Bocão Ed. 962

1DUBLÊ DE FIGURÃO

Chegou à coluna informação de que um dublê de figurão da cidade está envolvido até o pescoço em questões de negócios não muito convencionais com dinheiro público. O caso está na alçada do Ministério Público Estadual e envolve órgão do Estado. As investigações continuam sendo feitas em regime de absoluto sigilo, razão pela qual o nome do dublê de tubarão não pode ser divulgado.

2NO AR

Está em fase de teste a TV Impacto. Nossos leitores vão assistir entrevistas e acontecimentos que ocorrerem na região.

3RECLAMAÇÕES

E os serviços da Clean continuam sendo tema de reclamações constantes na cidade. Um leitor aciona a coluna para chamar atenção da briga entre o prefeito Alexandre e a empresa. Comenta-se que o Prefeito quer colocar uma empresa do seu meio e a Clean é do meio da ex-prefeita Maria do Carmo. Enquanto isso, a população sofre com a sujeira.

4ATESTADO FALSO

Chegou à coluna uma denúncia sobre uma possível falsificação de atestados para conseguir remédios na Secretaria de Saúde. Essa denúncia tem que ser apurada a fundo. É preciso investigar o assunto, levantar os culpados e puni-los. Pelo que recebi, a coisa é muito pior do que parece. Acredito que o prefeito Alexandre Von deve procurar saber ou investigar para chegar à realidade. O que não pode ocorrer é ficar sem resposta.

ATESTADO FALSO II

Esse é o tipo de notícia que abala a credibilidade do governo Alexandre. Por isso mesmo, deve ser esclarecida totalmente. É preciso apagar essa mancha de desconfiança antes que ela se torne grande demais e não possa ser mais controlada.

5REFIS

Correu boato nos bastidores de Brasília que o Refis foi liberado contra a vontade do Ministro da Fazenda. Revoltado, ele autorizou a Receita Federal cobrar e fiscalizar os contribuintes e a Procuradoria da Fazenda executar e dificultar a situação das empresas com bens no leilão.

REFIS II

Muitas reclamações chegaram à coluna contra a Procuradoria da Fazenda Nacional em Santarém, que não exclui do leilão as empresas que optaram pelo parcelamento, desrespeitando o que determina a Lei 12.865/13 e a portaria RBF/PGFN nº 07. Esse procedimento vem causando prejuízos aos contribuintes que já pensam ingressar com ação de indenização contra a União, já que não está sendo cumprida a Lei 8.112/90, artigo 116, inciso III e o Decreto 6.932 de 2009. Os contribuintes devem reagir para que a Lei seja cumprida e não a vontade de alguns servidores que se acham acima da Lei.

6PRISÃO NA SEFA

O auditor fiscal da Sefa lotado em Altamira de nome Roberto Rayol da Silva foi citado no relatório da Justiça Federal de 1ª Instância em Belém e foi conduzido pela Policia Federal a prestar esclarecimento, já que o mesmo foi acusado pelo suposto envolvimento em um esquema de propina. O Secretário da Fazenda vai abrir processo administrativo e afastá-lo de sua função, já que exerce a chefia de fiscalização da Cerat de Altamira. A situação é complicada. O Ministério Público vai investigar o envolvimento desse servidor da SEFA. Comenta-se na cidade de Altamira, que esse servidor se envolveu em um problema com uma empresa e, revoltado, autuou-a supostamente por vingança.

7LICITAÇÃO

Chegou à coluna um pedido de investigação contra a Prefeitura que alugou um terreno totalmente irregular por R$ 5 mil reais. Nossos paparazzi já estão levantando e logo divulgaremos esse desvio de procedimento que gera vantagem ao particular.

8FISCAL DO TRABALHO

Chegou à coluna reclamação contra um auditor fiscal do trabalho que não usa a fiscalização pedagoga com objetivo de orientar as empresas em algumas obrigações acessórias que não causam prejuízos à União e nem ao funcionário. Esse auditor não aceita os argumentos do preposto e não conversa com o funcionário para saber a verdade dos fatos. Temos auditores fiscais no órgão que usam o bom senso quando essas obrigações não causam prejuízos às partes. O bom senso deve prevalecer quando não causam prejuízos. Os empresários devem reagir e aplicar a Lei 8.112/90 e o Decreto 6.932/2009.

INVESTIGAÇÃO

O desmando administrativo praticado pelo prefeito Mário Henrique, no município de Óbidos, fez com que os vereadores de oposição ao seu governo, tendo á frente o vereador Chico Barbado, tivessem requerimento aprovado por unanimidade em reunião ordinária na Câmara, solicitando ao presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), conselheiro José Carlos Araújo, que seja feita uma inspeção contábil, financeira e patrimonial na prefeitura de Óbidos, desde janeiro de 2013 até a data em que foi protocolado. Tudo isso é solicitado em função da grande quantidade de contratações de carros e embarcações, de funcionários temporários, mesmo tendo em aberto concurso público, atraso no pagamento do funcionalismo público e no repasse à Câmara. O objetivo é o controle e o bom andamento da administração pública.

GOVERNADOR EM APUROS

A OAB vai denunciar o governador do Pará, Simão Jatene, por crime de responsabilidade e já estuda fundamentação legal para isso. Com o brutal assassinato do advogado Dácio Cunha, ocorrido na terça-feira (05), em Parauapebas, a OAB deixará de apenas cobrar providências do Estado e passará a tomar medidas mais severas. Uma delas será denunciar a ineficiência do Estado a órgãos internacionais de defesa dos direitos humanos. Outra é viabilizar o incidente de deslocamento de competência do processo do assassinato do advogado Jorge Pimentel para a Justiça Federal. A OAB também irá denunciar o crime de responsabilidade do governador de Estado, Simão Jatene, em relação ao caso ocorrido em Tomé-açu. Para isso, todo o Conselho Seccional da OAB está mobilizado e já elabora um levantamento junto às corregedorias da Região Metropolitana e do Interior do Tribunal de Justiça do Pará de quantos mandados judiciais criminais restam sem cumprimento no Pará e quantas sentenças de prescrição criminal foram proferidas no último ano.

MORTE DE INVESTIGADOR

Até agora a morte do santareno Edson Cota Willot, da Polícia Civil de Manaus (AM) não foi solucionada. A Polícia Civil continua as investigações para apontar o autor do disparo que matou o investigador, durante um ação da polícia no dia 21 de outubro deste ano. As armas dos suspeitos e dos investigadores que participaram da ação estão sendo analisadas, segundo informou a assessoria do órgão, na terça-feira (5). Um novo inquérito deve ser finalizado em até 30 dias. A DPM garantiu que os trabalhos estão avançados e que a prova técnica vai determinar de onde partiu o tiro que vitimou o policial. De acordo com a Polícia Civil, as imagens da emissora de televisão que acompanhou a ação e as armas dos servidores da DERFD e dos suspeitos estão sendo analisadas pela perícia da Polícia Civil. Os investigadores que participaram da ação também estão sendo ouvidos.

21 comentários em “Bocão Ed. 962

  • 10 de novembro de 2013 em 09:58
    Permalink

    Seria a Eliane Miranda o duble de figurão que esta sendo investigada por corrupção pelo Ministério Publico? A ex-diretora da SESPA, Eliane Miranda já foi afastada na direção da SESPA esta semana por suspeita de corrupção braba e irregularidade na compra de medicamentos, contratação de serviços e desvio de dinheiro publico. Parece que tem políticos e empresários importantes envolvidos no esquema.

    Resposta
  • 9 de novembro de 2013 em 07:57
    Permalink

    Esses fiscais de Altamira, fazem terror nos empresarios. Se fiscalizarem eles e seus familiares, vão perceber que a coisa é feia pra nos e bonita pra eles.

    Resposta
  • 8 de novembro de 2013 em 16:53
    Permalink

    Tem uma dupla ganhando dinheiro e todas as licitações em Santarém e baixo amazonas. È bom levantar o preço de venda, estoque, quantidade na nota fiscal e se as mercadorias não entregues todas. Segundo tomei conhecimento é Sousa & Bira ou Bira & Sousa. Investigação se faz necessario.

    Resposta
  • 8 de novembro de 2013 em 09:06
    Permalink

    Prefeito Alexandre, vamos trabalhar, deixe da falar e fazer promessa, cansamos, na campanha p senhor só prometeu e até agora nada.

    Resposta
  • 8 de novembro de 2013 em 09:04
    Permalink

    Os fiscais que atendem a fiscalização social, deveriam analisar melhor a situação, se não causa prejuizos a ambas as partes, porque aplicar penalidade no empresario, não seria melhor orientar? Nós empresarios pagamos impostos, geramos empregos, fora a ajuda para as pessoas que fazemos isso, pois conhece empresario que ajuda muita gente. Fiscais do Trabalho, tenham mais consciencia.

    Resposta
  • 8 de novembro de 2013 em 08:21
    Permalink

    Esse governo Alxeandre Von não tem rumo só promessa. Ele fala muito mais não faz nada. É o governo da promessa. Ele fala uma coisa e os secretarios faem outra. Ninguem se entende nesse governo

    Resposta
  • 8 de novembro de 2013 em 00:06
    Permalink

    A falta de investimentos na qualificaçao dos policiais, pena que os Estados nao investem em Segurança. Os policiais doam suas vidas em troca o Estado dar cinco tiros pra cima ai enterra o policial.

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 21:38
    Permalink

    Eu ja ouvir falar nesse terreno sem licitacoes. Tem que ser apurado.

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 18:07
    Permalink

    Ah mais esteva bom demais pra ser verdade.
    Pq só o terreno, que vcs sabem e o resto? e os imóveis das secretarias que são valores absurdos?

    por favor bocão faça o levantamento, para ver essa situação.

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 17:33
    Permalink

    Essa empresa do lixo era do PT por isso que o prefeito Alexandre Von não aceita. Será que essas empresas fazem alguma coisa errada com os prefeitos e secretarios?

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 17:13
    Permalink

    Se entrar na SEFA e gritar \”PEGA LADRÃO!\”, não fica um meu irmão!!!

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 17:13
    Permalink

    Se o Refis veio para ajudar as autoridades tem ajudar. Autoridades vamos respeitar a lei.

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 17:12
    Permalink

    Essa licitação da prefeitura deve ser investigada. Pagar 5 mil reais por um terreno baldio não está correto. É muita falcatrua!

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 17:10
    Permalink

    FORA SIMÃO JATENE. LUGAR DE BANDIDO É NA CADEIA, COVARDE.

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 17:10
    Permalink

    Gostei da TV Impacto, assistir a entrevista do vereador, sem que vem muita coisa boa por ai. Parabens a turma do Impacto.

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 17:06
    Permalink

    Fique sabendo que tem dois empresarios fazendo a festa de licitação na prefeitura de Santarém, com brinquedos. Eita coisa boa

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 17:06
    Permalink

    Esses fiscais multam quando não recebem por fora, as empresas tentam cumprir com suas obrigações, mas ter que pagar cada vez que um fiscal bate à porta é difícil. Cada dia se torna mais penoso trabalhar de forma honesta, somos uma classe sem prestígio, trabalhamos sem cessar para o governo e para empregar o povo, no entanto, só recebemos em troca, impostos a pagar e fiscalizações fraudulentas.

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 17:02
    Permalink

    Gostei da TV Impacto, é O Impacto sempre à frente, mostrando jornalismo de verdade. O resto da mídia morre de inveja. Falam mal, mas pagam pau!

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 17:02
    Permalink

    Esse fiscal da Sefa de Altamira, tá pagando, aqui se fazaqui se paga.

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 16:46
    Permalink

    Como empresario, vivemos sobre pressão, esses ficais deveriam analisar, se não deu prejuizo pra ninguem, por que multar.

    Resposta
  • 7 de novembro de 2013 em 16:45
    Permalink

    Já ouvir falar dos atestados falsos. Tem que investigar, pois muita gente está se bneficiando dos remedios para vender.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *