12:19
      Permalink

      parabéns a sociedade óbidense, isso é um exemplo, pois esses crápulas , malévolos tem que estar longe do convívio da sociedade.

      Resposta
  • 16 de março de 2013 em 10:54
    Permalink

    Bruno e Mizael pegaram 22 e 20 anos, o que significa que daqui a 7 anos são livres.Brasileiros vamos cobrar do Legislativo adequações nessa lei de 1940, ou eles tem medo de provar de um regime onde não deva existir progressão de pena e outras benefices,pois do jeito que a corrupção anda nesse País acredito ser esse um dos motivos de ninguem perceber a necessidade de punir para exemplo e não com previsão de ser solto.Muito bem dosada a pena desse assassino só espero que daqui a poucos anos não saia para Natal,Pascoa,etc,tem que ficar na cadeia que é mais seguro para nos que trabalhos para pagar impostos absurdos e não temos nenhum retorno do governo a prova está ai é gente de bem morrendo todos os dias,traficantes presos é só os laranjinhas cade os chefões?porqeu não são presos todos os os dias igual as mulinhas?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *