MRN apresenta projeto para fortalecer comércio local

Com esta iniciativa, a Mineração Rio do Norte deverá sair dos atuais 45%  de compras no Estado para cerca de 60%
Com esta iniciativa, a Mineração Rio do Norte deverá sair dos atuais 45% de compras no Estado para cerca de 60%

A Mineração Rio do Norte (MRN) apresentou um projeto ao programa Redes, da Federação das Indústrias do Pará (Fiepa), para fortalecer a cadeia de fornecedores no Estado. O projeto prevê o levantamento de fornecedores paraenses aptos para atender a demanda da empresa e desenvolver aqueles com potencial de negócio, o que deverá ser feito com o apoio das Associações Comerciais Empresariais (ACEs).

A lista de produtos e serviços que a MRN pretende adquirir nos próximos três anos já foi entregue à coordenação do programa. Esta é a primeira vez que uma empresa apresenta uma demanda de longo prazo. O próximo passo, agora, é receber do Redes a lista de fornecedores paraenses com perfil de atendimento.

Com esta iniciativa, a Mineração Rio do Norte deverá sair dos atuais 45% de compras no Estado para cerca de 60%, aumentando principalmente a compra de produtos, equilibrando a compra entre bens e serviços, já que hoje a contratação de serviços no Pará ainda ocupa a maior parcela nessa relação.

Para a MRN, o projeto vem solidificar ainda mais uma relação de desenvolvimento local iniciada em 2004, quando a empresa assumiu o compromisso de ser uma das mantenedoras do então Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF), atual Redes. Ao longo desse tempo, a mineradora compartilhou suas experiências em programas de qualidade e segurança com a cadeia local com mais de 20 empresas. Mas, quer ir mais longe: quer fomentar a industrialização no Estado, contribuir para o aumento da arrecadação de impostos na região e estimular a geração de empregos.

Fonte: RG 15/O Impacto e Érica Ferreira 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *