Falta de energia gera reclamação da população de Santarém

Falta de energia
Falta de energia

Empresários, estudantes, jornalistas, profissionais das mais variadas áreas, donos de bares e lanchonetes, entre outros reclamam das constantes oscilações no sistema de distribuição de energia, em Santarém. Problemas em computadores, geladeiras, aparelhos de ar condicionado, televisores e até em celulares viraram rotina nos últimos dias em Santarém.

Na manhã de segunda-feira, a redação de um Jornal em Santarém teve as atividades prejudicadas por conta de um pico de energia. Problemas nos computadores da empresa de comunicação foram constatados, assim como a reclamação dos funcionários. “A gente tenta trabalhar para levar a informação a toda sociedade santarena, mas infelizmente temos o nosso trabalho fica prejudicado por causa da falta de responsabilidade da Celpa com os consumidores deste Município”, disse um jornalista, que pediu para não ter a identidade revelada.

Denúncias feitas pela população em abril deste ano levaram os vereadores de Santarém a pedir explicações da Celpa, durante uma sessão especial, que debateu os problemas ocasionados pela má distribuição de energia elétrica, em Santarém.

Em foco aos moradores de bairros distantes motivaram a prestação dessas informações, pois é comum verificar na mídia local que o aumento da violência no período noturno, pode estar relacionado à falta de iluminação pública. Enquanto os registros crescem o consumidor continua recebendo sua tarifa e os descontos para iluminação pública também.

Outro fator que deixa a população insatisfeita e as diversas oscilações de energia, que danifica muitos equipamentos, enquanto que na zona rural os transtornos são ainda maiores. Em muitas comunidades a distribuição de energia não foi realizada, além do que muitas famílias esperam ser contempladas pelo Programa Luz Para Todos.

Quanto à iluminação pública, o acordo firmado entre o governo municipal está em andamento e os repasses quanto aos débitos adquiridos foram negociados. Após ouvir as diversas problemáticas da sociedade, a empresa Celpa estabeleceu que o administrativo ainda passa pelo processo de transição e a unidade de Santarém deve repassar todas as demandas que foram apresentadas pelos vereadores e moradores de áreas rurais.

APAGÃO: No domingo, 21, várias oscilações foram registradas em Santarém durante todo o dia. A mais longa falha ocorreu por volta das 22 horas, quando um blecaute deixou praticamente toda a cidade às escuras. O fornecimento de energia somente foi restabelecido às 23 horas, quase uma hora depois. Mas em alguns pontos, só depois da meia-noite que a energia voltou normalmente.

Enquanto isso, comerciantes e a população em geral sofreram com a falta de luz, pois muita gente teve prejuízo, sobretudo, os donos de bares, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais que funcionavam naquela noite. Além disso, o apagão afetou alguns órgãos públicos, principalmente hospitais e órgãos de segurança.

Fonte:RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *