Joaquim Barbosa preside VII Encontro Nacional do Judiciário, em Belém

Joaquim Barbosa, presidente do STF
Joaquim Barbosa, presidente do STF

A definição de metas a serem perseguidas pelos tribunais brasileiros em 2014 é o principal objetivo do VII Encontro Nacional do Judiciário, um dos mais importantes eventos institucionais do Judiciário brasileiro, que acontece hoje e amanhã em Belém. O encontro acontece no Hangar do Centro de Convenções e reunirá presidentes e corregedores de todas as cortes do país.

A abertura do encontro, hoje, às 19h, será feita pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Joaquim Barbosa. Participarão também da solenidade de abertura o governador do Pará, Simão Jatene, a presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE), Luzia Nadja Guimarães Nascimento, e o presidente da Assembleia Legislativa do Pará, Márcio Miranda.

Desafios

O encontro tem por objetivo avaliar a Estratégia Nacional do Poder Judiciário, definir as metas nacionais para 2014 e aprovar os macrodesafios para o período de 2015 a 2020. Serão discutidas propostas de metas voltadas para o aumento da produtividade, a redução do acervo de casos pendentes, uma melhor distribuição dos recursos materiais e humanos entre as unidades, a remoção de obstáculos que impedem o julgamento de processos e o combate à corrupção.

Amanhã, o segundo dia do evento terá início com a formação de uma mesa para as exposições dos presidentes dos Tribunais Superiores (STF, STJ, TST, TSE, STM) e da presidente do TJE-PA, às 9h30. Em seguida, às 11h, serão realizadas palestras temáticas sobre a gestão do Poder Judiciário.

Um dos convidados do encontro deste ano é o professor Oscar Vilhena Vieira, que fará palestra com o tema “Confiança na Justiça”. O segundo palestrante é o consultor André Macieira, que falará sobre o desafio da alocação de recursos na prestação de Justiça.

Na parte da tarde de amanhã, a partir das 14h, serão realizadas as reuniões setoriais com representantes dos tribunais de cada ramo da Justiça e das corregedorias para discussão e aprovação das metas para 2014. O anúncio das metas nacionais e dos macrodesafios aprovados será feito em uma plenária final, às 17h.

Fonte: Diário do Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *