Caravana da biblioteca completa 12 anos de história

Caravana da Biblioteca
Caravana da Biblioteca

Cumprindo seu papel de incentivo à leitura, o projeto Caravana da Biblioteca em Ação comemora 12 anos de história no município de Oriximiná, oeste paraense, e entra num novo ciclo de trabalho. Agora, além das tradicionais lendas da região como Vitória-Régia, Boto e Cobra Grande, o projeto apresenta também grandes clássicos da literatura infantil.

“No ano passado as escolas fizeram uma avaliação sobre a Caravana e indicarem dois contos de literatura infantil e uma lenda. Os mais votados foram ‘A Bela e Fera’, ‘O Mágico de Oz’ e a ‘Lenda do Sapucuá’, que é regional”, explica Silvia Printes, diretora da Biblioteca Municipal Enéas Cavalcante, responsável pelo projeto que também tem apoio da Mineração Rio do Norte.

Cada passo do projeto é minuciosamente planejado, com o objetivo de encantar o exigente público infantil alcançado pela Caravana. Por isso, a seleção dos artistas que cantam, dançam e contam as histórias é realizada com rigor. Somente participam do projeto aqueles com experiência comprovada por meio de apresentações em festivais e outros eventos. O cuidado com cada etapa tem garantido o resultado esperado. “A Caravana tem um efeito muito positivo quanto ao seu propósito. Quando começam as apresentações, a gente faz uma média de 600 empréstimos na biblioteca, mensalmente, e as prateleiras dos livros de educação infantil ficam quase sempre vazias”, informa Silvia.

Neste ano, a Caravana da Biblioteca em Ação vai se apresentar em 28 escolas, sendo 22 da zona urbana e seis da zona rural de Oriximiná, além da participar em eventos externos. “Já temos convite para levar a Caravana para Juruti, Porto Trombetas e, certamente, estaremos na Feira Pan-Amazônica de Belém, que faz ações em Santarém, onde participamos por três anos. Essa é uma experiência muito boa para divulgar o projeto e o município”, finaliza.

Fonte: RG 15/O Impacto e Érica Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *