Deputado quer debater construção da ferrovia Mato Grosso/Pará

Deputado Nélio Aguiar
Deputado Nélio Aguiar

O deputado Nélio Aguiar (PMN) deu entrada nesta quarta-feira (3), na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) a requerimento solicitando realização de sessão especial para debater o projeto de construção de uma ferrovia interligando o Mato Grosso ao estado do Pará. O parlamentar alega que a hora é de mobilização da classe política do estado do Pará para garantir que a construção da ferrovia traga benefícios também para a região Oeste do Pará. “O Mato Grosso já saiu na frente, pois o presidente do Assembleia do Estado do Mato Grosso, deputado José Riva (PSD), finalizou estudo prévio de infraestrutura ferroviária, a Ferrovia Mato Grosso/Pará, que será apresentado ao governador Silval Barbosa (PMDB)”, disse.

Pelo projeto do Estado do Mato Grosso o traçado ferroviário é visto como canal apto ao fomento de investimentos macro, em trajeto de 1.860 quilômetros, tendo origem no município de Água Boa (730 quilômetros de Cuiabá/Região do Araguaia) com destino ao Porto do Espadarte (PA). O projeto está sendo executado pela Companhia Vale do Rio Doce e contrapõe ao projeto da Ferrovia Cuiabá/Santarém, com possíveis ganhos sobre o contexto da “competitividade”. “Temos que ficar atentos, pois o Mato Grosso já vem defendendo um novo projeto retirando a ferrovia do traçado de Itaituba e Santarém e levando para outra região do Pará. Não podemos aceitar que o projeto da ferrovia venha atender somente os interesses do estado do Mato Grosso, deixando de fora o povo do Oeste do Pará que tem os seus legítimos interesses no desenvolvimento da nossa região. Defendo a união do povo, classe política e empresarial da nossa região para reagirmos a pretensão do Mato Grosso em alterar o projeto original da Ferrovia Cuiabá/Santarém nos tirando esse um importante instrumento de desenvolvimento do Oeste do Pará,” afirmou o deputado Nélio Aguiar.

Fonte: RG 15/O Impacto e Kátia Aguiar

2 comentários em “Deputado quer debater construção da ferrovia Mato Grosso/Pará

  • 4 de abril de 2013 em 12:10
    Permalink

    égua Marcão , foste pragmatico !! Falou tudo, Parabens pelo comentário.

    Resposta
  • 3 de abril de 2013 em 23:34
    Permalink

    Para quem tem um pouco de memória, é bom relembrar que os \”Gaúchos do Mato Grosso\” quando aqui chegaram (na época gloriosa do Lira Maia como Prefeito), investiram e acreditaram na região e no potencial agrícola da região. Quando o PT assumiu, as \”coisas\” inverteram e praticamente expulsaram os vizinhos trabalhadores e empreendedores. Para o Mato Grosso, deve custar caro ser vizinho do Pará e depender dos politicos da região que na verdade são contra o crescimento e ficam enganando a população sobre crescimento, só para aparecer e ganhar voto nas eleições. Santarém está entregue as baratas e o desemprego só aumenta. A esperança fica com o atual Prefeito, e vamoz rezer que o mesmo consiga atrair investimentos pra cá. Caso contrário, aqui vai no mesmo caminho de Belém. Assautos e Assautos, todo santo dia. Sinônimo de desemprego e descaso das autoridades municipais da gestão anterior.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *