Brasil vai produzir remédio contra Mal de Parkinson

Produto será distribuído a cerca de 20 mil pessoas na rede pública
Produto será distribuído a cerca de 20 mil pessoas na rede pública

O Brasil deu passo importante ontem para melhorar a qualidade de vida de pessoas que sofrem de Mal de Parkinson. O Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos) da Fiocruz iniciará em março a distribuição na rede pública do dicloridrato de pramipexol genérico, medicamento usado contra a doença. A ação faz parte do processo de transferência de tecnologia para fabricação do fármaco no país.

Na primeira etapa, o medicamento será fabricado na Alemanha, pela Boehringer Ingelheim com a embalagem de Farmanguinhos. Até 2015, o próprio instituto produzirá metade da demanda nacional. A previsão é de que em 2018 o pramipexol seja totalmente produzido no Complexo Tecnológico de Medicamentos, no Rio.

O acordo para a produção do remédio, que até então era importado, é fruto de uma parceria com o laboratório alemão Boehringer Ingelheim. Além de beneficiar cerca de 20 mil pessoas com Parkinson, a iniciativa permitirá economia de R$ 90 milhões aos cofres públicos durante os cinco anos do acordo de transferência tecnológica.

A doença de Parkinson geralmente se manifesta a partir dos 50 anos. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) indicam que 1% da população acima dos 65 anos sofre com o problema, que causa tremores e dificuldades de movimentos e de coordenação. No Brasil, a estimativa é de que existam pelo menos 200 mil pessoas com sintomas dessa doença.

Fonte: O Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *