Madeira é a principal carência das comunidades de várzea

 

Reunião da Defesa Civil no Aritapera
Reunião da Defesa Civil no Aritapera

Durante reunião realizada na quinta-feira, 11, com a Coordenadoria Municipal da Defesa Civil, representantes das comunidades da região do Aritapera apresentaram as principais preocupações das famílias em relação ao período da enchente. A falta de madeira para levantar as casas e fazer novos assoalhos (marombas) é o que mais aflige os comunitários.

A Comdec está fazendo o cadastro das famílias de todas as comunidades da região de várzea e o volume de madeira que cada uma necessita para apresentar à Defesa Civil Estadual e liberar o material para que as famílias tenham tempo de levantar as casas antes que a água do rio invada os imóveis.

Durante a reunião, o coordenador da Defesa Civil, Darlison Maia, sugeriu aos representantes de comunidades que procurem o Ibama  para solicitar a liberação de madeira apreendida e parceria com serrarias para beneficiar o produto.

COMEÇAM AS OBRAS DO GINÁSIO POLIESPORTIVO 

O prefeito Alexandre Von e a comitiva do governo participaram na quarta-feira, 11, do evento que marcou o início da construção do ginásio poliesportivo, no Jardim Santarém. A obra é mais um investimento do governo do estado do Pará e está orçada em quase R$ 10 milhões (R$ 9.780.000,00). O prazo contratual para entrega são de 24 meses, mas a expectativa é que em 18 meses a obra seja entregue à população.

Nesta etapa serão aproximadamente 1200 estacas cravadas. O ginásio terá capacidade para 5.100 pessoas sentadas, com área total de 5 mil m², com ampla área para estacionamento. A contrapartida da Prefeitura foi com a doação da área e serviços de urbanização do entorno: pavimentação, iluminação pública entre outros para facilitar o acesso da população.

CREDCIDADÃO LIBERA MAIS DE R$ 100 MIL A EMPREENDEDORES 

Valdir Matias Jr., Rosemary Fonseca e empreendedor da COOPAFES
Valdir Matias Jr., Rosemary Fonseca e empreendedor da COOPAFES

A Prefeitura de Santarém, via Instituto Municipal de Desenvolvimento Sustentável (IDS-SEMDE), realizou na quinta-feira, 11, a oitava liberação de crédito destinada a pequenos e microempreendedores. Foram liberados mais de R$ 100 mil – R$ 103.878,64 – a 32 empreendedores de instituições sociais: Associação de Moradores do Bairro São Francisco (26)- ASSOFRAN –  e Cooperativa dos Produtores da Agricultura Familiar de Santarém (06)- COOPAFES.

O secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Valdir Matias Jr., explica que além de apoiar diferentes segmentos a ideia é que o microcrédito subsidie Cooperativas de Produção: hortaliças, hortifrúti e outros produtos que estão com preços elevados, a exemplo da farinha.

“Nós queremos que as pessoas voltem a produzir esses produtos e para isso é necessário estimular essa produção para focar o crédito e que o preço chegue mais barato ao consumidor”, observa Valdir.

De acordo com o prefeito Alexandre Von, o acesso ao crédito fortalece os negócios e representa um “círculo virtuoso”. “O empreendedor recebe o crédito, fortalece o negócio, paga o que emprestou e volta a emprestar”. Von também comentou a construção do Plano de Desenvolvimento Sustentável apoiando negócios sustentáveis.

Nesta nova gestão foram liberados R$ 400 mil. A próxima liberação, na semana do aniversário de Santarém, chegará R$ 600 mil, totalizando R$ 1 milhão. O CREDCIDADÃO é um Programa de microcrédito solidário do Governo do Estado do Pará e é gerido e desenvolvido por uma gestão compartilhada em convênio com Prefeitura, tendo como agente financeiro o Banpará.

SEMED ATUA NA REGULARIZAÇÃO DAS ESCOLAS

O coordenador da SEMED para a região de rios, professor João Magalhães, esteve na quarta-feira, 10, nas comunidades: Nova Vista, no rio Tapajós –  Escola São Raimundo Nonato – Vila de Boim –  escolas Sagrado Coração de Jesus e Santo Inácio de Loyola e na escola Santa Luzia, na comunidade de Muratuba. A visita teve como objetivo a regularização de escolas. “Nós esperamos que o parecer do Conselho Municipal de Educação e da equipe de inspeção da SEMED, seja favorável e que as escolas visitadas sejam autorizadas”, informou o professor João Magalhães. De acordo com o coordenador, até 22 de junho, aniversário de Santarém devem ser autorizadas 50 escolas na região de rios.

COORDENAÇÃO DOS CONSELHOS ESCOLARES REÚNE COM DIRETORES

Na sexta-feira, 12, a coordenadora dos Conselhos Escolares, da SEMED, professora Naide Sousa da Silva, reuniu na escola Ezeriel Mônico de Matos, com os diretores das escolas municipais que assumiram em 2013. Durante o encontro, a coordenadora orientou quanto à prestação de contas do recurso que é repassado direto às escolas. De acordo, com Naide Sousa, os novos diretores devem conhecer o processo para planejamento de gastos do recurso, que vem do governo federal.   O PDDE – Programa Dinheiro na Escola – consiste a assistência financeira às escolas públicas da educação básica. Os objetivos são: melhoria da infraestrutura física e pedagógica, reforço da autogestão escolar e elevação dos índices de desempenho da educação básica.

FÓRUM DEBATE PLANO MUNICIPAL DE CULTURA

Será realizado nos dias 26 e 27, o I Fórum de Cultura de Santarém. Serão desenvolvidos quatro grupos de discussões: artes cênicas, artes visuais, manifestações populares tradicionais e literatura. Estão convidadas as Associações de Grupos Folclóricos, Associação de Teatro, Associações de Artesãos, Institutos, entidades governamentais e não governamentais.

O evento será realizado no auditório da Universidade  do Estado do Pará (UEPA). As inscrições devem ser feitas na recepção da Secretaria na Rua do Imperador, esquina com a Travessa São Cristo, 640 –  Prainha.

Sugestão de entrevistado (a): Elizangila Dezincourt – chefe do Setor de Planejamento e Projetos da SEMC.

VIDATIVA INCENTIVA CAMINHADA

Para incentivar a prática da caminhada e contribuir para o condicionamento físico da população santarena, o programa Vidativa da SEMJEL reuniu moradores de oito bairros em atividades de lazer no Bosque da Vera Paz e no Parque da Cidade, na tarde de sexta-feira, 12.

No Bosque da Vera Paz grupos dos bairros: Fátima, São Raimundo, Mapiri (Ginásio da Cidadania), Matinha e Esperança, participam de um aulão de ginástica das 17h30 às 18h30. Os moradores dos bairros mais próximos ao Bosque seguem caminhando dos locais de concentração até a Vera Paz, onde também será realizado um aulão de capoeira.
Do mesmo modo, os moradores dos bairros Aparecida e Aeroporto Velho seguem caminhando para o Parque da Cidade, onde o aulão de ginástica começa às 18h.

Na próxima semana, o projeto será levado à Praça da COHAB, depois às praças do Livramento e Santíssimo.

Fonte: RG 15/O Impacto e CCOM/PMS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *